Review – Steins;Gate (2011)

Steins Gate ReviewGostaria de aproveitar um anime sobre viagens no tempo para conversar sobre meu tempo no blog

Um anime que começou como uma grande preocupação, o seu antecessor Chaos;Head deixou um gosto amargo na língua com a baixa qualidade da adaptação que a visual novel recebeu. Foi assim que Steins;Gate começou para mim, um início excelente que me deixou bastante animado com a continuação da história, mas ainda assim com aquele medo de que algo poderia sair de muito errado.

O Primeiras Impressões de Steins;Gate foi meu primeiro post aqui no Chuva de Nanquim (não sei se vocês se lembram) e finalmente o anime chegou ao seu fim nessa semana. Eu gostaria de aproveitar essa postagem não só para comentar sobre o que eu achei sobre a animação, mas também para comentar um pouco as experiências que eu tive em pouco mais de 4 meses como redator. Vamos começar?

Steins Gate (9)A História

Okabe Rintarou, ou como ele prefere se chamar: Hououin Kyouma, é um autoproclamado cientista insanamente louco e o mais procurado por uma “Organização Secreta” que todos acham que existe apenas em sua cabeça. Ele é o criador do grupo Gadget do Futuro que tem como objetivo a revolução das estruturas que dominam o mundo, criando invenções que tragam o caos.

O grupo possui apenas mais dois membros: Shiina Mayuri, uma garota avoada e membro solitária do laboratório, cujo passatempo é fazer roupas cosplay, de acordo com as palavras de Kyouma. E o super hacker Hashida Itaru, ou Daru, melhor amigo do protagonista, possui um ótimo conhecimento em hackear tanto hardware quanto software.

A história começa com Kyouma e Mayuri indo para uma conferência sobre uma possível teoria para uma máquina do tempo funcional criada pelo Professor Nakabachi. Após alguns acontecimentos, ele ouve um grito, resolve ver o que aconteceu e encontra o corpo esfaqueado de Makise Kurisu, uma garota que ele tinha conversado pouco tempo antes dela ser morta.

No caminho de volta para o laboratório do grupo, ele resolve mandar uma mensagem de texto para Daru, informando sobre o acontecimento e ao confirmar o envio acontece algo inesperado que talvez tenha a ver com a única invenção de Kyouma: o Telefone Micro-ondas.

Steins Gate (5)Considerações Pessoais

Como comentado, meu primeiro post no blog foi sobre Steins;Gate, eu fiquei extremamente nervoso em receber só críticas negativas sobre a minha opinião ou do texto nem passar pela edição. Alguns dias depois eu vejo que só teve comentários positivos, minha empolgação foi lá no alto e comecei a conversar com o Dih sobre os nossos próximos passos. Hoje eu vejo que ele é um dos posts mais acessados do blog e um dos que mais trazem visitas pelo Google.

Quatro meses depois, eu me sinto extremamente orgulhoso por estar entre os cinco redatores do Chuva de Nanquim e por cada review, matéria e notícia que postamos e que aparecem em outros sites. É engraçado lembrar quando o nosso parceiro Video Quest falou sobre a gente em uma leitura de comentários, acho que assisti umas vinte vezes o Leo Kitsune falar do meu post sobre as mortes mais marcantes, caramba, eu assistia esses caras desde o começo e eles elogiaram meu post!

Steins Gate (10)Temos uma assustadora quantidade de visitas que eu duvido que o Dih pensou que chegaríamos tão rapidamente nesse número, agradeço e muito o pessoal do Punch Fansub, eles realmente ajudaram em muito ao comentar e fazer propaganda sobre a gente no site deles (Ainda queria saber quantas visitas eles têm por dia). Também agradeço bastante todos os nossos parceiros, que realmente são nossos amigos e que eu troco conversas bastante divertidas no twitter.

