Semanada – ‘Hajime no Ippo’ #1197: Colapso

Cadê o próximo capítulo?


Ok, eu sei que está repetitivo falar de Hajime no Ippo aqui, mas eu considero ele o melhor mangá que está saindo na atualidade e preciso comentar mais um arco narrativo que me deixou um tanto apreensivo para o futuro da série. O engraçado é que todo esse arco que me deixou tão chocado começou justamente no ponto de virada que comentei aqui no último post sobre o capítulo 1069, lá em 2014. Ippo vs Alfredo pode ter tido consequências muito mais pesadas do que eu sequer podia imaginar.

Após a derrota, Ippo tem um longo período de recuperação, que não foi tão simples e tranquila como da última vez. Os danos que ele teve na cabeça foram severos e, aparentemente, algo grave aconteceu com o protagonista. Ippo não consegue fazer ou caminhar em linha reta, está com alguns reflexos atrasados e com problemas para se lembrar de alguns acontecimentos – sintomas que demonstrariam que o lutador estaria “quebrado” e que sua carreira acabaria tendo que ser encerrada. Porém, isso foi apenas um susto, e depois de muito descanso os sintomas sumiram e o garoto aparentemente estava bem.

Só que tudo ainda estava estranho, ele nunca esteve em tão boas condições físicas e o Dempsey Roll atingiu um novo estágio, mas Ippo continuava demonstrando que não estava bem, perdendo sparrings que aparentemente ele conseguiria vencer com uma mão nas costas e nem ao menos conseguindo desviar de jabs simples. Ainda assim, nos treinamentos ele demonstrava estar com força total.

#1197: Colapso

Finalmente chegamos na luta contra Antonio Guevaro, campeão Filipino dos peso Pena, o primeiro confronto de Ippo após sua derrota oficial e aparentemente o que seria uma vitória tranquila do ex-campeão japonês depois de alguns rounds. Como na luta anterior, o domínio completo é de Ippo, que ainda está se acostumando a lutar contra um canhoto e a cada soco o campeão Filipino começa a perceber que aqueles não eram jabs e diretos comuns. Percebendo sua dominância, Ippo começa a se planejar para usar o novo Dempsey Roll que ele e o treinador desenvolveram, querendo demonstrar que os ensinamentos do Kanogawa podem ser efetivos contra qualquer um… Porém, algo sempre dá errado na hora de usar o golpe.

Toda a impaciência de Ippo resulta em golpes e contragolpes bem encaixados de Antonio Guevaro que aos poucos começam a acumular dano no japonês e algumas quedas começam a acontecer, algumas escondidas por causa de tropeços e outras de socos potentes. Aos poucos o treinador começa a perceber que algo muito sério está acontecendo, mas parece ser um tanto tarde. Ippo aparentemente está quebrado e se isso for verdade tudo pode acabar após essa luta.

Lá em 2014 comentei que já achava que o mangá estava perto do fim, mas 3 anos depois eu estava convicto que a história ainda tinha muito pano pra mangá. Só que esse último capitulo me provou que bem podemos ir para um caminho muito menos clichê, onde Ippo seria campeão mundial. Ele estar quebrado pode ser um blefe do autor, mas ainda assim mudou muito a minha visão sobre essa luta, que para mim era só mais uma qualquer para mostrar como ele estava poderoso e se tornou uma luta totalmente decisiva e importante, onde eu não faço ideia do que vai acontecer. Com algumas páginas Morikawa me fez lembrar de todo aquele flashback da juventude de Kamogawa, onde o mostra com Nekota, com um futuro brilhante que pode ser destruído por uma doença e como aquilo afetou aqueles dois até o momento atual.

São 1197 capítulos, 28 anos de publicação e eu não sei como me sentir em relação a tudo isso. Sinceramente acharia extremamente corajoso o mangá finalizar sem que o protagonista se recuperasse e tivesse que encerrar sua carreira, mas no fundo do meu coração eu não quero ver o Ippo ter um final tão infeliz e que tudo seja apenas um blefe do autor. Ainda assim um twist e demonstrando que um mangá de 89 consegue ficar cada vez mais refrescante e animador.

