Review – Um sucesso chamado 'Kyou, Koi wo Hajimemasu'

kyouheaderDuas pessoas com um nome em comum e personalidades completamente opostas. Um casal assim daria certo?

Sabemos que um anime em muitos casos é determinante para o sucesso de determinadas obras. Mas nem todas podem ser enquadradas assim. Muitos grandes sucessos não saem das páginas das revistas para as telas e mesmo assim fazem enormes sucessos e vendem quantidade exorbitantes de volumes totais. No caso de shoujos, muitos viram doramas ou filmes, outros nem isso. Esse mangá é um dos casos que provam que nem sempre a adaptação é necessária para o sucesso.

5Kyou, Koi wo Hajimemasu é um mangá shoujo de sucesso no Japão, contando com 15 volumes encadernados no total, finalizado no final do ano de 2011. Em 2010 foram lançados dois OVAs produzido pelo estúdio J.C. Staff, também responsável por animes como Honey & Clover, Special A, Uragiri wa Boku no Namae o Shitteiru e Bakuman, mas nada mais. Apesar da vontade dos fãs em ver uma série animada ela nunca saiu do papel e o J.C. Staff não parece ter algum interesse no mesmo. Em 2012, após o término do mangá, um filme live action foi lançado e alavancou ainda mais a popularidade do título que já era alta. O último volume “sentiu” muito bem a reação do público.

Apesar de não ser lançado nos Estados Unidos, o mangá foi licenciado em diversos países como Alemanha (TokyoPOP), Espanha (Ivrea) e França (Panini). O mangá se tornou um enorme sucesso independente da mídia adaptada e mesmo finalizado continua vendendo muito em seu país de origem.

10A história

Hibino Tsubaki é uma garota que está iniciando o seu primeiro ano do ensino médio e é viciada em uma coisa: arrumar cabelos. Apesar dela não ter confiança para fazer penteados em si mesma e usar roupas bonitas para que fique “na moda”, ela gosta de fazer penteados fofos na sua irmã mais nova. Em sua nova escola, é um costume o aluno com as melhores notas fazer o discurso de abertura. Enfim, em seu primeiro dia de aula ela senta ao lado de um garoto chamado Kyouta Tsubaki que tem um cabelo muito grande para um menino.

Apesar dele ser o mais inteligente, ele é o garoto mais rude que ela já conheceu e infelizmente está sentando ao seu lado durante as aulas. Logo de cara, ele fala mal do penteado dela. Durante a briga, Tsubaki acaba cortando um pedaço do cabelo dele. Ele exige que ela pague por isso, seja com 50,000 ienes, ou com o seu corpo. Ocorre um mal-entendido e ela acaba fazendo algo totalmente diferente do que ele esperava. Ela se desculpa e decide corrigir o cabelo de Kyouta que acaba ficando melhor do que antes, na opinião dela. O garoto acaba ficando bravo, e diz que como pagamento pelo que fez, ele irá tirar dela todas as suas primeiras experiências e a beija.

3Considerações Técnicas

Lançado em 2008 na revista Sho-Comi da Shogakukan, ‘Kyou, Koi wo Hajimemasu’ (que significa algo como ‘Hoje, começa o nosso amor’) é de autoria de Minami Kanan, famosa por diversas obras com o gênero ‘smut’, que envolva uma temática mais adulta e na maior parte das vezes envolvendo cenas de teor sexual. KKWH – como é conhecido entre os fãs – acabou se tornando sua obra mais famosa e com 15 volumes já vendeu mais de 11 milhões de unidades no Japão. Posso afirmar que já li todas as obras dessa autora, e de longe essa é a melhor de todas. Todos os mangás anteriores, como dito, são caracterizados por cenas “quentes” muito exageradas, protagonistas fracas e, às vezes, até algum estupro. Eu particularmente não gosto muito disso em um mangá. Mesmo com cenas “fortes”, em KKWH esse tipo de fanservice é muito melhor utilizado.

8Ela se superou em Kyou, Koi wo Hajimemasu. Como todo shoujo, uma hora os dois irão se apaixonar, mas a autora soube colocar alguns obstáculos bem interessantes no relacionamento deles: problemas com a mãe, melhor amiga, uma promessa com um amigo de infância, a vontade de permanecer virgem por parte da garota. Acho tudo isso bem próximo da realidade, deve ser por isso que o mangá fez tanto sucesso no Japão, fazendo com que o público alvo fosse bem “atingido” por causa das temáticas da série.

Nem tudo são maravilhas. Os outros personagens do mangá são muito interessantes também, mas infelizmente Kyou, Koi wo Hajimemasu apenas foca-se no casal principal. É uma pena, pois a autora sabe criar ótimos personagens. A irmã da Tsubaki deveria ser mais trabalhada. Ela é uma garota forte, engraçada e sempre marca presença em suas aparições ajudando, dando conselhos, dando bronca na irmã.

