Checklist – JBC: Dezembro de 2015

bladeoftheimmortaldezembrojbcMuitas estreias, despedidas e adiamentos.

O último mês da editora JBC vem recheado com muitos lançamentos e términos. Ao todo são 5 lançamentos, mas apenas Blade –  A lâmina do Imortal não é volume único, e somente Vitamin e H.P. Lovecraft não são lançamentos para lojas especializadas e livrarias. Três títulos terminam este mês, sendo Chobits, Limit e Zetsuen no Tempest, que foi adiado de novembro. Também acabou adiado para janeiro o quarto volume (ou o primeiro da segunda temporada) de Savanna Game. Este mês também temos o novo volume de Gangsta., que deve ter as melhorias prometidas pela editora após tantas reclamações.

demografiajbcdezembroMais uma vez a predominância dos seinens continua, mas com tantos títulos de volume único e final de outras obras, este número deve diminuir nos próximos checklists. Shoujos temos 3 títulos, mas a partir do próximo mês apenas um título da demografia estará presente, e nos anúncios da editora não consta mais nenhum do mesmo. Shounen continua com o dobro de shoujos, e continue sendo a demografia mais regular no mercado brasileiro.

Muitos títulos, mas os de livrarias podem valer a pena esperar promoções.


capa_all_you_need_is_kill_esp_gALL YOU NEED IS KILL

Autores: Takeshi Obata, Hiroshi Sakurazaka e Ryousuke Takeuchi
Demografia: Seinen (Young Jump)
Volume único
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 432 páginas
Preço: R$ 37,90
LANÇAMENTO

O primeiro lançamento do mês é um relançamento de uma obra que saiu no começo do ano, agora no formato BIG. A adaptação em mangá do livro que originou o filme No Limite do Amanhã tem os traços de Takeshi Obata, o mesmo de Bakuman, Deaht Note e Hikaru no Go. Com este lançamento só resta torcer para que um dia a obra original seja lançada no país. A humanidade está em uma guerra nunca antes vista. Os inimigos são alienígenas chamados “Mimetizadores”. O soldado novato Keiji Kiruya e a “valquíria” do campo de batalha, Rita Vrataski, fazem parte de uma tropa especial. Porém, Keiji está preso em um ciclo de batalhas intermináveis e, agora, somente ele vive no limite do amanhã!


capa_another_livro_gANOTHER

Autor: Yukito Ayatsuji
Demografia: Seinen (Yasei Jidai)
Volume único
Formato: 14 x 21 cm, 392 páginas
Preço: R$ 39,00
LANÇAMENTO

Outro lançamento do mês é Another, mas não é do mesmo autor do mangá de Another. Esta é a obra original que originou o mangá de Another feito pelo autor de Another, com a autoria de Yukito Ayatsuji, outro autor de Another. Em 1972, Misaki, um estudante de classe 3-3 do Colégio Yomiyama Norte, de repente morreu no meio do ano letivo. Devastado pela perda inesperada, os alunos e professores se comportavam como se Misaki ainda estivesse vivo, levando a uma estranha presença na foto de formatura. Na Primavera de 1998, o estudante Koichi Sakakibara é transferido para a classe 3-3 de Yomiyama Norte, onde ele encontra Mei Misaki, uma estudante estranha que seus colegas de classe e professores aparentemente ignoram. A classe é presa em um estranho fenômeno, no qual os alunos e seus familiares começam a morrer de forma misteriosa. Percebendo que essas mortes estão relacionadas com Misaki de 1972“, Koichi e Mei devem descobrir a causa dessas mortes misteriosas e descobrir como pará-las antes que eles também acabem mortos.


Blade 01 Capa.inddBLADE – A LÂMINA DO IMORTAL 1

Autor: Hiroaki Samura
Demografia: Seinen (Afternoon)
Periodicidade: Bimestral – 15 volumes no Brasil
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 448 páginas
Preço: R$ 39,90
LANÇAMENTO

O próximo lançamento do mês é um relançamento no formato BIG de uma das obras não concluídas da Editora Conrad. É a volta de Blade – A Lãmina do Imortal. Com a proposta de intercalar os lançamentos com Eden a obra retorna em uma edição mais cara, mas como a assinatura da editora é para todos os volumes não deve ocorrer um novo cancelamento. Fica a dúvida, porém, se esse foi o melhor formato para retomar o título no Brasil. São dois volumes por praticamente 20 reais cada, sendo que só na primeira edição teremos páginas coloridas. Será que o acabamento vale tanto assim o valor pago? Por ser uma distribuição somente para livrarias, o preço aumenta por uma possível tiragem menor. Após ser encontrado quase morto, Manji é salvo por uma monja que acaba lhe dando a vida eterna. Querendo sua mortalidade de volta, o samurai faz um acordo com ela: matar um determinado número de criminosos, e só então ela cumprirá sua parte no acordo. A morte e a espada andam lado a lado. Mas como um samurai imortal irá expiar os pecados cometidos pela sua espada? Lavando sua espada em sangue derramado de forma justa!