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post

  • Felipe

    quando eu li o 1197 eu fiquei sem reação.. passou umas horas e quase comecei a chorar, pensando nas coisas que podem vir a acontecer, eu nunca tinha ficado triste desse jeito lendo um manga

  • Camilo Lelis Ferreira da Silva

    Será que o Autor vai Anunciar que o Mangá Está Acabando?

  • Morikawa tá me deixando maluco. Como pode um mangá de quase 1200 capítulos ser tão imprevisível?
    Só de pensar que ele pode fazer um final onde o Ippo se aposenta “quebrado”, me dá arrepios.

  • willian

    Seria impactante demais se isso acontecesse. Acho q seria um final BEEM triste. Não dá nem pra acreditar+

  • Horizon hc

    Eu estou altamente frustrado ainda, esse capítulo me pegou mais de surpresa do que a derrota para o Alfredo, e sinceramente estou com um turbilhão de emoções, boas e ruins que se misturam e não sei direito o que sentir, Morikawa é um artista para se ter em referência em qualquer tipo de literatura, agradeço a termos as scans gringas e BRs, pq essa obra é uma das que nao podem passar batidas fora das terras nipônicas, detalhe para as expressões do Kamogawa ao longo do cap, aquelas imagens me definem, com fim da série se aproximando ou não, acompanharei com mais afinco ainda, e é bom encontrar locais como o chuvadenanquim, para ler e debater sobre obras assim.

  • GotToGetBack, back to the past

    Alguém poderia me dizer por onde eu posso começar a ler?

    Não quero começar do começo, quero da onde Hajime no Ippo: Rising termina.

    • Dieghoull

      Baixa o aplicativo mangá rock, tem todos capítulos!

      • GotToGetBack, back to the past

        Esse app não abre nenhum mangá no meu celular, ele me rediciona pro site onde o mangá tá hospedado /hm

        Mas tá de boa

    • Asuma Yon

      Começa a ler a partir do 560.
      Eu leio na Union Mangás.

      • GotToGetBack, back to the past

        Valeu. Me encontrei aqui e comecei a ler

  • Lucas Lôbo

    Apesar de ser um final MUITO triste, eu ficaria muito satisfeito com um desfecho onde o Ippo não alcança o título mundial.
    Existem muitas séries excelentes, mas maioria delas seguem o mesmo roteiro batido no final onde tem um final feliz ou parcialmente feliz, e isso as vezes é frustrante.
    E caramba! Eu acompanho Hajime no Ippo a uns 12 anos, mas não fazia a mínima ideia de que a série já tinha incríveis 28 anos!!! Nunca tinha pesquisado isso e agora só admiro mais ainda o autor.
    Também fico com a impressão de que a série tem muita história para rolar, até porque alguns personagens secundários (Itagaki, principalmente). Mas vendo os capítulos com poucas páginas que as vezes são lançados, e alguns problemas de saúde do autor, não duvido que o fim dela esteja sendo adiantado.
    Boa matéria, vlw!

  • Lucas Donizete Silva Ribeiro

    Que mangá meus amigos! Achava que Slam Dunk era o melhor mangá de esportes, mas Ippo supera. Bato palmas para o autor, que coragem! Eu me senti um caco, tô com um turbilhão de emoções. Senti o aperto no coração igual ao Kamogawa, lembrei de tudo que ele passou com Nekota. Mangás que despertam diversos sentimentos; seja alegria, tristeza, força e determinação, devem ser exaltados e valorizados. Ippo não é só um dos melhores mangás da atualidade. Ippo é uma lição de vida!

  • Everardo Junior

    Seria surpreendente mesmo é se o final fosse feliz.

  • Asuma Yon

    Estou em pedaços, em pedaços, ainda penso que é uma das babaquices que o Ippo dá. Em vez de concentrar na vitória, ele tá querendo usar golpes de novo. Parece que naum aprendeu nada com a luta passada. Alguém que só ama boxe, valoriza os golpes, mas pra ser mundial precisa valorizar a si mesmo e desejar a vitória.
    Ainda creio que ele mesmo caiu pq percebeu que ficou fora de controle…tenho esperança que é isso.
    Esse mangá é muita sofrência.

