Review – Tenha um orgasmo visual com RedLine!

RedLine: É desse tipo de filme que eu sinto falta!

Sabe, as vezes algumas animações possuem tamanha expectativa em seu lançamento que dezenas de fansubs pegam como projeto para tradução e, outras menos badaladas ficam quietinhas até que finalmente alguém olha e vê que vale a pena traduzir. RedLine é um desses casos. O filme finalmente foi traduzido após quase dois meses depois dos gringos e só agora eu consegui ver do começo ao fim. Procurando por aí vi que o filme não fez muito barulho e por isso resolvi fazer um post review só para ele ao invés do Eu Recomendo que estava planejado.

A História

Em um futuro distante Redline é um dos programas mais populares do universo. Uma corrida mortal realizada de 5 em 5 anos e que basicamente não possui regras. Armas e trapaças estão sempre disponíveis para conseguir o primeiro lugar. O ganhador conquista não só muito dinheiro, ele ganha também fama e reconhecimento por todo lugar que vai e é com isso que muitos corredores sonham em chegar. E finalmente, após muito tempo de espera, começam as qualificações para a tão famosa corrida e que vão selecionar os melhores pilotos de todo o universo.

É em uma dessas qualificações que conhecemos o protagonista da nossa história, JP ou o também conhecido pelo apelido Sweet JP, já que não usa armas e acredita que a corrida não deveria ser uma guerra. Ele tem um carro totalmente modificado e caro, um dos motivos que seu mecânico precise combinar corridas e até mesmo evitar que ele as ganhe para conseguir pagar seus fiadores. Como será a vida de JP dentro da RedLine?

Considerações Técnicas

Bom, já vou comentando antes de tudo que a história é mediana pra baixo. Eu diria que é quase um pretexto para as motivações do cara e do porque ele corre. Só que realmente isso não me deixou menos motivado para assistir o filme e é nisso que o diretor Takeshi Koike (que dirigiu World Record, uma parte de Animatrix) se destaca! O cara simplesmente consegue organizar a loucura e caos da corrida em algo emocionante e extremamente divertido!

Uma amostra disso pode ser vista logo nos 13 minutos iniciais do filme, que basicamente é a duração inteira da Yellow Line.  Só posso dizer: que ação fantástica! Ela faz você grudar na cadeira e te deixar na expectativa para a grandiosa RedLine. Claro, vocês devem estar achando que o filme piora nas cenas fora da corrida e… não, essa parte não atrapalha o andamento da animação, no máximo te deixa menos animado, o que pra mim é normal. Todo orçamento parece ter sido direcionado para as partes realmente “importantes” do filme.

O ponto alto da animação é seu visual totalmente estilizado e detalhado, feita pela competente MadHouse. O nível de detalhes do mundo de Redline é muito grande, com cada personagem tendo um estilo diferente um do outro, mesmo os que são vistos apenas uma vez. A corrida é frenética e incrivelmente não tem uma queda de qualidade em nenhum momento, fazendo com que você percorra os olhos por toda a tela para poder ver tudo o que está acontecendo. O som é bastante competente, as músicas da trilha sonora são mais puxadas para batidas eletrônicas que combinam com o clima futurista, efeitos sonoros excelentes e uma dublagem muito boa.

Os personagens principais que vão participar da corrida são de todos os tipos, literalmente. Tem desde um alien robô que se mescla a seu carro até super gostosas com poderes que pilotam um veiculo em forma de mulher. O enredo dá uma passada rapidinha sobre a história de todos os participantes da Redline e basicamente é tudo isso que você vai saber sobre eles! Não vai ter desenvolvimento de quase ninguém, fora talvez o mecânico Frisbee. Eu particularmente gostei de todos os corredores e talvez por serem tão pouco complexos que tudo tenha parecido para mim tão divertido. Os personagens são bons o suficiente para fazer com que você não fique incomodado com ninguém, até com as super gostosas que no fundo servem apenas para fanservice.

Comentários Gerais

Redline é um filme extremamente divertido e que não deve ser levado tão a sério. Se você estiver procurando um filme com HISTÓRIA, saia daqui. RedLine definitivamente não tem nela o seu ponto forte. É um filme que possui uma ação fantástica que faz escorrer adrenalina por todos os lados do seu monitor. O diretor Takeshi Koike pode ficar bastante satisfeito com o resultado de mais de 4 anos de produção, com visuais de babar se você estiver vendo a animação em uma qualidade decente (afinal RMVB já é um encode ultrapassado pessoal).

Eu torço que vocês procurem assistir, gostar e que passem adiante esse filme pouco falado. Basicamente foi por isso que eu fiz um post para ele correndo. Basicamente é por isso que fazemos alguns posts aqui no Chuva de Nanquim. Não temos a intenção de fazer da nossa opinião a opinião de vocês. Queremos que vocês conheçam mais e mais do que existe por aí, abram seus horizontes. Pra falar a verdade é essa a intenção da maior parte dos blogueiros da “imprensa especializada” como diria a Mara no Mais de Oito Mil.

Uma postagem que me fez procurar mais sobre o filme foi a do Qwerty no Subete Animes. Depois de tudo vocês podem dar uma conferida na opinião dele. Bem é isso… corram logo para baixar a animação! Aqui embaixo coloquei alguns trailers caso ainda não tenham ficado interessados nessa “versão japonesa de Corrida Maluca”.

 por Luk.

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post