6Minha parte favorita do mangá é quando aparece um amigo de infância do Kyouta, o Haru. Eles tiveram uma briga há muitos anos por causa de uma garota, que é a verdadeira culpada, e o inocente Haru prometeu que, quando o Kyouta achasse uma garota que realmente amasse, ele destruiria o relacionamento dos dois. Claro que acabou sobrando para a Tsubaki. Por causa de toda essa briga, os dois acabaram terminando o namoro. São nesses momentos que a irmã dela aparece e diz coisas que abrem a cabeça da garota. Tsubaki vai em busca da causadora da briga dos amigos de infância e descobre toda a verdade, mas ainda assim quer fazer com que os dois garotos voltem a ser amigos, então acaba virando uma confusão danada. É de fato a melhor parte do mangá. Os personagens terciários foram bem trabalhados e apareceram muitas vezes. É aqui que a autora aplica de forma muito firme toda a sua qualidade.

4Kyou, Koi wo Hajimemasu trabalha com o leitor com mensagens como “O que serei no futuro? Meu sonho ou a vontade dos meus pais?”. Como foi dito, o romance principal não é algo fácil como em séries como Kimi ni Todoke ou Sukitte Ii Na Yo. Aqui temos fatos como um acidente que acaba separando o casal por um tempo, o amadurecimento da garota em relação ao seu amor e a aparição de um homem que pode abalar o coração dela.

Além disso, outra coisa para se destacar no mangá de Minami Kanan é seu o traço, realmente é um dos mais bonitos que já vi dentro do g~enero, além de que os quadros são bem colocados, dando uma visão muito agradável ao leitor alvo da série.

1Comentários Gerais

O mangá é sobre o dia-a-dia de um casal e poucos mangás que seguem essa linha acabam nos prendendo. É engraçado, mostra de uma forma muito bem explicada e sem enrolação os problemas que o casal enfrenta e é maduro na medida certa. A leitura é super rápida, cada capítulo não passa de 25 páginas pelo fato de ser serializado em uma revista quinzenal. 

Eu devo ter lido os primeiros 8 volumes em dois dias. Sei que logo de cara pode parecer clichê, mas esse mangá é realmente bom e merece uma chance de todas as pessoas que gostam de um bom shoujo. Apesar de possuí-los, a autora sabe como trabalhar tais clichês, o que torna a leitura mais gostosa e agradável para quem gosta do gênero – lembrando que a série possui no começo, de certo modo, uma linguagem mais adulta e com cenas mais fortes no sentido sexual. Eis uma boa chance para conhecer mais um em seu repertório.

7

por Ariela

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Ariela <3
    KKWH! <333333
    Ficou ótima a review, Ariela!! =)
    E sobre KKWH ainda… xD
    Recomendo também esse mangá, a história prende bastante, e é bem interessante!!

  • Kyou, Koi wo Hajimemasu é um shoujo muito gostoso de ler, gosto muito mesmo dele ^-^
    Ótima review, Ari e bem vinda ao ChuNan =D

  • Mari

    Me interessei pelo mangá, tomara que chegue aqui no Brasil =D
    Ah, e seja bem vinda ao Chuva de Nanquim, eu gostei da review 😉

  • Ricardo FH

    Ótima review, você escreve muito bem.
    Esse mangá me deixou interessado, apesar de ser homem eu gosto de quase todos os tipos de mangás e principalmente animes (dificilmente eu acho algum anime péssimo). Espero que ele seja publicado por aqui algum dia, pois não gosto de ler no PC.

  • Vou dar uma olhada, pareceu interessante, gosto de mangás que os personagens se desenvolvem, só n curto muito o traço da maioria do shoujos, o jeito que eles desenham os homens por exemplo, acho muito exagerado, principalmente o rosto, mas se o mangá for bom, n vai ser isso que vai tirar o brilho dele, espero mais reviews suas moça, boa sorte.

    • Léo

      Brilho vai ter Vai nessa certeza Kkkkkkkkkkkkk’

  • Parabéns Ari o post ficou otimo deu vontade de le-lo ate o fim !!
    Vc sabe que sempre gostei dos seus comentarios d kkwh ainda + pq as vezes fica nós duas no msn comentando sobre eles rsrsrs … sério amei d verdade e agora sempre vou estar aqui pra ver seus post’s….Beijooooos

  • Ariela a menina dos infinitos mangás importados, Boa Sorte, melhor, Sucesso !

  • Ariela, a morena otaka mais bonita do meu twitter <33333, legal esse título ai, eu leria claro, isso se tivesse algum scan BR fazendo =/

    • Falha minha como sempre xD, lerei =D

  • Só podia ser review do KKWH… Tb recomendo esse shoujo. Eu adoro. Não estou encontrando raws em japonês para acompanhar com o Japão, mas vejo as raws em chinês e pego um resuminho em japonês em um blog que encontrei, assim não passo tanta vontade até meus volumes chegarem para poder ler.

