Checklist – 2 lançamentos JBC em Setembro + Novidades chegando?

Continuação de Rosario + Vampire e mais Code Geass chegando. Anúncio de relançamento e Crunchyroll no Brasil? Esse é o checklist JBC com brinde de novidades!

Os ânimos da JBC continuam subindo e subindo. Depois de ter concluído no mês passado Code Geass e Saber Marionette J, a editora já engatilha nesse mês a continuação Rosario + Vampire II e outro spin-off de Code Geass – A rebelião de Suzaku. Além disso, temos novos volumes de Next Dimension e Bakuman, os estreiantes do mês passado, e o último volume de Tsubasa Reservoir Chronicles. Também estão perto de se despedir xxxHolic e Lost Canvas. Ranma 1/2 aparentemente em renovação de contrato (lembrando que até o fechamento desse texto o volume de agosto não havia ido para as bancas) e DNAngel agora encosta na edição japonesa, ficando a cargo da boa vontade da autora. Lembrando que em breve a JBC já deve anunciar novos volumes de Hunter x Hunter, o 28 e 29, respectivamente.

Logo depois do checklist vocês conferirão duas notícias que abalaram um pouco as estruturas nessa semana. Cavaleiros do Zodíaco clássico relançado pela JBC e a possível chegada do Crunchyroll ao país em parceria com a editora. Não se esqueçam de votar na enquete localizada no final também! Agora chega de papo e vamos ao que interessa. Muitas capas faltando ainda, mas assim que liberadas vocês conferirão aqui. Fiquem de olho.

Bakuman 2

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 14 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 09/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Pelo visto a JBC está rindo a toa com Bakuman. Tenho certeza que o título correspondeu as expectativas da editora e nossas também. Boa tradução, adaptação, nada de muito “cri-cri” para ser reclamado. Meus sinceros parabéns. Suspeito que o mangá será mais “sucesso” por aqui do que Fairy Tail, mas claro que são só suposições. Pra quem quiser conferir, já publiquei uma resenha do mangá que pode ser conferida clicando AQUI.

Saint Seiya Next Dimension 2

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 3 volumes (Distribuição não revelada)

Data de Lançamento: 26/09

Formato: 13,5 X 20 cm, 168 páginas

Preço: R$14,90

Mesmo com o atraso da gráfica com o volume 1, Next Dimension 2 continua previsto para esse mês e na mesma data que o anterior, sem alterações. Não posso falar muito da qualidade física até ter em mãos o volume 1 para analisar, mas já aguardo alguns desapontamentos, principalmente em relação ao papel, que deve ser o mesmo papel jornal de todos os dias… Já quanto a história, nada demais que as pessoas não saibam: é Cavaleiros do Zodíaco. Espere muitos “ATHENAAA” ou “IKKIIII” e coisas do gênero, além de muita diversão para os fãs da franquia.

Fairy Tail 10

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 25 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 05/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Por algum motivo eu adoro essa capa desse volume de Fairy Tail, mesmo com esse fundo branco estranho. Chegamos ao décimo volume da série, e ainda vejo o estranhamento por parte de quem não conhecia muito do mangá. Já falamos aqui que Fairy Tail não possui uma história “continua” como Naruto ou One Piece. O mangá é cheio de pequenos arcos, e mesmo que esses sejam amarrados, é uma narrativa diferente do habitual de um grande shounen. Em alguns momentos, Mashima parece se perder ou simplesmente não saber o que fazer na história. Mas isso não tira os méritos de Fairy Tail, que na minha opinião é um divertido título, que prende e com personagens cativantes. Que continue firme e forte.

Hikaru no Go 17

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 23 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 12/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Depois desse, só mais 6 volumes de Hikaru no Go, uma pena. A partir desse ponto, vemos a evolução do traço do Obata. Para mim esses capítulos finais de Hikaru no Go são o ápice de beleza do traço do autor ao lado de Blue Dragon (que só vale pela arte mesmo). Quanto a história, já havia comentado aqui também que divide opiniões, e há quem ache o final dispensável. Bem, eu não me importo e continuo fazendo de Hikaru no Go compra obrigatória todos os meses. Na minha humilde opinião, um dos melhores títulos já publicados pela JBC por aqui.