Lovecraft Capa.indd
H. P. LOVERCRAFT – O CÃO DE CAÇA E OUTRAS HISTÓRIAS

Autor: Gou Tanabe
Demografia: Seinen (Comic Walker)
Volume único
Formato: 14 x 21 cm, 176 páginas
Preço: R$ 21,90
LANÇAMENTO

O quarto lançamento do mês é um volume único, com um estilo de publicação semelhante ao de O Cão Que Guarda as Estrelas. Com autoria de Gou Tanabe, três contos do grande mestre do terror, H.P. Lovecraft, são adaptados para quadrinhos no formato mangá. Maldições, estranhas criaturas, espíritos e lendas assombram os protagonistas de “O Templo”, “O Cão de Caça” e “A Cidade sem Nome”.


capa_vitamin_g
VITAMIN

Autora: Keiko Suenobu
Demografia: Shoujo (Bessatsu Friend)
Volume único
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 208 páginas
Preço: R$ 14,90
LANÇAMENTO

O último lançamento é um dos mais aguardados desde o seu anúncio, da mesma autora de Limit chega Vitamin. Sawako, uma estudante de 15 anos levava uma vida escolar como muitas outras, sem maiores problemas. Até que certo dia, ela é flagrada com o namorado numa sala de aula por um colega de classe, e isso transformará a vida dela no verdadeiro inferno que é sofrer bullying nas escolas! As amigas de ontem, são as vilãs de hoje. Qual é a “vitamina” necessária para ela suportar a dor e desespero de ser maltratada pelos próprios companheiros?


capa_chobits_esp_08_gCHOBITS 8

Autor: CLAMP
Demografia: Seinen (Young Magazine)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 8 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 194 páginas
Preço: R$ 16,90
Review: AQUI
EDIÇÃO FINAL

Chegamos ao volume final de Chobits… O relançamento de Chobits veio em boa hora. Atualmente é a única obra do Clamp em publicação no país, mas será que virá mais alguma no próximo ano? Vamos aguardar, e por enquanto vamos conferir o desfecho da história de Chi e Hideki. Acabou Chobits… Tchau Chii…


capa_limit_06_gLIMIT 6

Autora: Keiko Suenobu
Demografia: Shoujo (Bessatsu Friend)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 6 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas
Preço: R$ 13,90
EDIÇÃO FINAL

O final de Limit também é este mês. Temos assim duas obras da mesma autora e do mesmo tema: o bullying, tema que merecia um destaque muito maior. Com tantos lançamentos e uma divulgação fraca o título acabou eclipsado por outras obras. Com uma história que teve a proposta de abordar temas diferentes na demografia shoujo Limit fica devendo um pouco, acabando por se tornar mais um título de sobrevivência.


ZETSUEN 10 Capa.indd
ZETSUEN NO TEMPEST 10

Autor: Saizaki Ren, Sano Arihide e Shirodaira Kyou
Demografia: Shounen (Shounen GanGan)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 10 volumes
Formato: 12 x 18 cm, 220 páginas
Preço: R$ 14,50
EDIÇÃO FINAL

Zetsuen no Tempest acabou adiado de novembro para este mês, um título que teve esse deslize somente no final de sua publicação. Com essa demora o caminho que cada um trilhará só será revelado agora.


