Ataque dos Titãs conta com 52 milhões de unidades em circulação no mundo

titasheaderEu ouvi de longe um “suceeeesso!”

O Yahoo! Japan News informou na segunda-feira que mangá de Hajime Isayama, Ataque dos Titãs, ultrapassou 52 milhões de cópias impressas em todo o mundo. O mangá tinha 50 milhões de cópias em versão impressa em todo o mundo em agosto.

Shingeki no Kyojin conta no momento com 17 volumes encadernados no Japão e seu mangá continua vendendo absurdos desde a estreia do anime. O título é de autoria de Isayama Hajime e é publicado na revista Bessatsu Shounen Magazine desde 2009. No Brasil, o mangá vem sendo publicado pela editora Panini  e atualmente se encontra no volume 12. Dois spinoffs já foram publicados no Brasil também: Sem Arrependimentos e Antes da Queda, o primeiro completo em 2 volumes e o segundo teve seu lançamento no último mês.

A história de ‘Ataque dos Titãs’ gira em torno de uma humanidade que vem sendo exterminada por gigantes, mas que vive por mais de 100 anos a salvo em uma cidade “escondida” atrás de barreiras de mais de 50 metros de altura, construída por seus antepassados. Porém alguns seres humanos estão dispostos a mudar  história e formar um exército de ataque aos seres assassinos no mundo exterior, para prevenir que novos ataques aconteçam. Porém alguma coisa estava fora dos planos. É assim que entra Eren, nosso protagonista, que após ver sua mãe ser devorada por um gigante decide que não deixará nenhum deles vivo e buscará sua vingança completa. 

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Se tivesse saído pela JBC, eu teria quebrado meu orçamento e assinado.
    Esperando fielmente que o autor cumpra sua promessa e termine o mangá daqui a 3 volumes.

    • Qual o problema com a Panini?

      • É melhor eu não destilar meu veneno contra ela mais uma vez aqui…
        Eu mesmo já estou cansado disto. Você me conhece há algum tempo, já deveria saber minha opinião a respeito, afinal, acho que já discutimos sobre isto, não?

      • Haha, ok então. Nem eu me lembro em quais posts foram…
        Mas vamos resumir: basicamente eu acho a Panini uma editora de merda… a pior em qualidade (mesmo com todo o nome e grana que tem), em vendas e em marketing. Tem um grande nome editorial, e só.
        A base desta minha opinião poderia começar com os diversos cancelamentos e “picaretagens” que ela fez ao longo dos anos com os colecionadores, mas a base é toda em cima de Éden, e principalmente Peach Girl, que foi cancelado TRÊS vezes. TRÊS vezes!!! Alguns títulos podem sofrer do mal de serem cancelados duas ou três vezes num mesmo país, como Vagabond e Lobo Solitário, mas ser cancelado 3 vezes pela MESMA editora é putaria.
        Daí vem toda uma série de coisas que me fazem vê-la de maneira negativa (que você pode imaginar, ou tentar). Resumidamente, é isto.

  • Desculpa a pergunta, mas eu tenho algumas dúvidas como: 1- O mangá já passou ou está pra passar One Piece e Dragon Ball? 2- O Before the Fall irá continuar depois que a série principal acabar? 3- Anunciaram que na Netflix Nanatsu no Taizai vai estar dublado, e SnK é da mesma editora, a Kodansha, me respondam, SnK já está na Netflix? Existe alguma versão dublada?
    Agradeço a quem puder responder.

    • A 1 é fácil responder: está LONGE! Mas muito longe! Shingeki está MUUUUUITO longe de OP e DB. Naruto está bem mais próximo de ambos, pois tem pelo menos o dobro de unidades vendidas…

    • Maycon Cruz

      Respondendo a questão número 1:
      – One Piece vendeu até agora 320 milhões de cópias, com 79 volumes já lançados.
      – Dragon Ball vendeu 230 milhões de cópias em seus 42 volumes.
      Bem, as vendas de Attack on Titan são impressionantes, mas ainda há muito caminho pela frente para chegar no Top 3 (terceira posição possuída por Naruto, com 205 milhões de cópias, em seus 72 volumes).

