Editorial – A Hora do Terceiro Impacto

editorialnanquim2016Em primeiro lugar, feliz ano novo. Em segundo lugar, algumas palavras…

Pra começar esse texto, aí vai uma pequena definição para os que estão em dúvida quanto ao título desse post.

“Terceiro Impacto é o evento, como previsto pelos Manuscritos do Mar Morto, de posse da Seele, que Lilith dará início a uma nova etapa da evolução e da existência. O Terceiro Impacto é um pré-requisito para o Projeto de Instrumentalidade Humana.”

(Definição via Evangelion BR)

Acabou mais um ano. É, 2015 se foi e levou embora a “mágica” de De Volta Para o Futuro, bem como tantos outros filmes, livros e mídias marcantes haviam feito anos antes com outros anos que se foram. Em Neon Genesis Evangelion, na série original, 31/12/15 e 01/01/16 marcam os dois últimos episódios da série, que marca o Terceiro Impacto e nos deixaram todas as teorias e conversas intermináveis durante os últimos trocentos anos desde a exibição do anime. Lá se foi mais um “mito” construído pela mídia, que sempre nos dá aquelas conversas interessantes do “o que aconteceria se realmente acontecesse?” de todas essas produções.

evangelion26Mas assim como o Terceiro Impacto daria início a uma nova etapa de evolução e da existência, 2016 pode fazer tudo isso mesmo sem a presença de Lilith (amém). O mesmo serve para o Chuva de Nanquim. Sei que todos os anos prometemos coisas novas, novas colunas, novos textos, resenhas e etc, mas é sempre muito difícil de conseguir manter um ritmo. Mesmo assim, tentaremos fazer o melhor possível neste ano. Abriremos mais espaço para artistas diferentes, obras nacionais, espaço para a produção brasileira, cosplayers e muito mais. Tudo ao seu tempo, é claro.

Queremos também a participação de vocês! Estimularemos ainda mais a participação de todos nos comentários, em enquetes, sorteios e até postagens específicas para que o ChuNan volte a ser o local onde você possa discutir aquilo que realmente gosta: hobbies. Animes, mangás, doramas, música, quadrinhos no geral. Queremos que esse seja o seu lar, o lugar onde você encontre tudo o que busca e que se sinta confortável em estar aqui.

umaruconfortableAconchegante.

E finalmente, as palavras da principal administradora do Chuva de Nanquim, a Miyuki, não poderiam faltar para dar a largada em 2016!


Posso resumir 2015 com um trecho da música de Cage The Elephant, “Trouble”: 

“Trouble on my left,
trouble on my right,
I’ve been facing trouble almost all my life.”

O ano passado nem de longe foi o dos mais amigáveis comigo, aliás, talvez tenha sido um dos piores nessas minhas quase 18 primaveras. Saí da minha zona de conforto incontáveis vezes, lidei com meus problemas, com os problemas dos outros e as doenças dos outros da pior maneira possível, daquele jeito que fugir está fora de questão. Foi um ano de surras, mas também de aprendizados. Entretanto, não foi um ano de derrotas e sim de vitórias.

E o que isso tudo tem a ver com esse site? Acredito que ambos não iremos prometer nada um para o outro desta vez, continuaremos o nosso caminho de sempre – e, claro, derrotar as inimigas está super dentro de questão já que é quase rotina –, mas seguindo nosso próprio ritmo, sem pressa. Ficaremos em dúvida do que escrever várias vezes, teremos bloqueio mental por incontáveis dias, a preguiça dominará dezenas de textos, mas sempre visaremos e buscaremos pelo melhor, e no final, depois de aperfeiçoamentos até o último segundo, soltaremos um suspiro e o sentimento de “trabalho cumprido” virá junto com uma felicidade que experimentamos a cada post. E assim será. Como diz a música que citei no começo:

“God don’t let me lose my mind.”

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post