Bullet_02_capa.inddBULLET ARMORS 2

Autor: MORITYA
Demografia: Shounen (Gessan)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 6 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 194 páginas
Preço: R$ 12,90

Bullet Armors chega em seu segundo volume e até agora não consta no site da editora. É difícil ter uma divulgação melhor e mais pessoas conhecerem se não está nem lá – o que ocorre com todos os títulos do selo Ink Comics. Segundo a própria editora, o selo Ink terá um site próprio, então por enquanto ficamos a mercê do msmo. Bullet Armors não tem uma história que atraia, parece uma mistura de vários títulos conhecidos, mas para os que gostam de um shounen pode ser uma boa escolha.


gangsta_02GANGSTA. 2

Autora: Kohske
Demografia: Seinen (Comic Bunch)
Periodicidade: Bimestral – Em andamento no Japão com 7 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 186 páginas
Preço: R$ 14,90

Após todos os problemas com o primeiro volume, Gangsta. terá diversas mudanças a partir deste volume. O maior problema e motivo de reclamações dos consumidores, com total razão, foi o papel finíssimo e de péssima qualidade (está entre os piores offset já utilizados em mangás no Brasil, se não for o pior) o que fez a editora admitir o problema e tomar a atitude de trocar o papel. Porém, com o aumento do preço e sem divulgar qual é a gramatura do novo papel, ficamos em dúvida até onde vai a transparência da editora – a do papel todos já sabem qual é. As capas também são alvos de críticas, perderam muito o conceito original delas. Um outro problema, menor, porém mais problemático, foi a editora se referenciar à autora como autor, um erro embaraçoso. Para ser a cereja do bolo vem a notícia da pausa do mangá no Japão, ficando a dúvida de quem continuará a colecionar um mangá que pode virar um novo Nana, Bastard, X entre tantos outros parados.


capa_hellsing_esp_07_gHELLSING 7

Autor: Kouta Hirano
Demografia: Seinen (Young King Ours)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 10 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, páginas
Preço: R$ 16,50

Abandonando de vez as capas vermelhas, agora com uma capa amarelona a guerra continua enquanto Alucard vai ao encontro de Sera, Integra e Walter na frágil defesa montada pelo grupo a fim de defender a Hellsing. Com uma publicação muito mais decente desta vez faz todos pensarem em trocar suas antigas edições em meio-tanko. As novas capas estão um show a parte, e essa edição, sim, merece todos os elogios possíveis.


capa_magi_o_labirinto_da_magia_17_gMAGI 17

Autora: Shinobu Ohtaka
Demografia: Shounen (Shounen Sunday)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 27 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 196 páginas
Preço: R$ 12,90
Review: AQUI

A publicação nacional de Magi já está a 10 volumes do Japão, mas embora tenha sido anunciado que o mangá está na reta final muitos volumes ainda podem vir – vide outros títulos longos em publicação e que estão no arco final a mais de 2 anos. O título foi um grande lançamento da editora, mas a falta de entendimento da editora com os fãs pode ter afetado as vendas e por isso não se vê qualquer movimento para a vinda dos spinoffs da obra desse delicioso mangá.


Orange 02 Capa.indd
ORANGE 2

Autora: Ichigo Takano
Demografia: Shoujo (Bessatsu Margaret/Manga Action)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 5 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 200 páginas
Preço: R$ 14,90

Pela correria do final do ano, e com os inúmeros lançamentos, Orange acabou adiado para dezembro. Espero que com esse tempo maior a editora tenha tomado um pouco mais de cuidado com a edição. As capas mantêm um padrão muito bom, um pôster na edição final seria interessante para agradar os leitores e fãs da obra. Orange é, sem dúvida alguma, um dos melhores lançamentos do ano no mercado de quadrinhos japoneses no país.


capa_parasyte_04_gPARASYTE 4

Autor: Hitoshi Iwaaki
Demografia: Seinen (Afternoon)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 10 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 210 páginas
Preço: R$ 16,90

Parasyte chega no seu quarto volume com uma capa que lembra bastante a primeira… Ué. Enfim. A borda azul diferencia, mas novamente uma mão na capa confunde – ao menos nada no nível Inu-Yasha. Nas lombadas têm ocorrido uma diferença no efeito aplicado no título, pode parecer intencional alternar, mas parece erro. É uma obra clássica que vale a pena, mas a editora precisa divulgar melhor a obra. No mês de lançamento do título Ultraman ofuscou tanto o mangá que se falou muito menos dela.


capa_terra_formars_06_gTERRA FORMARS 6

Autores: Yu Sasuga (roteiro), Kenichi Tachibana (arte)
Demografia: Seinen (Young Jump)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 15 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm,  páginas
Preço: R$ 14,90
Review: AQUI

Terra Formars era um título com um teor científico e de mistério muito bom nos dois primeiros volumes. O primeiro por si só vale como um roteiro de filme bem hollywoodiano, mas isso se perdeu tanto que até tem desmotivado em acompanhar. O quinto volume teve muito pouco do mistério abordado e dá indícios de que neste será somente porradaria com pouco conteúdo, fazendo dele muito mais shonen do que seinen. Será que Terra Formars é mais um título que acabou sendo influenciado pela editora para que se prolongasse? Espero que volte mais para o que era no início.