MÄR 9

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 15 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 14/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Mais um mangá faltando somente 6 volumes para o fim. Acabará junto com Hikaru no Go? Se a JBC mantiver uma regularidade, provavelmente. Será que a JBC pretende trazer mais títulos do tio Anzai? Eu adoraria ter Flame of Recca por aqui, mesmo todo mundo falando que é só uma cópia descarada de Yu Yu Hakusho, eu acho uma série super divertida e um prato cheio para quem gosta de mangás de ação e porrada. Também não me incomodaria com MiXiM, mas acho que esse é mais desconhecido do público por aqui. Vamos esperar pra ver.

Ga-Rei 7

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 12 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 20/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Outro título que começa a entrar em sua reta final, faltando só 5 volumes para o fim (6 se contarmos com esse). O legal é ver que o traço do mangá melhorou muito desde a primeira edição, e essa capa é uma das mais bonitas da série. Ok, ok, eu sei que estou puxando sardinha por gostar do título, mas uma vez ou outra vale, não é? A grande dúvida é que mangá a JBC trará para o lugar de Ga-Rei. Acredito que eles já tenham algo nas mãos. Enquanto isso, vão curtindo novamente a capa desse mês de setembro.

Tsubasa Reservoir Chronicle 56 – EDIÇÃO FINAL

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 28 volumes, 56 brasileiros (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 08/09

Formato: 12 x 18 cm, 100 páginas

Preço: R$ 6,90

ACABOU! ACABOU! Adeus meio tanko de Tsubasa! Mas agora voltando ao normal… Eu pensei que a JBC não conseguiria uma capa mais feia do que a original para ser a da edição final, mas acho que me enganei. Pelo menos desse tamanho, essa ilustração não é lá a capa que eu esperava para um volume final desse mangá… E esse “Edição Final”? Gente, onde estão os designers da JBC? Que fonte horrível e que cor desagradável! Por favor, por favor! Não estou criticando o “Edição Final”, e sim o estilo dele. Acredito que um texto branco dentro de uma pequena caixa preta (como o número e o “CLAMP”) ficaria bem mais agradável aos olhos… Mas fazer o que não é? Importante é que acabou!

Negima! 60

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 34 volumes, 68 brasileiros (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 14/09

Formato: 12 cm X 18 cm, 100 páginas

Preço: R$ 6,90

Que capinha é essa? Desculpe, tive que começar esse texto com essa pergunta. Negima tem algumas capas extremamente feias… Principalmente a das edições pares da JBC. Ainda me arrependo um pouco de ter comprado esse mangá… Não pela história, porque eu já sabia dos riscos dela ir se avacalhando com o tempo, e sim por ela ser em meio tanko. Sim, eu sou traumatizado com esse formato dos infernos. Acho muito difícil um dia ela ser republicada aqui… Mas fazer o que não é? Enquanto isso, chegamos ao volume 60, e ainda faltam alguns volumes para encostarmos nos japoneses. Sem nenhuma grande preocupação para a editora e para os leitores por enquanto.

Futari H 30

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 51 volumes, 102 brasileiros (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 23/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 100 páginas

Preço: R$ 6,90

MAS QUE CAPA É ESSA? Sério, como um mangá consegue ser tão estranho assim? Já falei aqui antes, e principalmente para respeitar a opinião dos que gostam me abstenho de grandes comentários. Mas meus pêsames para os que compram. 

D•N•Angel 15

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 15 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 27/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Se nada estiver me enganando, esse é o “último” volume de DNAngel por aqui, encostando na edição japonesa e entrando em pausa por tempo inderteminado por aqui. Vou aproveitar esse momento para deixar minha coleção em dia. Gosto muito desse mangá e apesar das críticas e dele não ser excepcional, gosto muito e dou algumas risadas com ele. Agora resta saber se a JBC investirá em algum shoujo para seu lugar ou se vai manter seu foco nos shounens como já vem demonstrando a algum tempo. Uma pena…

