Preview – Shingeki no Kyojin / Ataque dos Titãs (Segunda Temporada)

Segunda temporada is coming!

E os previews da temporada estão de volta! É hora de dar um espaço para os grandes destaques da temporada de abril deste ano de 2017 para que vocês conheçam um pouco mais do que está por vir. Pra começar, nada melhor do que o anime mais esperado por todos… neste ano, eu diria. A espera por essa segunda temporada de Shingeki no Kyojin foi grande, mas ela deve valer muito a pena.

ATENÇÃO: Se você não assistiu a primeira temporada sugiro que pare aqui. Os próximos parágrafos podem conter spoilers.

SHINGEKI NO KYOJIN: SEGUNDA TEMPORADA
(進撃の巨人 Season 2)
Episódios previstos: Indefinido
Estúdio: WIT Studio / Direção: Koizuka Masashi
Origem: Mangá / Gênero: Ação, Aventura, Drama
Estreia: 01 de Abril
Expectativa: ★★★★★
Site Oficial // Trailer // My Anime List

Após derrotarem a Titã Fêmea, a batalha contra os Titãs parece estar só começando. Com o mistério dos titãs dentro das barreiras das muralhas, agora as tropas terão que correr atrás de um segredo ainda maior para descobrir como eles foram parar lá. E o mais importante: como os humanos conseguem se transformar em Titãs e por que isso acontece? Qual a verdadeira identidade dos Titãs Colossal e Encouraçado? O que guarda Eren na parte mais obscura de sua memória? Ao lado de Mikasa, Armin, Erwin e todos os sobreviventes dos combates anteriores, a raça humana agora precisa decidir: é tarde demais para descobrir a verdadeira ameaça sobre a sociedade?

SITUANDO

Depois de ser desprezado pela Shueisha, Hajime Isayama lançou Shingeki no Kyojin na revista Bessatsu Shounen Magazine, da Kodansha, em 2009. Hoje, a série é um sucesso e se encontra em seu volume 21 no Japão – até o fechamento desta matéria. No Brasil, o mangá é publicado pela editora Panini sob o título de ‘Ataque dos Titãs’ e se encontra em seu vigésimo volume.

O mangá original de Hajime Isayama acabou dando forma para uma adaptação animada. A primeira temporada teve um total de 25 episódios e foi transmitida durante os meses de abril a setembro de 2013 (posteriormente, ainda tivemos 2 filmes de recapitulação). Tetsuro Araki foi o diretor da primeira temporada, com Yasuko Kobayashi nos roteiros, Kyoji Asano no character design, e o renomado compositor Horiyuki Sawano. O WIT STUDIO foi o responsável pela adaptação, que contou com um elenco de dubladores de peso como Kaji Yuuki, Ono Daisuke, Ishikawa Yui e tantos outros.

A série ainda inspirou diversos mangás spinoff, novels e projetos em filmes live action e um OVA. Dois mangás spinoffs – Shingeki no Kyojin: No Regrets e Shingeki! Kyojin Chuugakkou – receberam adaptações em anime. No Brasil, tivemos a publicação de No Regrets (sob o título de ‘Ataque dos Titãs – Sem Arrependimentos’) e de Before the Fall (mangá adaptado de uma novel e que no Brasil ganhou o nome de ‘Antes da Queda’), este segundo em seu oitavo volume no momento – com 10 em andamento no Japão.

STAFF

A maior diferença nesta temporada fica por conta da saída de Tetsuro Araki. Na verdade não é bem uma saída. O ex-diretor da primeira fase agora assume o cargo de diretor-chefe e será o responsável por dar ainda mais equilíbrio para a produção, em uma das decisões mais acertadas do estúdio até então. Nomes como Yasuko Kobayashi, Kyoji Asano e Horiyuki Sawano também continuam tocando todo o trabalho. A maior surpresa fica realmente por conta do novo diretor, que na verdade já está bem familiarizado.

Masashi Koizuka assume como diretor da série. O novato no cargo já é um veterano no ramo, tendo em vista que já trabalhou como diretor de animação em .hack//Roots, Hanasaku Iroha, Tokyo Magnitude 8.0 e outros. O mais próximo que chegou do cargo em Shingeki no Kyojin foi em outro anime do estúdio WIT, Owari no Seraph, quando ele trabalhou como uma espécie de diretor secundário da série – e provavelmente onde ganhou seu respaldo para dirigir um projeto tão grande. Claro que, com Araki no comando, suas decisões não devem dar rumos totalmente diferentes do que esperamos, mas é sempre legal ver um novato pegando um projeto tão importante – além de rolar uma boa cota de receio por parte dos fãs.

EXPECTATIVAS

Foram 4 anos. Quatro anos esperando por essa segunda temporada e ela está aqui. Batendo em nossa porta e dizendo: “Pode vir, o hype é real!”.

E eu estou totalmente confiante nisso. Com uma pequena ou outra adição no elenco, a segunda temporada de Shingeki no Kyojin demorou tanto tempo por um simples motivo: conteúdo suficiente para adaptar. Com 8 volumes sendo responsáveis pela primeira parte, temos nesta segunda temporada (no mínimo) 12 volumes para irem às telas. Lembrando que a primeira fase contou com episódios recaps e algum conteúdo “inédito”, não é difícil de se imaginar essa quantidade de volumes em mais 25 capítulos. Na verdade é muito plausível, já que do volume 9 em diante ganhamos grandes discussões e reviravoltas políticas e sociais dentro da série. Teremos também grandes batalhas (e quem leu o mangá sabe do que eu estou falando), mas principalmente diversas questões que serão respondidas – ao mesmo tempo que novas dúvidas surgirão. A ansiedade está a mil e espero que tenhamos uma animação fazendo jus.

A grande novidade aqui fica por conta da verba que provavelmente teremos investido na série. Se a primeira contou com diversos problemas de animação por conta de tempo de preparo e valor mal gerido nas despesas, não podemos dizer que nesta segunda temporada teremos os mesmos erros. Tempo é o que não falta, e provavelmente a Kodansha investirá um grande montante nesta brincadeira. Esperem cenas e movimentações ainda mais incríveis, somadas àquela trilha sonora maravilhosa do Sawano e todo o capricho que o maior sucesso do Wit Studio conseguiu alcançar a 4 anos atrás.

Também gostaria de lembrar que a primeira temporada consertou diversos pequenos errinhos que o mangá cometia, deixando a história ainda mais fluída e natural. E não duvido que tenham a mesma liberdade nesta nova fase da história de Eren e companhia. É realmente difícil achar uma adaptação que tenha acertado tanto, de tantas formas, como foi nesta. Shingeki no Kyojin chega com status de grande estrela destes próximos meses e tem de tudo para mostrar o motivo de toda a expectativa e hype em cima de seu retorno.

Como foi dito ali em cima, “o hype é real”.

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post