The Seven Deadly Sins 09 Capa.indd
THE SEVEN DEADLY SINS 9

Autor: Suzuki Nakaba
Demografia: Shounen (Shounen Magazine)
Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 15 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 192 páginas
Preço: R$ 12,90
Review: AQUI

Outro mangá que também foi adiado para dezembro foi The Seven Deadly Sins, que terminou o oitavo volume de uma forma surpreendente e a demora na publicação do próximo volume é angustiante. A única “vantagem” que o adiamento tem é distanciar um pouco a chegada do hiato do título, o que deve ocorrer no segundo semestre do próximo ano.


to-love-ru2-coverTO LOVE-RU 2

Autores: Saki Hasemi (História) e Kentarou Yabuki (Arte)
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 18 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 200 páginas
Preço: R$ 13,50

To Love-ru chegou no mês passado pelo selo Ink Comics, e atendeu o público que pedia a obra por muito tempo, porém com alguns problemas que tem sido frequentes no selo, como erros de português, incluindo troca de textos, e o letreiramento das onomatopeias, que ficam incômodos. Para um título longo espera-se maior cuidado com isso nos próximos volumes, caso contrário a vinda da continuação pode não acontecer devido ao abandono do título pelos leitores.


capa_yu_yu_hakusho_esp_15_gYU YU HAKUSHO 15

Autor: Yoshihiro Togashi
Demografia: Shounen (Shounen Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 19 volumes
Formato: 13,5 x 20,5 cm, 200 páginas
Preço: R$ 14,90

Yu Yu Hakusho está a caminho do auge da luta entre Yusuke e de seu antecessor Sensui. Com sequestros, traições e chantagens, a história só evolui. Mas não pense que berimbau e gaita não, para ganhar esta batalha tem que comer muito feijão. Com mangás de deliquentes envolvidos com casos de demônios fico com a dúvida de qual o resultado de uma luta de Yusuke com Tatsumi Oga e Beel, seria um crossover maluco e interessante. Aqui vale atentar para o erro bizonho da editora em apagar o rosto de um personagem em um dos quadrinhos no volume 14. Vamos tomar cuidado, galera da arte.


capa_zetman_07_gZETMAN 7

Autor: Masakazu Katsura
Demografia: Seinen (Young Jump)
Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 20 volumes
Formato: 12 x 18 cm, 260 páginas
Preço: R$ 17,50
Review: AQUI

Zetman tem feito sucesso no público, a editora tem investido bem mais na divulgação deste do que em outros títulos. Poderia utilizar ele como modelo para os demais mangás do catálogo. Embora faça sucesso, acho ruim o formato escolhido para a obra. Com o início do ano espera-se novidades quanto a parte dois, para que não seja um novo Genshiken e a continuação fique para “um dia no futuro”.

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Primeiro o erro:

    Vocês disseram “somente Vitamin não é lançamento para lojas especializadas e livrarias”. Errado. O cão de caça e outras histórias também é lançamento de banca.

    Agora os comentários:

    Terra Formars: parei no 3, não deu mais. Ali já ficou claro que o mangá não era a maravilha do mundo que pintavam.

    Hellsing: colecionar só pelas capas. Que capas, uma melhor que a outra.

    Orange 2: o mangá continua excelente. E com um cliffhanger magnífico que nos faz querer o volume 3 para já.

    Chobits: segunda coleção^^.

    Limit: excelente mangá.

    Vitamin: sem comentários. Excelente também.

    https://bibliotecabrasileirademangas.wordpress.com/

    • Valeu pelo alerta quanto ao H.P. Lovecraft. Não tenho encontrado ele em bancas, mas deve ser a distribuição de final de ano, vários mangás do checklist não vi em bancas ainda.

  • STX

    O mesmo nivel de divulgação de Zetman é para os demais mangas da editora, com postagens no facebook e twitter, não vi divulgação fraca em limit, foi tudo igual pra todos.
    E Limit foi excelente exatamente por trazer um frescor aos batidos “shoujos de romance”.
    Terra Formars continua excelente e cada vez mais prova ser o maior lançamento de um manga em 2015.
    E voltando a Zetman e achar que o tamanho deveria ser é padrão de todos os mangas da editora, a comparação com Genshiken é meio injusta, Zetman depende do autor querer continuar e Genshiken Nidaime depende da JBC, que infelizmente não deve ter tido vendas que justifiquem a continuação.