Os Cavaleiros do Zodíaco – The Lost Canvas 23

Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 25 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 19/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Tá acabando, tá acabando. Mas enquanto não acaba, teremos 3 títulos de Cavaleiros nas bancas… 4 se contarmos Cavaleiros Episódio G da Conrad. Calma, vocês entenderão mais pra frente. Se bem que Next Dimension deve acabar antes do lançamento do outro. Sentirei saudades de Lost Canvas. Se tornou o meu mangá favorito da série Saint Seiya sem muitas dúvidas. Vale lembrar que no Japão o mangá acabou mas já está em andamento um novo spin off contando a história dos cavaleiros de ouro do próprio Lost Canvas. Algo como um episódio G da série. Cavaleiros é um eterno caça-níquel mesmo… e a JBC parece saber disso.

xxx Holic 37

Periodicidade: Bimestral – Concluído no Japão com 19 volumes – 38 brasileiros (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 23/09

Formato: 13 x 18,5 cm, 100 páginas

Preço: R$ 6,90

Penúltimo volume de xxxHolic. Não quero nem ver o último… aliás, quero sim! Menos um meio tanko! Todos comemoram! No mais, vai ser triste lembrar o final esquecível, estranho e sem sentido do mangá… Agora resta saber se com o fim de Holic e Tsubasa a JBC vai tirar um coelho da cartola e lançar Kobato ou alguma outra obra do grupo. Também vale lembrar que Sakura está prontinho no forno para ser lançado.

Code Geass – O contra ataque de Suzaku 1 – LANÇAMENTO

Periodicidade: Mensal – Concluído no Japão com 2 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 14/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

A JBC não demorou e logo após o fim de A Rebelião de Lelouch já engatilha o lançamento do spin-off do SpinzakuSuzaku. O nome original do mangá é Code Geass – Suzaku of the Counterattack, o que daria a tradução de “O Contra Ataque de Suzaku” fazendo a antítese com o título do Lelouch, que na verdade seria “Lelouch da Rebelião”. Mas como a JBC colocou o subtítulo anterior de uma maneira “curiosa”, então acredito que o desse spin off tenha o mesmo destino. Agora sobre o mangá: dispensável e vocês sabem minha opinião sobre os mangás de Code Geass. Porém, entre todos, esse é o “menos pior”, uma vez que é um universo paralelo, onde o Spinzaku luta contra os Cavaleiros Negros (não sei como ficou a tradução do mangá no Brasil). Vale lembrar que Code Geass ainda possui mais 3 séries além dessas duas já lançadas pela JBC: Nightmare of Nunnally (spin off de 5 volumes da irmãzinha chata do Lelouch), Code Geass: Tales of an Alternate Shogunate (spin off de volume único contando uma história de um portador do Geass no meio da guerra do shogunato) e Code Geass: Renya of Darkness (mangá em andamento com 2 volumes que se passa no mesmo período do anime, com um outro garoto recebendo o Geass da C.C.). Se tudo prosseguir como parece, teremos todas essas séries por aqui.

Rosario+Vampire II 1 – LANÇAMENTO

Periodicidade: Mensal – Em andamento no Japão com 9 volumes (Distribuição setorizada)

Data de Lançamento: 23/09

Formato: 13,5 x 20,5 cm, 190 páginas

Preço: R$ 10,90

Após poucos meses o término da primeira temporada, a JBC espertamente já lançará a segunda temporada de Rosario+Vampire, provavelmente pelo fim de Saber Marionette J. Não há muito o que falar do título, exceto que a qualidade do traço da autora é muito e de uma beleza incrível se comparada com a primeira temporada (que já vinha melhorando gradativamente com o passar do tempo). Não acompanho o mangá, mas muitos dizem que essa segunda temporada é muito mais focada na “ação” do que a primeira, sendo muito elogiada pelos fãs da série que é publicada na Square Jump. O mangá está no volume 9 no Japão, no volume 5 nos Estados Unidos e provavelmente, diferente da primeira edição, esse título deverá ser traduzido direto do japonês, tendo em vista que passaremos os americanos com quase toda certeza, já que por lá o título é trimestral.

Mais novidades da JBC a caminho: Os Cavaleiros do Zodíaco clássico de casa nova!

