Sora no Otoshimono será lançado pela Panini

Peitos, anjos e um garoto perdedor ganhando um presente dos céus? Isso é Sora no Otoshimono, novo mangá da Panini.

A Panini não para! Depois de Blood Lad e O mito de Arata, chega a vez da editora preparar terreno para mais um lançamento: Sora no Otoshimono. Os fãs de ecchi deliram pelo Brasil inteiro depois dessa informação. Mais uma vez, a Panini não divulgou nada em seu site oficial (ela provavelmente esquece que tem isso), mas o mangá já se encontra nas pré-vendas do site LigaHQ com o preço de R$9,90 (mesmo estando com o título errado na página).

O mangá é publicado no Japão pela revista mensal Shonen Ace (a mesma de Deadman Wonderland), está em andamento e possui até o momento 12 volumes encadernados. A série faz um grande sucesso por lá, tendo ganhado duas séries animadas, um filme para os cinemas nesse ano de 2011, uma adaptação para Light Novels e muitos games para o título. Um verdadeiro colecionador de dinheiro dos fãs.

A história nos mostra a vida do jovem Sakurai, que a vida toda sonhou com uma garota mas nunca conseguiu identificá-la em seus sonhos. Eis que uma noite, como um meteoro, uma garota cai em cima dele (literalmente) e aparenta ser um anjo! Depois de uma recepção bem escatológica e cinematográfica, ela diz que fará tudo pelo jovem garoto e se tornará sua “serva”. A partir daí eu nem preciso dizer que muitas confusões vão esperar pelo garoto, não é? Alguns mistérios, casos “sobrenaturais”, um amigo louco e mais “anjos” aparecendo na vida de todos.

Sora no Otoshimono é apimentado com uma boa dose de fanservice. Mas sinceramente não sei se é essa a principal atração da série. Tudo bem, é o que atrai os consumidores, isso é um fato. Mas o que eu quero dizer é que não necessariamente por possuir o ecchi que o mangá seja ruim ou totalmente focado nisso. É um mangá de comédia, para descontrair, mas que possui suas dosagens “sobrenatural” e de “drama” (espero que não interpretem mal essa palavra, o mangá passa longe de ser um drama). Os personagens são todos carismáticos e todos que acompanham a série se apaixonam pela simpática protagonista. O traço da autora é simples, mas muito bonito e recheado de personagens caricatos. Para quem gosta, é cheio de expressões bonitinhas e “chibis”, que ajudam a dar toda a sensação cômica da série.

Confesso que fiquei um pouco surpreso por esse lançamento da Panini. Assim como fiquei com Blood Lad. Mas realmente, se pararmos para pensar, não existe lá muitas opções do gênero nas bancas pela editora, com exceção de 100% Morango (estou esquecendo algum?). Tirando isso, Sora no Otoshimono  tem uma fanbase boa e tenho certeza que como todo mangá ecchi no Brasil, deve vender. Além do mais, como já disse, Sora no Otoshimono passa longe de ser um título “pequeno” e podemos nos sentir “honrados” de ter esse título publicado antes mesmo dos Estados Unidos.

E sim pessoal, também sei que vão dizer “Panini só traz essas coisas, preferiria One Piece”, mas tudo ao seu tempo. A editora está aumentando muito o seu catálogo nos últimos tempos e isso é ótimo para nosso mercado. Vale lembrar que para ela conseguir negociar séries maiores é fundamental conseguir uma boa relação com as editoras japonesas, e licenciar títulos assim é um passo grande para isso.

E pra você? O que achou desse lançamento da Panini?

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post