  • Hunter_Superior

    Esse último capítulo deixou claro que o Ippo irá fazer de tudo pra mostrar o novo dempsey roll, e isso está afetando seu psicológico, o que acaba o deixando cheio de aberturas…não quero acreditar que ele esteja quebrado!

  • Horizon hc

    a quem interessar, 1198 já disponível.

  • Arle Janso Kurogane

    Graças à essa fase descobri algo que não estava por dentro, que o Magila sofre de tal doença, desde 2015 está em tratamento, pra quem não gosta do Danilo à outras matérias pela net.

  • Diego Crepaldi

    Bom dia,

    Algumas semanas atrás eu li esse comentário sobre o capítulo 1198 e achei interessante a idéia do autor de deixar esse suspense, podendo acabar o mangá com Ippo se aposentando por causa da síndrome do boxeador ou ele superando esse obstáculo e ainda assim chegando ao título mundial. Mas, tenho outro pensamento a respeito do assunto. Takamura disse ao Ippo que se ele quisesse continuar e chegar ao nível mundial ele teria que deixar de ser humano, não importando em chegar bem para sua mãe em casa como ele estava pensando em cada luta. Essa luta do capítulo 1198 lembra muito a luta do primeiro título mundial do Takamura, contra o Bryan Hawk, onde ele não se lembra de suas quedas. Vejo que na verdade o autor está fazendo Ippo atravessar aquela divisa que o próprio Takamura fez entre eles, tudo isso para chegar ao nível mundial e derrotar Ricardo Martínez, conhecendo, assim, o verdadeiro significado do que é ser forte.

  • Leandro Martins

    Não sei se leram até o 1203. Acabei de ler e sinceramente fiquei um tanto decepcionado. Ao mesmo tempo que o desfecho seria totalmente fora do clichê, eu fiquei muito chateado. Anos lendo isso e no final aparente será triste…

  • André Duarte

    Eu acho que é o fim… felizmente o final não será pior que Ashita no Joe… onde o final é parecido só que ele morre… mas é isso ai… espero que tenha um final regular/bom mesmo se aposentando.

    • Eu

      Ah, foi legal o spoiler, valeu cara.

  • Bruno Brum

    Impressionante!! Mas fica a pergunta, se o mangá está indo para o final, o que acontecerá com Takamura, visto que pretende conquistar os 6 títulos… além disso, teríamos muitos outros pontos soltos, por exemplo, ippo x myiata, uma luta que esperamos por mais de 1100 volumes… Isto inclui até qual patamar mundial Myiata, Sendo e Mashiba conseguiriam chegar
    … enfim, tem muita história para rolar se o autor ainda assim o quiser, mas confesso que espero – pela primeira vez – que o final seja clichê, com o protagonista superando tudo.

  • mano-chan

    Não posso negar que a história está incrível e apesar de sempre dizer “tô puto, vou largar sapoha” sempre que um novo capítulo é disponibilizado online eu o leio….e fico puto de novo. Mas concordo contigo, pensei que seria apenas uma repetição da “pós-derrota contra o Date” e, no fim, foi bem mais do que isso. Porém, não acho que a série vá terminar dessa forma, não é uma confiança advinda de alguém que leu trocentos mangas (serio, não fiz… mas cheguei perto xD) é que apenas… Da mesma forma que nós, leitores, nos afeiçoamos aos protagonistas; Creio que seus criadores fazem o mesmo, aliás, até com mais afinco kkkk

  • Kiko Rarara

    Nem sempre fora do clichê quer dizer bom. Existe um sentimento de traição que muitos fãs vem sentindo, é um manga de longa data e o que foi apresentado até agora não foi interessante. Ao meu ver ficou um tanto quanto transparente que o autor não conseguiu desenvolver bem o manga a partir de certa parte. Ele tirou o foco do protagonista, focando em outros personagens que não tiveram nenhuma grande mudança ao longo do anime. Takamura continua invencível, Aoki e Kimura ficavam em um looping infinito.