    • Maycon Cruz

      E só complementando as questões 2 e 3:

      Sobre Before the Fall, a obra original é uma Light Novel composta por três volumes. Como eu não acompanhei nenhuma das duas versões ainda, não posso estimar se o mangá do spin off está para acabar.
      E sobre o anime, por hora, não há previsão para sua dublagem, nem sua exibição no Netflix (nem se elas serão feitas no fim das contas).

      • Maycon Cruz: Obrigado por responder!

      • @Micael, eu também me lembro disto. Foi nesse post do Ranking da Oricon que trazia o volume “final” de Naruto -> “ranking-oricon-de-vendas-de-mangas-02-a-08-de-fevereiro/”.
        Lá, inclusive, eu cito os tais 230 milhões de DB citados por você, @Maycon, e que são vendas somente ao redor do mundo, excluindo o Japão. É sabido por muitos que OP só não é Top1 ainda de todos os tempos, porque DB está nesta posição, e ainda vende e vendeu muito fora do Japão. Dentro do Japão, OP já reina absoluto, mas fora dele ainda tem muita grama para comer antes de passar DB. O total de vendas de DB até hoje supera as 350 milhões de cópias, logo, OP ainda tem algumas dezenas de milhões de cópias para vender até superar em vendas totais, mas vai chegar lá, afinal, o mangá deve chegar aos 100 volumes…
        O único fato que não deve ocorrer jamais é qualquer mangá superar DB em vendas médias por volume. DB é e sempre será imbatível. Nem OP nem nenhum outro título superará os 8,33 milhões (no mínimo!) por volume que DB tem.

      • Maycon Cruz

        @sennaffogo:
        Eu lembro dessa discussão sobre os 350 milhões de DB. Se não me engano, quem fez a declaração foi a Toei Europa lá na época do Battle of Gods. Porém, a Shueisha, dona da Jump, bate o pé e declara que não é para tanto assim, revelando que na verdade DB vendeu os 230 milhões que estão registrados.
        Tal fato pode ser compreensível, já que OP tem mais tempo e mais volumes lançados. Além disso, existe a homologação do Guinness (o do livro do recodes e da cerveja que adoro pacas) como sendo a história em quadrinhos mais vendida feita por um único autor (não confundir com HQ mais vendida de todos os tempos, que está nas mãos de Superman com 600 milhões de exemplares):

        http://www.guinnessworldrecords.com/news/2015/6/japanese-manga-%E2%80%9Cone-piece%E2%80%9D-is-most-printed-comic-series-by-one-author-ever-385868

      • Maycon Cruz

        Uma coisa peculiar enquanto estava procurando em vários fóruns de discussão mais informações para esta pesquisa:

        “The 350 Million is just a rumor from some producer from the live action film to generate publicity.” usuário Josl no fórum do My Anime List no tópico “will the one piece volume sales ever be surpassed in manga history?”

        Traduzindo: “Os 350 milhões é apenas um rumor de algum produtor de um filme live action para gerar publicidade”.
        Tá com cara de Uwe Boll, pois se for, para de se promover em cima de DB que ta feio. Ninguém gosta do que você fez com o Evolution (ou todos os seus filmes) -.-

      • “Tal fato pode ser compreensível, já que OP tem mais tempo e mais volumes lançados.” -> Bem, poderia ser… poderia. Mas KochiKame tem muito mais volumes do que qualquer mangá e é apenas o 3º mais vendido, ainda, logo, isto está muito longe de ser uma regra.
        Não tenho nada contra os 320 milhões de OP, mas já que você falou em algo que faça sentido, faz realmente sentido DB, que foi e ainda é um enorme sucesso ao longo de vários anos ao redor do mundo todo, ter vendido apenas 60/70 milhões de cópias fora do Japão?? Até hoje DB vende bem aqui, por exemplo…

        Agora, partindo-se do pressuposto da certificação, qual era a obra anterior que ocupava o lugar que agora OP ocupa no Guinness??

