Review – Afinal, o que há de especial em Pokémon Special?

pokemonspecialheaderA história que já deveria ter sido adaptada para o anime…

Em fevereiro de 1996 foram lançados no Japão dois jogos para Gameboy, chamados Pokémon Red e Pokémon Green sendo um sucesso e chegando a vender um milhão de cópias em apenas um ano. Mas essa marca apenas se tornou um marco na cultura pop após o começo do seu anime em 1997, que marcou a vida da geração dos anos 90: não tinha uma criança que não conhecia o nome Pikachu. Os jogos começaram a vender muito mais após o anime, produtos de qualquer tipo foram vendidos (de caneca do Pokémon até um fusca com o rosto do Pikachu), mas hoje em dia o anime já não tem mais tanta qualidade. Ou ao menos não comparada ao passado.

pokemonspecial2A primeira temporada de Pokémon foi incrível! Eu assisti novamente no ano passado, então não é saudosismo da minha parte. A qualidade das lutas e da história eram acima da média e com o passar do tempo a qualidade foi caindo cada vez mais. Claro que não estamos falando em qualidade de animação, até porque tal comparação seria totalmente sem fundamento comparando os recursos de meados da década de 90 com os anos 2000. A queda começou mais ou menos quando eles foram para a Liga Johto, ficando muito mais infantil e repetitivo. Basicamente a história mostrava o grupo (Ash, Misty e Brock) encontrando um amigo novo (Pokémon ou pessoa) e no final a Equipe Rocket tentava roubar o Pikachu e o Pokémon da pessoa, mas acaba estragando tudo no final e voando pelo espaço. As batalhas de ginásio e as histórias envolvendo os líderes de ginásio eram cada vez mais batidas e sem a mesma emoção dos treinadores de Kanto (salvo algumas excessões).

Porém, existe outra história vinda dos games e menos conhecida que o anime. Estamos falando do mangá de nome Pokémon Special ou Pokémon Adventures como é chamado nos Estados Unidos, que é o que esse post vai comentar. O que há de diferente nessa história?

pokemonspecial8A História

Pokemon Special é de autoria de Hidenori Kusaka e conta a história de Red, um treinador Pokémon de uma cidade rural chamada Pallet. Durante um dia de captura um garoto comenta sobre a possibilidade de Red ir falar com o Professor Carvalho para melhorar as suas habilidades, como ele havia feito com o seu neto e que por sinal tinha acabado de voltar para a cidade. Pensando sobre o assunto ele acaba trombando com alguns membros da equipe Rocket e ouve rumores sobre um Pokémon lendário em um bosque perto da cidade. No bosque ele encontra Green batalhando com o Pokémon lendário e no final os dois acabam derrotados.

Após a derrota, Red acaba indo para a casa do Professor, lugar que ele sempre manteve distância, pensando que ali era o único lugar onde ele aprenderia a ser um grande Treinador. Porém o professor acha que ele é um ladrão e acaba acidentalmente deixando todos os pokémons do laboratório fugirem. Os dois correm para capturar todos e no final o professor percebe a grande habilidade do garoto e resolve ajudá-lo. Ele entrega para o garoto um Bulbasaur (ele já tinha um Poliwhirl) e uma Pokédex (uma espécie de agenda eletrônica com enciclopédia) e acaba dando conselhos sobre ser um grande treinador para ele. Após isso Red sai e vai atrás de seu sonho: ser o melhor treinador do mundo!

pokemonspecial5Opinião Geral

Bom, primeiro eu gostaria de informar que este mangá não é aquele que saiu no Brasil. Aquele se chamava “As Aventuras Elétricas de Pikachu” e tinha apenas 4 volumes! Pokémon Special é de 1997 e continua saindo até hoje! Vocês devem se perguntar o que tem de tão diferente no mangá, já que minha sinopse parece bastante com a do anime. Porém acredite: é completamente diferente. A coisa que vocês mais vão perceber é que eles realmente tentam explorar e ampliar o universo do jogo. Acho bem legal que eles adicionam algumas coisas que nunca foi falado no jogo ou no próprio anime, como por exemplo uma das minhas maiores perguntas: como raios eles sabem qual Pokémon está em qual pokébola?

O personagem principal, Red, é completamente diferente do Ash. Ele é realmente um treinador diferenciado, ótimo em batalhas, nunca ele deixaria seus melhores Pokémons de lado (Sim Ash, ainda estou irritado por você ter deixado o Butterfree e o Pidgeot) e sempre que pode tenta capturar um novo Pokémon. Mas ele acaba sendo o personagem principal por pouco tempo…

pokemonspecial7O que realmente é o diferencial no mangá é que a cada novo arco o personagem principal muda! Por exemplo, Red é o principal durante todo o arco que cobre os jogos Red & Green. Já no próximo arco, que representa o jogo Pokémon Yellow, um novo treinador aparece, chamado Yellow. No arco do Silver e Gold aparece o personagem principal chamado Gold e assim sucessivamente até hoje em dia, no qual o personagem principal é o Black, no arco dos jogos Black & White.

Esse esquema de troca de principais não nos deixa enjoar do personagem e muda o tipo de história, anos se passam, personagens que conhecíamos aparecem mais experientes (a volta do Red é uma coisa incrível) e a história vai ficando cada vez mais divertida. Falando em história, ela é completamente diferente do anime e dos jogos: a equipe Rocket não é tão besta quanto no anime, tendo até alguns integrantes que vão surpreender vocês. Fora que existem algumas cenas fortes! Tenho que dar um spoiler aqui, mas só pra dar um exemplo: Em uma das lutas, uma Arbok acaba sendo cortada ao meio! (Já pensou isso no anime?)

pokemonspecial1Considerações Finais

Uma pena é saber que dificilmente virá para Brasil, já que a grande febre Pokémon passou (embora ainda seja uma das marcas que mais dão retorno no mercado nacional) e acho que alguns não comprariam por puro preconceito ao nome que remete à sua infância. Porém, a série quase foi publicada no Brasil pela Conrad na mesma época do lançamento de Dragon Ball e companhia, mas por um imprevisto com a editora japonesa acabou sendo barrada de última hora.

Tirando isso, Pokémon Special tem uma ótima história baseada nos jogos, sem as infantilidades irritantes do anime (não que animes infantis sejam ruins, mas em alguns momentos as lições de “moral” de Pokémon irritam um pouco) e com vários protagonistas com personalidades diferentes (não muitos, mas…). Ainda não sei por que esse mangá não teve uma adaptação em anime! Pokémon Special é tudo o que o anime “original” não foi e não é. Além disso… caramba, ninguém mais aguenta o Ash e seus eternos 10 anos. (Será que ele é um vampiro??)

pokemonspecial4Recomendado para quem é fã e também para quem não é! Ao menos deem uma chance lendo os 3 primeiros volumes, que cobrem o arco do Red & Green. Vocês podem achar por ai os capítulos traduzidos em português. Quem preferir, o mangá também é publicado nos Estados Unidos pela VIZ!

pokemonspecial3

por Luk

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post