Mangá ‘Black Lagoon’ retorna após 3 anos

Mais um autor retoma sua obra na primavera japonesa.

A conta do Twitter da revista Monthly Sunday GX, da Shogakukan, revelou na sexta-feira (dia 7 de abril) que o mangá Black Lagoon, de Rei Hiroe, irá retornar na edição de junho da revista, que será lançada em 19 de maio.

O retorno do mangá já havia sido veiculado na revista em dezembro, mas não havia data de retorno divulgada. O tweet também revelou uma imagem do retorno do mangá.

A série de Hiroe começou a ser publicada em 2002 no Japão na revista Sunday GX, da editora Shogakukan, que lançou os 10 volumes encadernados, com o volume 10 tendo sido lançado em 2014, quase 5 anos depois do volume 9.

No Brasil, a Panini publicou até o volume 9 da série (o último lançado por ela em outubro de 2010 teve quase 300 páginas), mas não retomou a publicação para o volume 10 até hoje.

A série ganhou uma adaptação completa em anime de seus nove volumes, divididos em duas séries de TV (Black Lagoon e Black Lagoon: The Second Barrage) e a série de OVAs Black Lagoon: Roberta’s Blood Trail (que foi inclusive recomendado por nós no Eu Recomendo de animes de ação).

Okajima Rokuro é um daqueles japoneses que não estão mais nem aí pra nada da sua vida. Péssimo no emprego, sem ânimo para fazer nada e sem vontade de buscar o que fazer também. Porém como nada está presente no roteiro, Rokuro acaba portando um perigoso disco com uma informação secreta, o que acaba rendendo a ele um sequestro pelos piratas nomeados como organização Black Lagoon. Lá ele conhece diversos sujeitos que fazem de tudo por apenas um motivo: diversão. Entre eles está Revy, uma perigosa, sensual e brutal garota que será o par ideal para Rock, novo apelido de Okajima. Ele descobre que o disco era parte de uma perigosa missão de seu chefe e por isso ele havia sido enviado para a boca da morte. Sem ter o que fazer, mas com um ânimo totalmente renovado, Rock decide se juntar a Black Lagoon, e ao lado de Revy ele encontrará perigos e missões muito mais perigosas do que sua vida jamais iria imaginar que passaria.

Asevedo

Formado em design editorial e assistente editorial da Panini Mangás. Leio mangás e história em quadrinhos de diversos países. Assisto animes de forma esporádica. Sempre estou no Twitter.

Related Post