  • Keiko-chan

    O mangá que mais me chama atenção é Orange, porém eu ainda não conferi ele, alguém que comprou gostou?

    • sensacional, orange é um manga dificil de decrever por conta dos temas que ele aborda e da qualidade que o faz

      • Keiko-chan

        Caraca, mais um comentário positivo? Tenho que conferir logo!

    • Gabriela Bassi

      eu também não conhecia, mas quando mencionei sobre esse mangá (que tinha achado a capa do vol. 1 muito bonita) pra uma amiga ela só me disse “compre sim pq é o melhor shoujo que já li na vida”… e comprei. Eu já li esse vol. 2 e se vc gosta de histórias mais tristes e sentimentais, e com muita profundidade sobre os personagens, vc tem que adquiri-lo! Ainda não o considero o “melhor shoujo” pq ainda não li o resto, mas está entre as minhas publicações brasileiras favoritas atualmente. 🙂

      • Keiko-chan

        Caramba, eu até cheguei a pegar o volume na mão, e vi que o acabamento estava muito lindo. E sim, gosto de dramas. (Eu tenho certeza disso por tudo que já li/ joguei/vi.
        Muito obrigada pelo comentário, estou vendo se sobra um espaço na carteira para este mangá.

    • Orange é um mangá muito bom! Ele apresenta pequenos problemas que podem incomodar, mas, no geral, consegue abordar e trabalhar seus temas de maneira muito interessante, tornando sua história profunda e tocante numa boa medida. Mangá recomendadíssimo!

      Só há um problema, a edição da JBC está horrível, a capa e o acabamento estão bem legais, mas o papel é muito transparente e incomoda muito na leitura. Caso isso não seja incômodo para você, pode comprar garantido.

      • Keiko-chan

        Já tive alguns problemas com mangás desse jeito, mas para um bom mangá isso não importa né?
        Somente as edições de luxo tem um papel superior por dentro.
        Muito obrigada pela dica, todo mundo aprovando Orange. Tenho que conferir logo!

  • Puxa… Só eu que consegui comprar Parasyte Vol. 5 há duas semanas atrás????

    • JBC adiantou alguns mangás dela do checklist de janeiro para agora, enquanto alguns de dezembro nem deram sinal nas bancas. Possivelmente você vai demorar para conseguir o Vol. 6.

  • Uma pequena correção. Gate 7 também está em andamento por aqui e é da Clamp como Chobits.

    • A NewPop já alcançou o Japão tem algum tempo, e por lá o mangá está parado. Na ativa mesmo só Chobits, que está acabando.

  • Lizzie

    Por algum motivo, quando fui comprar meu volume 2 de Orange semana passada, o volume 3 já estava disponível na loja. Não sei se a JBC resolveu lançar os dois em dezembro mesmo com o atraso do mês passado e não avisou ninguém, mas já li os dois, e a história continua tão boa quanto sempre. Sem falar no papel transparente que infelizmente já está virando “de praxe” dessas edições de luxo.

    • Alguns mangás do checklist de janeiro saíram em dezembro, provavelmente Orange 4 só sairá em fevereiro.

  • Anônimo

    JBC no começo de 2015: Melhor editora!!!!
    JBC no final de 2015: Pior editora..
    Espero que ano que vem eles melhorem, porque já tá ficando um absurdo todos esses erros que a JBC tem cometendo nesses últimos tempos.

  • estanho

    Ainda tentando entender a finalidade de relançar all you need is kill meses/um ano depois de ter lançado..
    Orange e limit, shoujos excelentes e com as piores qualidades no mercado atual, valeu jbc
    Erros variados em cada edição, chega a ser triste ver. melhor ano pra jbc? pior pros leitores que esperaram tanto tempo pra ver sua obra favorita publicada porcamente.

  • R$ 37,50 no All You Nedd Is Kill? JBC abusando dos preços! Tenho os volumes separados e eles dão apenas R$ 25,00 (R$ 12,50 de cada). Por mais que o papel seja melhor, a diferença é injustificável.

    Dói ver Orange e não comprar. Já li a obra e ela é muito boa, mas o papel transparente me obriga a não colecionar o título =(

    Levarei Blade of The Immortal assim que alguma loja online fizer uma promoção bacana e e Vitamin (se o papel não vier transparente também). Aliás, se alguém já tiver visto a edição de Vitamin e puder me responder, agradeço.