      • Maycon Cruz

        Vasculhando o site da Guinness, não foram encontrados registros anteriores do recorde, fazendo a marca de 2015 de One Piece ser a primeira desta categoria, que será finalmente catalogada em formato impresso na edição de 2016 do Livro dos Recordes.
        E claro, idade não é o único fator determinante para se caucular o número de vendas, basta olhar que Golgo 13 é mais antigo que os membros do Top 3 (46 anos e contando), mas só aparece em quarto lugar.
        O interessante disto tudo é que DB e OP possuem uma hype imensa, que mantem ambos equiparáveis, mas graças a públicos alvo distintos. One Piece encontrou a redenção dentro de casa, enquanto Dragon Ball obteve seu estrondoso sucesso internacionalmente. Se traçarmos um dos motivos dele não ter sido tão bem vendido no Japão e mais no resto do mundo naquela época, podemos apontar o fenômeno da “Decada Perdida Japonesa”, aonde o país entrou numa recessão ferrenha, o que dificultou muito as coisas pro Goku lá, enquanto que por essas bandas, animes e mangás finalmente estavam entrando em sua Era de Ouro ao ter se tornado reconhecido pelo mainstream.

      • ‘Públicos-alvo’ distintos?? O.o
        Sério que você acha isto, @Maycon? Ambos são battle shounen genéricos praticamente idênticos (se não iguais) em sua base, sua forma de apresentar a história no começo, e, são shounens acima de tudo. Jura que você acha que os ‘públicos-alvo’ são distintos?

        E não vejo desse modo não, One Piece só demorou mesmo a pegar a galera ocidental porque o traço de OP afasta (ou afastava) muita gente no começo, a comédia não é lá as mil maravilhas no começo, e porque Naruto chegou com um traço mais agradável e chegou primeiro pelos fansubbers.

        Dragon Ball foi o shounen que todos os battle shounens tiram algo para se espelhar hoje em dia, e na época em que veio para o ocidente não tinha muitos concorrentes (mangás grandes e anime imensos). Apesar de CDZ ser um enorme sucesso no ocidente, o anime não é tão grande quanto o próprio DB, quanto mais DBZ… assim como YuYu Hakusho, outro sucesso dentro e fora de casa (Japão), tem praticamente o mesmo número de episódios de CDZ.
        Bem, se um mangá que vendeu pelo menos 160 milhões de cópias no Japão não é bem-sucedido, eu não sei o que é um mangá bem-sucedido…

        “enquanto Dragon Ball obteve seu estrondoso sucesso internacionalmente” -> pelo que você tem dito ao longo dos seus comentários, não sei de que sucesso estrondoso estamos falando, se é popularidade ou vendas…

        “Se traçarmos um dos motivos dele não ter sido tão bem vendido no Japão e mais no resto do mundo naquela época” -> como assim cara?? O_O!!! Dragon Ball tem quase o triplo de cópias vendidas no Japão se compararmos com o resto do mundo…

      • Maycon Cruz

        @sennaffogo Bem, popularidade é beeem diferente de vendas, principalmente se tivermos outras mídias (animes) no meio.
        Considero um público-alvo diferente sim, já que são mangás de eras distintas, já que entre o lançamento de DG e OP, há 13 anos de diferença, de décadas diferentes. E concordo que OP demorou pra engrenar por aqui, já que ele consegue ser mais pastelão do que o pastelão do Toriyama, que afasta muita gente.
        Porém a conta ainda não ta batendo: todas as informações que obtive sobre DB indicam os 240 milhões de vendas, ocupando o segundo lugar, e minhas fontes não são pouca coisa (a Anime News Network que citei aqui serve de base pra muita coisa pros artigos do ChuNan).
        Estou longe de desmerecer Dragon Ball, já que é uma série que eu curto muito, mais até que One Piece, mas eu trouxe os números que estão aí para contar a história, como um bom pesquisador faz. Agora, para comprovar que Dragon Ball está mesmo a frente de One Piece (em números, ressaltando), bem, vou dizer o que sempre digo: “Show me the paper”.

  • Gabriel

    To em dúvida se compro ou se eu leio online, já to acompanhado Terraformars, Planetes, Ultraman e Assasination Classroom. O que vocês acham?

    • Dih

      Compra.

    • Depende da sua condição econômica, aí vc deve escolher quais ler online e quais comprar.