    Só que ver essa review me deu uma vontade de pegar o mangá de novo para ler… Olha só o que você fez, menina!!! Eu precisava trabalhar agora!!!

  • Olá Ariela! Bem vinda ao Chu-Nan o/ Você escreve muito bem, e sua review está ótima! Não tenho muito o que comentar porque li apenas o primeiro capítulo de KKWH na internet e apesar de achar interessante, não tive muita motivação para seguir com a leitura do mangá (Na verdade, não gosto muito de ler mangá pela net)…

    Eu sabia que os protagonistas, os Tsubaki iriam se apaixonar, namorar e ter alguns problemas, mas seu post tá com alguns spoilers… Não que eu esteja reclamando! Sem fazer alguns spoilers, é impossível fazer uma review xD Então eu li por conta própria e risco ‘-‘

    Preciso dizer que o estilo do mangá, a princípio, me lembrou um pouco o de Full Moon wo Sagashite.

    Espero que continue escrevendo reviews de Shoujo aqui para o Chu-Nan, tá faltando um pouquinho disso por aqui, haha xD (Não que eu dispense um bom Shounen :D)

    Até à próxima ^__^-

  • Aeeeh! Shoujos são sempre bem vindos! já tinha ouvido falar por alto, mas pareceu muito mamão com açúcar pra tantos volumes, mas você comentando, parece que o desenvolvimento é muito bom. Darei uma conferida logo, logo.

  • Olá Ariela :D!
    Adoro shoujo e a sua review foi mto boa, fiquei com vontade de ler o mangá! O traço também é mto bonito, e pelo visto a história não é assim tão recheada de clichês. ^^

  • Ola ariela, gostei da sua review, infelizmente não deu uma vontade de ler,
    Não por ser ruim pois tenho certeza que não è, mais estou com muita coisa acumulada e esse não parece ser o tipo de shoujo que gosto apesar de assistir muito shoujo eu leio pouco.Estou esperando a prossima review e faça um “que todo mundo assistiu”, assim posso fazer um comentario melhor.Brinks

  • Kelly

    Parabéns Ariela minha lindaaaaaaaaaaaa (^_^).
    Lindo,amo KKWH….nossa, nem precisava falar neh?pois foi por sua causa que eu acompanho esse manga maravilhosooooooo….obrigadaaaa .ihihihihihihihihihi.
    E estou amando,ver vc,crescendo cada vez mais….Parabéns o/.
    Ganbatte O/ meu amor….
    Fica com Deus e se cuida viu…..beijinhos (^.^).
    Pra não perder o costume,Te Amoooooooooo (^_^)… hihihihihihihih.

  • Judgment

    Ótima review Ariela parabéns! E seja bem-vinda ao Chu-Nan.
    Agora fiquei com vontade de ler esse shoujo, e o traço é muito bonito, espero que apareça no Brasil o quanto antes.

  • Deu-me vontade de ler novamente os capitulos todos de KKWH *___* Eu amoooooooo esse manga… queria tanto q a Panini o lançasse T.T

    Ariela… o manga ja esta caminhando para o final? Ja se sabe quantos volumes sao? Da-me spoilers *–*

    Post espectacular 😀

  • Gostei do post 😀 eu gosto de shoujo (menos quando é harem ) faz um tempo q eu não vejo um shoujo q presta de verdade, eu vou arranjar tempo pra ler esse Kyou, Koi wo Hajimemasu parece interessante

    • boa sorte pra vc no chuva de nanquim 😀

  • *–*
    Vc escreveu tão bem que depois que li a materia, fui correndo ler o manga, baixei ate o cap 4, espero que vc poste mais traduções o
    Pois too amando o manga!
    Parabens pela vinda e pela materia!

  • Adorei o review, bem vinda e eu com certeza vou ler essa história *-*

  • Pollyanna

    Como conhecedora do mangá, Ariela falou com propriedade, pois esse mangá é brilhante, maravilhoso, perfeito; com certeza merece a atenção de todos os amantes do gênero shoujo. Valeu Ariela esse review esta execelente parabéns.

  • Ola Ariela olha eu aqui de novo,bem eu sou muita suspeita quando se trata de KKH eu ja acompanho este manga desde do inicio eu gosto muito da historia,e com o desenrolar da historia eu estou gostando muito,sem mas delongas parabéns pelo post foi muito bom estarei aguardando pelos proximos até,bjsss!!!!
    PARABÈNS!!!!!!!
    ^_^

  • Comecei a ler o mangá pela seins, mas após ela ter acabado não sabia que tinham continuado o mangá. Muito tempo depois, quando descobri sua scan, dimi-chan, tinha perdido a vontade de ler. Mesmo agora não sei se vou ler, porque até a parte que eu li, eu achei que seria mas um mangá shoujo clichê que foca-se em amor e desentendimentos e esquece do resto, e a próxima parte apenas começaria a parte hot e fugiria a realidade como outro mangá da autora que li.
    Vou baixar tudo e ler tudo, e depois comento lá no seu live journal e aqui minha opinião!
    Parabéns pela sua resenha, gostei dela, por isso estou baixando.(enquanto escrevo cometário ta baixando).
    Espero próxima, recomendaria Aoharaido ou Strobe Edge.

