Mangá de ‘One-Punch Man’ ultrapassa a tiragem de 13 milhões de cópias

Lembrando que a segunda temporada vem aí!

Foi anunciado no capítulo 119 de One-Punch Man, de ONEYusuke Murata, que o mangá ultrapassou o número de 13 milhões de cópias impressas. A série é publicada pela Shueisha no site Tonari no Young Jump. O mangá havia alcançado 12 milhões de cópias impressas em 30 de março deste ano.

Saitama é um desempregado que um dia acaba salvando uma criança do ataque de um monstro, se lembrando que o seu sonho na infância era de se tornar um super-herói. Após o acontecimento ele decide treinar todos os dias e, após um duro treinamento de 3 anos, ele percebe as mudanças no seu corpo. Saitama fica forte e perde todo o cabelo. Em compensação, se torna tão poderoso que nenhum inimigo chega a ser páreo para feri-lo, o que o deixa desmotivado e com um sentimento de vazio por dentro. Se ao menos ele encontrasse alguém que desse uma luta que o deixasse realmente em perigo…

A obra desenhada por Murata adapta o quadrinho original de mesmo nome lançado digitalmente por ONE. No Japão, o 14º volume foi lançado em 4 agosto.

Transmitida no Japão entre outubro e dezembro de 2016 somando 12 episódios, a primeira temporada da adaptação em anime feita pelo estúdio MadHouse e com direção de Shingo Natsume (ACCA: 13-ku Kansatsu-ka) teve segunda temporada confirmada, mas ainda sem data definida.

Por aqui, o mangá é publicado pela editora Panini, com o nono volume programado para sair até o dia 10 deste mês. Todos os episódios da animação estão disponíveis, inclusive com dublagem em português, na plataforma de streaming Netflix.

Gabriel Sau

Gabriel Sau

Jovem rapaz formado em jornalismo e imitador do Silvio Santos. Fã e pseudo-crítico de quadrinhos e joguinhos. Colecionador de mangá que passa 80% do tempo falando sobre eles no Twitter.

Related Post

  • Francisco

    Incrível, arte impecável com muito estilo, personalidade e também com acabamento final impecável (o melhor que já vi, junto com as obras do Takeshi Obata nesse sentido). Além de personagens e trama divertida, muito bom.

  • Miguel Fara

    MT bom mesmo!! Super divertido 😄, mas ao msm mantem um ar misterioso acerca de seu principal personagem. Legal msm 👍

  • Stain, o Assassino de Heróis

    Interessante.

  • Marcos Correia

    Estava relendo desde o começo e é nítido que ele começa meio que sem maiores pretensões mesmo, sem uma direção específica e bem experimental. Depois o universo da série se expande muito, provavelmente depois que começou a ser publicado e fez sucesso.

    • Evandro Evandro Santos

      O mangá é baseado na webcomic, ou seja, dificilmente ele conseguiu uma expansão enorme pra que modificasse a história. Até a parte do Boros eu acredito que já estava pronta antes da publicação. Portanto o mangá não teve um “boom” com a publicação, neste caso foi o inverso, a popularidade da webcomic tosca, chamou a atenção da revista, que contratou um artista pra reescrever a história e depois a mesma foi publicada. O mangá é bom, não há o que discutir.

      • Marcos Correia

        É justamente o que eu disse, que ele começou mais de boa, sem o compromisso e o peso de uma publicação em revista, como uma série regular. É nítido nos primeiros capítulos.
        Quanto a “não há o que discutir”, discordo. Sempre há o que discutir. 😉