Music Monday: RE:Zero – Paradisus-Paradoxum

Paradisus ParadoxumEmilia Best Girl.

Re:Zero começou como mais um daqueles animes em que uma pessoa comum é transportada para um mundo medieval onde a magia existe e não conseguiu me cativar durante metade do primeiro episódio, um especial de 40 minutos. Subaru era um personagem totalmente sem graça e muitas vezes insuportável, seu “par” amoroso parecia um material forçado para os otakus sairem gritando que aquela era sua waifu e essa minha opinião foi se arrastando até a metade, onde o primeiro twist (de muitos) me pegou totalmente de surpresa e me fez ficar curioso para continuar assistindo. Foi uma montanha russa de emoções, onde o anime se debatia em episódios ruins e logo depois vinham outros muito bons e interessantes. A música de hoje marca a segunda abertura de Re:Zero, onde para mim a história cresce de uma maneira que me pegou de surpresa, transformando em definitivo a maioria das minhas opiniões.

A banda MYTH & ROID teve seu debut em 26 de agosto de 2015 e entrou com força total nos animes, tendo suas músicas aparecendo em animações bem badaladas em todas as temporadas de 2016. A primeira single do grupo é justamente L.L.L. que acabou se tornando o encerramento do ótimo Overlord e na mesma temporada eles emplacaram ANGER/ANGER como música de encerramento de Bubuki Buranki; já no outro trimestre teve sua primeira participação em Re:Zero com o encerramento STYX HELIX e atualmente com Paradisus-Paradoxum como a segunda abertura. Ufa, parabéns para o empresário da banda!

Esse terceiro arco de Re:Zero não podia ser melhor, o crescimento dos personagens, a história ficando cada vez mais grandiosas e os plot twists a cada final de episódio tornou uma tortura esperar 1 semana para saber o que raios iria acontecer! É interessante ver como o autor sabe muito bem explorar a natureza do poder do protagonista e transforma a experiência do fã em uma montanha russa, onde uma ponta de felicidade parece estar completamente distante e o pobre Subaru pode encontrar apenas desespero e dor. ASSISTAM, MESMO QUE NÃO TENHAM GOSTADO NO INÍCIO. Eu odeio essa frase, mas é só isso que posso falar sem estragar a experiência de vocês.

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post