  • luly

    ain o que eu posso dizer?? bom que é tudo isso e um pokinho mais pois sou extremamente apaixonada por esse manga é graças a esse manga que entrei no mundo dos manga pois dos animes sou viciada desde quando me entendo por gente… mais bem eu mais que recomendo eu aprovo, me apaixonei por ele desda primeira vez que o vi (pelo ova) então fiquei mais que louca por ele, realmente sou muito grata a ariela pois ela esta fazendo um otimo trabalho é realmente maravilhoso… tudo sai perfeitamente otimo e sem conta que eu amo muito os personagens pra falar a verdade eu amo essa mangaka mais esse projeto me fez ficar perdidamente fora de mim, eu fico muito ansiosa posso passar a noite inteira para le-lo pois num consigo nem dormi de curiosidade, e a cada capitulo mais ansiedade mais ficção mais romance e mais vontade de aprecia-lo, a cada capitulo voce anceia pelo proximo e reza para que os dias não passem vouem para que voce possa le-lo o mais rapido possivel..
    bom é isso ^^

  • Pingback: Live Action de Another em agosto no Japão | Chuva de nanquim()

  • Pingback: Ranking Oricon de vendas de mangás: 28 de Maio a 3 de Junho | ChuNan! – Chuva de Nanquim()

  • Pingback: Review – Sukitte Ii Na Yo: Afinal, um amor pode te mudar? | ChuNan! – Chuva de Nanquim()

  • O plot não me agrada muito. Prefiro Sukitte e Kaibutsu-kun 🙂

  • Ana

    Muito bom, conseguiu prender minha atenção.
    Obrigada, está na minha lista de leituras futuras. :))

  • Clau

    Gosto bastante de KKWH, não acho a obra assim TÃO diferente de outras coisas que já li, mas não deixa de ter seu mérito. Afinal o conteúdo dito maduro não é tudo isso, problemas do tipo “O que serei no futuro? Meu sonho ou a vontade dos meus pais?” já vi muito em outras outras. Vou ter que discordar quando disse que o romance principal é algo fácil para séries como Kimi ni Todoke ou Sukitte Ii Na Yo.
    Sukitte trata de vários temas como bullying, anorexia, complexos quanto ao seu próprio corpo, inclusive questões do tipo “transar agora ou esperar” com uma profundidade maior e amadurecimento muito superior ao KKWH.
    KNT demonstra a insegurança e barreiras que podem ser superadas, inclusive a fase atual do mangá está começando a tratar sobre as carreiras que cada um deverá seguir e o que cada escolha mudará na vida de cada um, não apenas no sentido da pessoa amada, os valores da amizade se fazem presentes nas decisões.

    • Lisa

      Tem gosto pra tudo mesmo.
      O tema bullying e complexo de inferioridade são tratados em praticamente todo mangá.
      Sukitte, KNT e KKWH são excelentes mas nenhum é coisa de gênio. Todos são clichês e tratam do mesmo tema.
      A diferença é que KKWH, sem anime, consegue pisar em cima de Sukitte tranquilamente, com anime. Sukitte não vendeu ainda nem 5 milhões e tem 10 volumes.
      KNT é caso a parte. Sucesso inegável.

  • Satella

    Ótimo post!!!! Vou começar a ler!!

  • Caramba esse manga eu não conhecia, mas com esse post e com esse enredo maravilhoso, me convenceu a começar a ler o manga, pois parece muito legal mesmo, curti muito

    Rayovac!

  • Valeu Ariela *-* dando chances pra quem não conhece , e pra quem conhece ,trazendo informações

  • Ingrid Fagundes

    Passei a conhecer o trabalho desse mangá por um outro blog que dá dicas sobre mangás e/ou animes shoujos. De fato, é previsível o início, mas contudo, o desenrolar da série foi uma das melhores e mais realistas que li e vi de uma mangá desse gênero. E assino em baixo tudo que foi dito neste post’. Ainda não tive a oportunidade de conhecer outras obras dessa autora, porém, vou passar a acompanhar seu trabalho. Obrigada

    ‘ XOXO – Idi* ღ

  • Pingback: Anunciada data oficial para volta do shoujo Miseinen Dakedo Kodomo ja Nai | ChuNan! - Chuva de Nanquim()