E claro, gostaria de agradecer a todos os leitores que acompanharam os meus posts nesses 4 meses. Obrigado ao Dih por essa oportunidade, ele que teve mais trabalho em tudo isso, corrigindo os meus erros de português, acentuação, pontuação e adicionando informações que eu acabei esquecendo. Espero ainda ter tempo e pique para continuar por aqui por bastante tempo, agora é só esperar e ver o que o futuro nos espera. Hoje os reviews saem com um pouco menos de esforço, mais responsabilidade, mais nervosismo e muito mais feliz, obrigado por tudo, mesmo.

Steins Gate (4)Considerações Técnicas – O Anime

Vamos primeiro já destruir a possível preocupação que eu comentei ali em cima, Steins;Gate é muito melhor que Chaos;Head em todos os sentidos, claro alguns podem dizer que isso não vale alguma coisa, mas já podemos considerá-lo um bom anime. Não posso falar um pouco sobre a adaptação da história, já que não joguei a visual novel, mas não ouvi nenhuma reclamação quanto a isso, então acho que eles foram bem sucedidos nessa questão.

A história para mim é divida em 3 partes bem distintas que não vou comentar muito nesse momento, depois das considerações finais vai ter uma seção spoiler liberado para a galera, mas posso já comentar que a qualidade com o passar dos episódios foi aumentando em uma crescente impressionante. Claro que já dei uma lida em alguns textos na internet, alguns consideraram que o ritmo lento prejudicou em muito o anime, podendo cortar boa parte dos episódios, eu já considero todos os episódios necessários e extremamente divertidos. Boa culpa dessa diversão vem de dois personagens, Okarin e Kurisu.

Steins Gate (7)Okarin e Kurisu possuem uma das melhores dinâmicas entre dois personagens, as conversas fluem normalmente, parece realmente que eles são bons amigos e não algo meio que forçado que eu sempre reparo naqueles animes onde um personagem é amigo de infância e mesmo assim parece que o conhece apenas há uma semana. E essa dinâmica ajudou em muito com que alguns episódios que poderiam ser maçantes se tornassem extremamente divertidos e fazem com que os 20 minutos passem rapidamente. Okarin é um protagonista maravilhoso e ele vai ganhando uma profundidade e responsabilidade que ninguém imaginou no começo.

Os personagens secundários não são bem explorados no começo, alguns apenas são apresentados por pouco tempo e você pergunta por que aquilo precisa aparecer. É aí que com o passar dos episódios você percebe que eles começam a ser trabalhados e eu posso dizer que todos, todos os personagens secundários tiveram sua história trabalhada, mesmo que apenas um episódio seja voltado para ele. Esse cuidado que a história teve foi muito legal e acho que o método que adotaram foi bem natural e pouco forçado.

Steins Gate (2)Algumas coisas bem legais sobre o anime, é que alguns elementos na trama realmente existem no nosso mundo, mas uma das coisas mais impressionantes é sobre John Titor, sim, ele realmente existiu! John Titor é um dos grandes mistérios da humanidade, um suposto viajante no tempo que nos anos 2000 apareceu na internet dizendo que veio do ano 2036, agora entrem nesses dois links aqui e aqui e vejam as previsões que ele noticiou. Bem intrigante e vocês vão perceber que boa parte aparece no anime.

Considerações Finais

Steins;Gate se destacou no meio de 2 temporadas bem fracas e veio depois do grande e elogiado Madoka Magica. Os dois possuem suas semelhanças, como bons personagens, histórias bem amarradas, um belo plot twist e, ora bolas, viagens no tempo! Só que infelizmente não posso dizer que ele foi o melhor anime do ano, o nível de Madoka é algo que eu realmente acho difícil de ver novamente nesses novos animes.

Steins Gate (8)Ainda assim é maravilhoso, recomendo a todos que gostam de boas histórias. A parte da ficção científica não ficou tão pesada e difícil de acompanhar a ponto de algumas pessoas ficarem boiando com o passar dos episódios e têm cenas de humor realmente engraçadas. Uma dica de leitura bem legal são todos os posts da Roberta no blog Elfen Lied Brasil, ela comentou todos os episódios a medida que eles foram saindo. E quem terminou de assistir os 24 episódios, pode continuar lendo que ainda tem mais comentários aqui embaixo.