A JBC já possui mais uma grande arma em suas mãos. Depois da reedição de Sakura anunciada, agora a JBC investirá em mais um relançamento. Trata-se de Os Cavaleiros do Zodíaco,  a saga clássica lançada no Brasil em meados de 2000 pela Conrad, sendo um dos primeiros mangás a serem lançados no Brasil ao lado de Dragon Ball (sem contar os lançamentos da década de 90 e anteriores). A notícia já se espalhou pela internet graças a algumas imagens lançadas no Facebook de Marcelo Del Greco e a posterior divulgação em alguns sites, como o nosso parceiro JWave. Na foto ele adianta um cartaz “escondido” atrás das imagens de Next Dimension, anunciando um grande evento em outubro. O mangá será relançado em tanko, mas ainda não há a informação se será uma edição “de luxo” ou algo do tipo.

Vamos concordar que Cavaleiros sempre serão bem aceitos no Brasil, sem maiores dificuldades. A grande questão é como esse mangá será recebido. A edição da antiga da Conrad não é difícil de se achar em preços mais que acessíveis (cerca de 1 real) e não é algo tão “antigo” para um relançamento. Mas acho que o grande trunfo da editora será o lançamento da coleção em tanko, com um acabamento atual e com o grande apelo de ter em seu catálogo o recém lançado Next Dimension, continuação direta da fase clássica. Acho que foi uma decisão de marketing acertada. Por se tratar de um lançamento em outubro, o mangá deve estar disponível no Fest Comix, com todo o cuidado da JBC na divulgação, como aconteceu com Fairy Tail no ano passado.

Crunchyroll e JBC?

Nessa semana, surgiram suposições sobre uma possível vinda do Crunchyroll ao Brasil em parceria com a editora JBC. Quem quiser bem a fundo sobre as suposições e todas as descobertas, visitem a ótima postagem do Subete Animes sobre o caso clicando AQUI. Porém, a editora não confirma nada, embora já tenha dito a algum tempo que pretendia entrar no ramo das animações com mais potência (lembrando que a JBC é responsável pela tradução e adaptação de alguns animes que temos na TV paga hoje, como Fullmetal e Dragon Ball Kai, por exemplo). Conversando com o diretor Marcelo Del Greco, o mesmo não me confirmou nada sobre a possível parceria e despistou sobre o assunto.

Para quem não sabe, o Crunchyroll é uma empresa que disponibiliza nos Estados Unidos e alguns outros países, stream (exibição on-line) de animes de maneira oficial, com assinatura mensal e uma exibição de qualidade praticamente simultânea com o Japão em alguns casos, como Naruto. Lá tal ferramenta demorou para ser aceita sem problemas pelos americanos. A “cultura do fansub” americana é muito mais forte do que a brasileira, principalmente pelo fato de o mundo inteiro “consumir” seus trabalhos na internet. Porém hoje, diversas pessoas já acataram ao Crunchyroll e assistem seus animes de maneira legal. Alguns fansubs inclusive apoiam o Crunchyroll e resolveram parar com as legendas de determinadas séries (como o Dattebayo gringo, que cancelou o projeto de Naruto na época que o stream começou).

Se a história se confirmar, resta saber como será recebida tal ação pelos brasileiros. Eu particularmente pagaria tranquilamente para ver uma série que gosto com qualidade. Uma assinatura mensal seria muito mais viável do que uma TV por assinatura que você só aproveita 3 canais durante todo o mês. É algo a se pensar. O que pode pesar contra é a faixa etária desse público e a situação financeira do mesmo. De resto, acredito que a exigência e a vontade de querer o “melhor” dos fãs brasileiros pode ser essencial para o sucesso de tais ações. Além, é claro, do bom grado de fansubs que apoiem a causa e parem as legendas e distribuições de séries legais.

Vejo futuro para tal exibição e torço muito para a JBC confirmar a história. Mas aqui no Chuva de Nanquim lanço uma pergunta: Você pagaria para ter um streaming de qualidade no Brasil? E o mais importante: é você mesmo quem pagaria ou seus pais? É necessário lembrar que boa parte do público é dependente dos pais ainda, por isso tal pergunta é essencial. A enquete estará rolando na lateral do menu e vocês podem comentar aqui nesse post mesmo. Divulguem a todos que puderem. Caso a história da JBC não se confirme, quem sabe alguma empresa aparece com uma surpresa para nós? Porém, se a editora oficializar, alguém duvida que teremos os animes de Fairy Tail e Bakuman por aqui?

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post