Queen's Blade Rebellion ganha série de TV

Muitos peitos, muitas garotas e muitas bizarrices em mais uma temporada do melhor anime do mundo.

2012 está chegando. Mas é claro que antes do fim do mundo um agrado para os mortais. Foi anunciado na revista japonesa Hobby Japan que a brilhante série Queen’s Blade ganhará mais um anime! Trata-se Queen’s Blade Rebellion, a terceira série animada e adaptação de um gamebook de 11 volumes (uma espécie de livro de história onde você toma decisões do que quer fazer com o desenvolvimento da trama) e continuação direta da série Queen’s Blade. A grande diferença é que Rebellion conta com mais uma dezena de garotas novas para delírio dos apreciadores dos peit… personagens da série.

Para quem não sabe, Queen’s Blade ganhou duas séries de TV contando a “linha original” da franquia, cada uma com 12 episódios produzido pelo estúdio ARMS (o mesmo de Elfen Lied). Além disso, a série ganhou um série em OAD com mais 6 episódios inéditos e a própria “fase” Rebellion também já ganhou uma adaptação de seus prólogos com 2 OAD’s. Queen’s Blade parece estar de bem com a vida com os produtores, tendo inclusive um mangá também anunciado para dezembro ainda de 2011 na revista on-line Comic GanGan. O mangá também focará na “fase” Rebellion e será por conta de Riri Sagara.

Todos que me conhecem a um bom tempo sabem que eu não sou o maior fã de Queen’s Blade. Pra mim a série é um amontoado de peitos em choque, pior do que Ikkitousen (que eu até gosto das duas primeiras temporada). De qualquer maneira, o anúncio dessa terceira série vem para mostrar que Queen’s Blade segue como força no mercado e que o gênero ecchi é uma tendência de público que não tende a parar. Mesmo com tantas críticas, ações, projetos de leis e tudo mais que tentam “punir” esse tipo de mídia, o efeito parece ser contrário e o mercado cresce. Como diria o Qwerty lá no post dele do Subete, “é uma alternativa ao moe que domina os lançamentos atuais”.

Não sei se fico feliz ou triste com isso. Não sou lá dos maiores admiradores dos ecchis atuais, mas também não me vejo na situação “hardcore” de algumas pessoas que criticam aqueles que gostam. Não acho que você vai se tornar um pedófilo ou que vai virar um tarado se ler ou assistir algo assim. Claro que há exceções… Como diriam meus pais “tudo demais é veneno”. E peitos demais é… bem, deixa isso com Queen’s Blade mesmo.

por Dih

Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post