Netflix anuncia série baseada em Boku Dake ga Inai Machi / Erased

Série deve estrear no fim de ano no Japão.

Por essa realmente ninguém esperava (e olha que eu uso essa chamada com certa frequência). O Netflix acaba de anunciar uma série live-action baseada no mangá Boku Dake ga Inai Machi (Erased, como é conhecido por alguns). A série de Kei Sanbe deve estrear em praticamente todos os territórios do Netflix no mundo, com o Brasil incluso, claro.

No elenco teremos:

  • Reo Uchikawa como Satoru Fujinuma (criança)
  • Yuki Furukawa (Itazura na Kiss, Lychee Light Club) como Satoru Fujinuma (adulto)
  • Mio Yuki (Death Note, Assassination Classroom) como Airi Katagiri
  • Rinka Kakihara como Kayo Hinazuki (criança)
  • Shigeyuki Totsugi como Gaku Yashiro
  • Tomoka Kurotani como Sachiko Fujinuma
  • Noriko Eguchi como Akemi Hinazuki
  • Jin Shirasu (Happy Marriage!?) como Kenya Kobayashi (adulto)
  • Hidekazu Mishima como Sawada

Com direção de Ten Shimoyama e roteiros por Tomomi Okubo, a série será produzida pela Kansai TV, totalmente bancada pelo Netflix, e filmada em 4K em Hokkaido, na cidade de Tomakomai – a mesma na qual se passa todo o mangá.

O mangá de Boku Dake ga Inai Machi começou a ser serializado na revista Young Ace em junho de 2012, sendo finalizado em março de 2016. Ao todo tivemos 9 volumes compilados – o último contando apenas histórias extras. O mangá foi indicado para os prêmios Osamu Tezuka Reader Award em 2014 e Manga Taisho em 2015. A adaptação do mangá em anime estreou em 7 de janeiro de 2016 e teve 12 episódios. O título também teve uma adaptação em live-action para os cinemas lançada em março de 2016.

A série começou a ser publicada nos Estados Unidos pela editora Yen Press em uma edição 2 em 1. O primeiro volume já pode ser adquirido AQUI.

A história gira em torno de Satoru, um mangaká que tem um dom que o obriga a voltar ao tempo para evitar mortes. Quando a mãe dele é assassinada, ele volta ao tempo para resolver o mistério, mas acaba indo de volta para a escola primária, logo após o desaparecimento de seu colega de classe Kayo.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Alex Marins

    Uma dica para as próximas materias sobre a Netflix.. A propria ja diz que usar o pronome “o” está errado, o certo é “A” Netflix… flies away!

  • Victor Hugo

    Muito bom, o anime foi muito corrido e simplificaram muitas coisas e dúvido muito que dê para contar bem aquela história em um filme. Tomara que fique bem feito.

  • Pingback: Resumo de Notícias da Semana: de 12 a 18 de Março | ChuNan! - Chuva de Nanquim()

  • Giordano

    Um dos melhores animes que já vi! Certamente irei acompanhar a série na Netflix!

  • Luiz Carlos Aguiar Carrión

    esperando ansiosamente por essa série!