Brasileiros figuram a lista de vencedores e finalistas do Silent Manga Audition

silent-manga-auditionBrasileiros conquistando o Japão mais uma vez!

O Silent Manga Audition é um dos maiores concursos seriados de quadrinhos – se não o maior – do mundo, realizado desde 2013 pela Coamix Co., empresa que foi fundada por Nobuhiko Horie (ex-editor chefe da Shonen Jump na época de ouro da revista, quando vendia quanse 7 milhões de exemplares por edição e continha títulos como Dragon Ball, YuYu Hakusho e Slam Dunk), Tsukasa Hojo (autor que foi tutor de Takehiko Inoue (Vagabond, Slam Dunk) no início de sua carreira. Assina as obras Cat’s Eye, Angel Heart e City Hunter) e Tetsuo Hara (autor de Hokuto no Ken – uma das maiores obras da história do mangá, e também entre as mais vendidas de todos os tempos com mais de 100 milhões de cópias vendidas).

sma06_header1O concurso, inicialmente anual e agora semestral tem um tema diferente para cada edição e a única regra é que todas as obras não tenham fala, para que autores do mundo todo possam participar e leitores de qualquer lugar possam entender. Todas as obras vencedoras são disponibilizadas no site do concurso para leitura gratuita, além de serem publicadas de forma impressa no Japão. A premiação envolve prêmio em dinheiro (de aproximadamente R$17.000,00 a R$300,00 de acordo com a colocação), viagem para o Japão, publicação impressa e digital e acesso a auxílio dos editores para publicar no país do sol nascente.

A nova edição do concurso, o Round 6 teve 531 participantes e seu resultado anunciado este mês. Alguns brasileiros figuram a lista de vencedores e finalistas.

  • Clayton Silva levou o Grand Prix Runner Up com a obra “Forbidden”. Leia AQUI.
  • Marcel Ibaldo (em parceria com Elton Keller) apareceu na categoria “Honorable Mention” com a obra “The Choice”. Leia AQUI.
  • Max Andrade venceu com a obra “Wanna be a Legend!” na categoria “SMAC! Editors Award”, nova categoria do concurso que estreou nesta edição juntamente com “The Judges Award”. Leia AQUI.
  • W Machado com “Ignorance is a Blessing” também na categoria “SMAC! Editors Award”. Leia AQUI.

Não menos importante, vários outros autores brasileiros estiveram entre os trabalhos que passaram pela primeira triagem do concurso na categoria “Award Candidate”. Você pode conferir todos os ganhadores clicando AQUI.

Além disso – e o ponto principal de toda a competição, todo ano a editora seleciona um grupo de autores para sua turma de Master Class (time de autores selecionados de acordo com o resultado de todos os concursos anteriores) para serem levados ao Japão e começarem a trabalhar com a editora na criação de uma série regular para uma revista da mesma- e posteriormente serem lançados em encadernados, assim como funciona normalmente no mercado japonês.

Todas as turmas até o momento integraram o nome de pelo menos um autor nacional. Na primeira turma, Ichirou (Wellington Reis), na segunda, Roberto Fernandes e agora, na terceira turma Master Class divulgada esta semana, estão Max Andrade e Clayton Silva (YOS) acompanhados de outros 8 autores de vários países como Chile, Argentina, Itália, Indonésia e Tailândia. A nova turma receberá as honras no dia 30 de Janeiro em Tokyo.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Arle Janso Kurogane

    Que competição incrível! Achei muito legal isso de fazer uma obra visando uma leitura global.

  • Muito Legal mesmo!!!!

  • Eu gostei mais do The Choice. Sucesso para os que vão fazer a Master Class

  • Bem legal 😀 Quando é o próximo concurso 😉

  • Parabéns a todos os participantes. É maravilhoso ver mangá-kas brasileiros ganhando notoriedade a nível internacional e mundial. No Brasil existem muitas pessoa talentosas que podem criar verdadeiros marcos nos animes e mangás.

  • Xminona

    Cês já tentaram fazer entrevista com os ganhadores? Seria muito massa ler/ assistir.