    • STX

      Tiragem de banca é menor e faz com que a publicação seja mais cara. Só comparar com preços de outros mangas de livraria que não são big pra vc ter uma noção.

      • Mas quando vai pra livraria e lojas especializadas as editoras deixam de gastar com a distribuição em bancas, motivo aliás que elas sempre reclamam bastante de ser caro devido as proporções territoriais do Brasil serem quase continentais.
        Tiragem menor também faz a publicação ser mais barata, afinal é um investimento menor.
        Desculpa cara, mas não vejo fundamentos no que você falou.
        Os preços mais caros são sempre com justificativas de edições mais caprichadas, caprichos esses que nunca são luxuosos o suficiente para justificar a diferença absurda dos preços.

      • STX

        nunca que tiragem menor deixa uma publicação mais barata, vá a uma grafica qualquer e veja por si mesmo, as graficas cobram mais por menos impressões e isso em qualquer tipo de impressão, desde cartazes, livros a mangas. E a JBC não é a unica que trabalha com mangas de livrarias, NewPop, LP & M, Conrad e outras tem mangas de livraria que se assemelham aos de padrões de banca e são muito mais caros do que de bancas. Pra finalizar, assista quando tiver tempo a paletra da Nova Sampa do anime friends de 2015 onde o Diogo diz que teve que imprimir 40.000 unidades de Vagabond pra conseguir que ele ficasse menos caro do que já era (normalmente hoje em dia as editoras imprimem a base de 10.000) https://www.youtube.com/watch?v=vMUxRoxsMvY

      • Ainda assim é um investimento maior. E se ela não vender esse absurdo a mais que teve que pagar, ela terá que tentar recompensar o prejuízo aumentando o preço de capa. Aliás, quanto mais mangás para imprimir, mais caro. O preço da unidade diminui, mas o saldo total é indiscutivelmente maior.

        Todos os mangás ditos para lojas especializadas tem um acabamento melhor, contudo, como já disse, na maioria das vezes, não o suficiente para justificar o aumento do preço. Este sempre aumenta desproporcionalmente em relação àquele. E, no caso de All You Need Is Kill isso fica mais do que evidente para qualquer um!

        Aliás, 40.000 unidades??? E ainda assim veio por 40 dilmas? Vê que não há coerência? As editoras usam desculpas que se contradizem para justificar preços abusivos ao consumidor.

        Enfim, só quero reforçar que nada justifica essa diferença.

  • biazacha

    Que a JBC aprenda pro próximo ano. Muitos títulos curtos pesaram no bolso da galera, que acabou comprando bem menos do que queria – clássicos perderam nesse quesito, porque apesar de esperados a maioria a história já é bem conhecida. Fora os erros com papel, com ortografia…

    Espero que no ano que vem eles apostem em qualidade no lugar de quantidade. As escolhas pra seinen ficaram entre o ótimo e o lamentável, as de shounen ficaram muito similares a Panini que sempre aposta no hype. As de shoujo surpreendentemente foram maravilhosas (resumir Vitamin deve ser difícil, essa versão aí da JBC nem chega perto da crueldade que é esse volume único). Quem sabe podemos esperar uns joseis mais sérios? Seria bacana.

    E pelo amor JBC, chega de gore, chega de survivor, apenas chega.

  • A JBC tá abusando é nesses preços. Absurdo!
    O pior deles é o Zetman, 17,50 num mangá com formato menor e praticamente nada a mais.
    Blade por 40 reais. Ridículo.

  • João Ferreira

    É, Blade por 40 pilas tá muito tenso. A JBC pode ter cometido uma grande cagada ao ter escolhido esse formato para publicar a obra. O material poderia ter saído tranquilamente no formato tanko normal mesmo.

  • Desse checklist levarei Terra Formars e Yu Yu Hakusho!

    Em relação ao Terra Formars, concordo plenamente sobre o descrito, até o segundo volume parecia ser um mangá com uma história original e sem clichês, mas com o decorrer dos volumes seguintes a história parece que ficará focada somente nos clichês de qualquer outro mangá de pancadaria com uma tendência ao super protagonismo. Além disso, vale ressaltar as tentativas de piadas bem sem graças que os autores tentam introduzir às vezes na história. Sem dúvidas Terra Formars é um forte candidato para eu parar de comprar futuramente!!!