Panini anuncia a publicação do mangá ‘I Am a Hero’

Dia dos Mortos é dia de mangá. Ou não?

Depois de anunciar a publicação de The Walking Dead, a Panini acaba de anunciar mais uma obra com foco nos zumbis. Trata-se de I am a Hero, série já aguardada há muito tempo pelos brasileiros.

De autoria de Kengo Hanazawa publicado na revista Big Comics Spirits desde 2009 a série chegou ao fim com 22 volumes, com o volume derradeiro sendo lançado em 2017. Também foi lançado o oneshot spinoff  I am a Hero in Osaka e diversos mangakás lançaram capítulos especiais na revista. A série foi adaptada em filme live-action e ganhou diversos prêmios, entre eles o do Festival de Filmes Fantásticos de Brussels (o BIFF), do Fantasporto em Portugal e o Festival de Filmes Sitges, na Espanha.

Hideo Suzuki é um assistente de mangaká de 35 anos de idade que luta para ser o herói em sua própria vida. Lutando para criar uma nova série ao mesmo tempo que faz malabarismo em seu relacionamento com sua namorada e seus próprios delírios. No entanto, tão duro como Hideo pode tentar, o mundo parece ter diferentes planos para ele; maquinações sinistras e escuras que derrubam completamente a sua realidade quando as pessoas começam a se tornar mortos-vivos infectados pelo vírus “ZQN” durante a noite. Depois de ser atacado por sua namorada infectada pelo ZQN, Hideo foge de Tóquio equipado com sua espingarda, um de seus hobbys. Ele viaja com Hiromi, uma colegial que ele encontra por acaso, e eles enfrentam a situação desesperada com a ajuda da enfermeira chamada Yabu em um shopping center.

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post