Preview – Boku no Hero Academia / My Hero Academia (Segunda Temporada)

Deku e companhia estão de volta!

Além de Ataque dos Titãs, que comentamos aqui ontem, outra série a ganhar a segunda temporada agora em abril é Boku no Hero Academia. Não é a toa que a temporada de abril é uma das mais comentadas e comemoradas entre os fãs de animes e mangás. É uma das mais cheias, com os melhores lançamentos e geralmente recheada de séries com hype. Diria que ela e outubro concorrem seriamente. O fato é que só a gente ganha com isso, principalmente pra quem ama bons e velhos mangás de aventura, ação, e que empolgam a cada episódio lançado. A Academia de Heróis está de volta.

ATENÇÃO: Se você não assistiu a primeira temporada sugiro que pare aqui. Os próximos parágrafos podem conter spoilers.

MY HERO ACADEMIA 2
(僕のヒーローアカデミア 2)
Episódios previstos: Indefinido
Estúdio: BONES / Direção: Kenji Nagasaki
Origem: Mangá / Gênero: Ação, Aventura
Estreia: 1 de Abril
Expectativa: ★★★★★
Site Oficial // Trailer // My Anime List

Deku conseguiu entrar na tão sonhada Academia de Heróis graças a ajuda de All Might e sua transferência de poder. Mas as coisas estão só começando. Agora chegou a hora de enfrentar os desafios das competições internas contra diversos outros alunos com super poderes, lutando para se destacar e para conseguir chegar ao seu grande objetivo de se formar e se transformar no herói que tanto sonhou. Porém isso não é tudo… Em todo universo de heróis, existe o outro lado da balança: os vilões. Deku, All Might e todos terão que enfrentar uma ameaça que nunca viram até ali. Um grande embate está prestes a começar. Qual dos dois lados triunfará ao final?

SITUANDO

Depois de dois trabalhos consecutivamente cancelados (Oumagadoki Doubutsuen e Sensei no Bulge), Horikoshi Kouhei lançou o mangá Boku no Hero Academia na revista semanal Shounen Jump em julho de 2014 e atualmente está em seu décimo segundo volume encadernado, tendo mais de 5 milhões de cópias em circulação e uma indicação no 8º Manga Taisho, um dos prêmios mais importantes do Japão. No Brasil, título começou a ser publicado pela editora JBC no final de 2016, e atualmente se encontra em seu terceiro volume.

A Shueisha ainda conseguiu render dois spinoffs para a série. ‘Vigilante: Boku no Hero Academia Illegals’, que vem sendo publicado na Shounen Jump Giga e ainda não rendeu um volume completo, e Boku no Hero Academia Smash!!’, série 4-koma que já conta com dois volumes encadernados. Ambas são desenhadas por assistentes de Kouhei Horikoshi.

Devido ao seu sucesso, o mangá recebeu uma adaptação em anime com 13 episódios produzido pelo estúdio BONES em 2016. Com direção de Kenji Nagasaki, roteiros de Yousuke Kuroda, character design de Yoshihiko Umakoshi e trilha sonora de Yuuki Hayashi, não demorou muito para que o estúdio confirmasse a segunda temporada da série, que estreia nesta temporada de abril – e que provavelmente será dividida em duas partes, com a segunda para outubro deste ano.

STAFF

Como dito anteriormente, sem grandes novidades no staff da série. Na verdade isso é extremamente positivo, uma vez que todos os envolvidos acertaram muito na primeira parte do anime. Nagasaki conseguiu colocar tudo de bom que vimos em Gundam Build Fighters na direção, deixando tudo muito fluído, divertido e que consegue atingir vários públicos. Aliás, a participação em Gundam é uma das grandes coisas em comum nesta equipe, com a maior parte já tendo participação em outras séries da franquia. Só o fato de uma carreira sólida e uma inclusão em uma das franquias mais importantes do Japão já nos dá certo respaldo para confiar mais no BONES.

A maior adição será um elenco recheado de novos dubladores, já que dezenas de novos personagens devem dar as caras. Nem todos foram revelados ainda, mas já sabemos de alguns nomes como Azu Sakura como Mei Hatsume, Saki Ogasawara como Itsuka Kendou, Kouji Okino como Tetsutetsu Tetsutetsu, Miho Masaka como Ibara Shiozaki e Kouhei Amasaki como Neito Monoma. Também esperem maior tempo de tela para alguns personagens que praticamente não deram as caras (ou apareceram por pouquíssimo tempo) na primeira temporada.

EXPECTATIVAS

Bem, não dá pra deixar de ter expectativas altas com essa série. A primeira temporada mostrou porque o BONES é um dos melhores estúdios de animação e como acertar a mão e adaptar uma quantidade pequena de volumes pode ser o caminho pra evitar algo corrido e cansativo ao mesmo tempo. Mas agora é que a coisa pega, já que teremos 9 volumes para serem adaptados se o estúdio quiser. Além disso, a verdadeira ação do mangá começa agora, com novos personagens e uma trama que vai envolver mais ainda aqueles que já foram fisgados no começo da obra.

Já falamos aqui algumas vezes, mas vale repetir: Boku no Hero Academia é um dos melhores shounen da atualidade e isso não é exagero algum. Já falamos aqui em duas resenhas, AQUI e AQUI, do poder da série de se apegar aos personagens principais e secundários, e torcemos para que esse clima continue a ser aproveitado na segunda temporada. Um dos grandes méritos da série é conseguir abrir espaço para todos (até pra vilão) e você conseguir sentir emoções e ambições de todos eles. Só isso já me faz pensar no quão fantástica é a obra no geral.

Essa segunda temporada trará alguns inimigos de verdade para Deku, Todoroki, Bakugou e companhia, algo que foi um pouco sentido na primeira fase. Quando a real ameça dá as caras, Boku no Hero se torna mais denso, mais pesado e muito mais forte do que você imagina que a série pode ser.

Shueisha não deve deixar de lado todo o potencial de seu mangá queridinho da Jump e um investimento maior e mais pesado deve ser feito também no marketing. Sabemos que no caso de mangás da editora, a maior obsessão é sempre vender mais volumes e tornar o anime um verdadeiro comercial da obra, mas todo o cuidado em adaptar por um estúdio considerado melhor (diferente de Black Clover, por exemplo, que vai ser adaptado pelo Pierrot) e dividindo os seus volumes em quantidades razoáveis de temporadas, mostra um tratamento diferenciado para a série de Horikoshi.

Vamos torcer para que a série seja tão boa quanto promete. E que mais e mais pessoas se interessem por esse mangá sensacional. A gente agradece (e provavelmente a JBC também).


NOTA: O anime terá sua estreia oficial no dia 1 de abril. Porém, no dia 28 de março os 3 primeiros episódios serão exibidos em um evento especial no Japão.
NOTA²: O primeiro episódio da segunda temporada será uma recapitulação da primeira parte da série.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post