Seção Spoiler – El Psy Congroo

Aqui começamos a seção de spoilers de Steins;Gate. Por favor, eu espero que você tenha realmente assistido todos os episódios antes de ler isso aqui. A história para mim é dividida em 3 partes, como eu disse ali em cima e eu vou dividir essa seção baseado nelas. Uma coisa que eu gostaria de pedir é que se for comentar algo com spoiler, dê um aviso antes pra não sacanear os outros leitores, ok?

Apenas uma curiosidade sobre os nomes das operações e suas relações com a mitologia nórdica. Urd, Verdandi e Skuld são três deusas da mitologia nórdica conhecidas como Normas, que basicamente representam o passado, o presente e o futuro. Eu vi essa informação no Dollars Fansub e achei muito legal, ainda deve ter muita coisa que eu nem reparei.

Steins Gate (3)Parte 01 – Operação Urd (Episódio 01 até o episódio 12)

A primeira parte da história é a base para o que vamos ter nos próximos 12 episódios, é onde começamos a aprender sobre como eles conseguem mudar o passado com o Telefone Micro-ondas e os D-mails, conhecemos todos os personagens importantes e vemos a consequência das ações de Okarin e Kurisu com a trágica morte da Mayuri.

Essa é a parte mais importante e mais lenta do anime, é engraçado ver esse comecinho novamente, parece tão diferente e inocente demais. Okarin começa a mudar o passado várias e várias vezes, na primeira vez assistindo você nem liga muito e agora quase pedi pra ele parar de enviar D-mails quando reassisti rapidinho antes do episódio final.

O episódio 12 é, pra mim, o mais impactante dos 24, eu realmente não esperava que a Moeka se tornaria a inimiga e que mataria a Mayuri daquela maneira. Duas personagens que não eram lá muita coisa e de um episódio para outro começam a ser o centro das atenções, genial.

Steins Gate (1)Parte 02 – Operação Verdandi (Episódio 13 até o episódio 22)

A segunda parte é basicamente o Okarin revertendo todas as besteiras que ele fez nos 12 episódios anteriores para tentar salvar a Mayuri, e é aqui que começa a parte de desenvolvimento de personagens. Achei bem impressionante como foi achado uma maneira para fazer isso, mas alguns episódios quebram o clima do nada. (Sim, Ruka, estou falando de você)

Um episódio de destaque seria o 19, Okarin precisa reverter o D-mail que a Moeka mandou e os acontecimentos são um pouco perturbadores. A cena que a Moeka começa a entrar em desespero quando ela vê que seu celular foi roubado pelo Okarin é muito marcante, momento de extrema tensão.

Claro que também os dois últimos episódios merecem ser comentados, que são onde a relação entre Kurisu e o Okarin é desenvolvida. Não sei se vocês demoraram a perceber, mas estava na cara que uma hora ou outra iríamos ter que ver aquele primeiro D-mail ser revertido. E eu fiquei naquela torcida pra ele deixar a Mayuri de lado, não que eu não goste dela, mas a Kurisu é muito melhor. O episódio 22 foi aquele que todos vibraram com o beijo entre os dois e que cena bonita.

Steins Gate (6)Parte 03 – Operação Skuld (Episódio 23 até o episódio 24)

E finalmente a última parte, Okarin estava totalmente para baixo, teve que sacrificar o desejo de todos e ainda assim teve que deixar uma pessoa morrer, até que temos a volta de Suzuha informando que precisava de sua ajuda para evitar a Terceira Guerra Mundial. Nesse final voltamos ao primeiro episódio e todos os mistérios do primeiro episódio são explicados.

Um final competente, as respostas e as soluções para salvar a Kurisu sem mudar o tempo me agradaram bastante. É um problema ser um final feliz? Eu acho que não, eu me importo muito com todos os personagens e queria ver todos eles felizes, só uma possível morte do Okarin seria algo muito mais dramático e mais impactante.

Por Luk.

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post