Primeiras impressões – Steins;Gate

Um cientista insanamente louco, uma garota cujo passatempo é fazer roupas para cosplay, um super hacker e um novo integrante no blog… huh?

“Hoje comemoramos 2 meses de existência do blog. Uma data muito significativa para mim (Dih) já que em tão pouco tempo conseguimos números realmente importantes. Tinhamos uma série de coisas agendadas para hoje, mas vários imprevistos acabaram acontecendo. Mas nem tudo se foi: Quero apresentar para vocês o Luk, o novo redator do blog. Espero que curtam as postagens dele e saibam que escolhi ele justamente pela confiança e pela semelhança nos nossos gostos e maneira de pensar. Boa sorte amigão, e que o Chuva de Nanquim cresça muito nos próximos dias, meses e anos!”

Um novo integrante no blog, mais um louco para o bando de loucos. Não sou muito bom com palavras e escolhi justamente o anime mais difícil de comentar. Diferente do Dih, eu procuro não me informar tanto sobre os animes de cada temporada, justamente para não ter a expectativa, que às vezes deixa seu hype lá em cima e te derruba com uma facilidade tremenda. E é assim que começa meu primeiro “Primeiras impressões” onde eu pulei de cabeça em uma ficção científica sem nem saber o que era.

A história

Okabe Rintarou ou como ele prefere se chamar, Hououin Kyouma, é um autoproclamado cientista insanamente louco e o mais procurado por uma “Organização Secreta” que todos acham que existe apenas em sua cabeça. Ele é o criador do grupo Gadget do Futuro que tem como objetivo a revolução das estruturas que dominam o mundo, criando invenções que tragam o caos.

O grupo possui apenas mais dois membros, Shiina Mayui, uma garota avoada e membro solitária do laboratório, cujo passatempo é fazer roupas cosplay, de acordo com as palavras de Kyouma. E o super hacker Hashida Itaru ou Daru, melhor amigo do protagonista, possui um ótimo conhecimento em hackear tanto hardware quanto em software.

A história começa com Kyouma e Mayuri indo para uma conferência sobre uma possível teoria para uma máquina do tempo funcional criada pelo Professor Nakabachi. Após alguns acontecimentos, ele ouve um grito e resolve ver o que aconteceu e encontra o corpo esfaqueado de Makise Kurisu, uma garota que ele tinha conversado pouco tempo antes dela ser morta.

No caminho de volta para o laboratório do grupo, ele resolve mandar uma mensagem de texto para Daru, informando sobre o acontecimento e ao confirmar o envio acontece algo inesperado que talvez tenha a ver com a única invenção de Kyouma: o Telefone Microondas.

Considerações técnicas

Steins;Gate é baseado em um jogo do X-box 360 que faz parte do mesmo mundo de Chaos Head, aproximadamente um ano após os acontecimentos em Shibuya. Produzido pelo estúdio White Fox que fez Katanagatari, se destaca com uma excelente animação e que não desaponta, comprovado pela excelente abertura que pode ser vista AQUI.

O anime possui um humor diferente da maioria dos que temos por ai e tem uma excelente história de ficção científica que usa teorias populares sobre viagens no tempo. E eu acredito que muita coisa vai acontecer e mudar em Steins;Gate, só espero que não fique igual a Chaos;Head, que se começou como uma das promessas da temporada e foi ficando muito ruim, onde 20 minutos pareciam uma eternidade.

Os personagens são todos carismáticos com um dos melhores protagonistas dos últimos anos: Kyouma é engraçado sem ser extremamente forçado, a loucura é hilária e ele é muito inteligente, então pode esperar por debates e conversas divertidas. E não vai demorar muito para você gostar de todos os outros em especial a Mayuri, que é a típica cabeça de vento que não percebe o que está acontecendo em sua volta. Claro que é clichê e tem dezenas de personagens assim hoje em dia mas quero ver você dizer que não gosta dela.

Opinião geral

Se você gosta de ficção científica com pitadas de teorias da conspiração, então você se sentirá em casa. Steins;Gate me deixou uma ótima impressão com os 3 primeiros episódios, ficando pra mim em uma disputa séria com Deadman Wonderland e Iroha.

Claro, muitos de vocês podem odiar o anime mas eu adorei e torço muito para que a historia não fique galhofa como aconteceu com Chaos;Head.

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post