Eu Recomendo #07 – Robôs Gigantes e animes com Mechas

Recomendo MechasMechas ou também conhecidos como os famosos ROBÔS GIGANTES!!!!

Na minha infância, a coisa mais legal possível era quando os Power Rangers entravam no Megazord e venciam os inimigos com apenas um golpe da espada gigante (eu pensava por que raios eles não lutavam com ele desde o começo). Depois de muito tempo eu fui descobrir que existia um gênero apenas para esses tipos de animes, onde você encontra pessoas pilotando robôs gigantes e lutas muito mais emocionantes! O Eu Recomendo de hoje vai listar os melhores animes na nossa opinião do gênero conhecido como mecha. Pedi ajuda do Dih para completar a lista, já que não sou nem de perto um especialista.

E lembrem-se: a nossa intenção aqui é recomendar animes principalmente para você que tem “preconceitos” com o gênero mecha, um dos mais discriminados de todos os tempos por passar uma coisa “nerd demais”. A lista a seguir pode não conter clássicos como Gundam 0079, mas servirá para você se identificar e se situar nesse tipo de animes. Mesmo que os robôs estejam lá, as séries nas suas maiorias giram em torno de problemas e conflitos de personagem como qualquer outro shoujo ou shounen.  Conseguimos lembrar de 6 animes, os quatro primeiros animes foram feitos por mim e os dois ultimos foram feitos pelo Dih, que não tem apenas lutas emocionantes, como também possuem uma história e qualidade de animação acima da média. Como sempre, pedimos a ajuda dos leitores para completar o post com os animes que acabaram ficando de fora. Ok… Preparados?

evangelionNeon Genesis Evangelion

Estúdio GAINAX
Ano de Produção: 1995
Total de Episódios: 26 episódios + 5 Filmes

Em um futuro próximo, a humanidade corre um perigo constante com os ataques de monstros denominados Anjos, que mesmo um exército poderoso não pode ao menos arranhar a pele das criaturas. Para enfrentar esses monstros a NERV, uma organização paramilitar, utiliza mechas humanóides chamados Unidades Evangelion que são controlados por adolescentes, apenas aqueles que nasceram após o Segundo Impacto. Nosso protagonista é um desses pilotos: Shinji Ikari é o piloto da unidade 01, um garoto com problemas familiares, introspectivo, sem motivação e que precisa passar por essa série de problemas para tentar defender a humanidade.

Nossa… como minha sinopse ficou péssima. Não dá pra resumir a história de Evangelion em apenas um parágrafo e eu torço que não tenha um leitor que nunca assistiu o anime. Talvez um dos maiores nomes da animação no Japão ao lado de Akira e Ghost In The Shell, possui até uma premissa que parece simples, mas ela vai começando a ter uma profundidade cada vez maior com o passar do tempo. Foi o anime que me apresentou o gênero. Lembro que a primeira vez que assisti foi na casa de um amigo que tinha TV por assinatura e foi a coisa mais legal que assisti na minha vida (mesmo não entendendo porcaria nenhuma da história)! Tinha gostado muito do fato dos robôs precisarem sempre estar ligados a um cabo com energia para poder funcionarem por bastante tempo, isso dava um plot bem legal e deixava uma tensão quando aquela porcaria soltava (quase sempre).

A série teve um final totalmente anti-climax: muita gente defende dizendo que as pessoas que não gostaram não entenderam a história, mas na verdade é que o final foi uma porcaria sim (E TENHO DITO!). Depois lançaram 2 filmes, sendo o primeiro um resumão e o outro finalmente terminando a história com algo digno. Atualmente estão passando um suposto remake nas telas do cinema com várias modificações na história original, só que nada pode ser tão simples com o nome Evangelion (apesar daquele mangá spin-off horrível publicado aqui pela Conrad). Dizem até que essa série de filmes podem ser uma possível continuação! Mas nada confirmado, vale lembrar. Só boatos.

lagannTengen Toppa Gurren Lagann

Estúdio GAINAX
Ano de Produção: 2007
Total de Episódios: 27 episódios + 2 OVAs + 2 Filmes

O anime mostra um planeta Terra onde a humanidade precisa viver em pequenas vilas no subsolo que necessitam ir descendo cada vez mais para escapar dos freqüentes terremotos, aproveitando também para expandir cada vez mais de acordo com o aumento da população. Simon é um desses trabalhadores que precisam escavar a terra para ajudar a vila. Ele possui um companheiro um tanto diferente, chamado Kamina, que resolve chamá-lo para a gangue com o objetivo de um dia conseguir ir para a superfície. Um dia Simon encontra uma mini-broca, que depois ele descobre ser uma chave que ativava um pequeno robô e com isso os dois finalmente conseguem chegar a superfície. O que eles não esperavam era descobrir que o lugar estava cheio de monstros chamados Homens-Fera e que eram comandados pelo Rei Espiral.

Eu estava guardando para falar de Gurren Lagann em um review próprio, mas não poderia não recomendá-lo em um post sobre mechas. Um dos meus animes preferidos, épico, divertido, personagens transbordando carisma, batalhas épicas, emoção e até drama. Tudo isso em apenas 27 episódios que podem ser vistos em um dia sem ficar cansado e que vai te deixar com lágrimas nos olhos por ter acabado. Foi uma experiência ótima ter acompanhado essa série, apesar que algumas pessoas droparam ele muito cedo pensando ser apenas mais um anime de comédia barata. Mal sabem eles o que perderam! Vou guardar a maioria dos meus comentários para o post dedicado a ele (um dia vai sair, só deixar de preguiça), mas devo apenas comentar que os 2 filmes não precisam ser vistos, já que são dois resumões da série com poucas alterações. Tá esperando o que pra assistir???

code geassCode Geass

Estúdio Sunrise
Ano de produção: 2006
Total de Episódios: 25 episódios + 25 episódios

A série conta sobre um presente alternativo onde o mundo é dividido entre três super potências: Britannia, Federação Chinesa e a União. O Japão acabou sendo conquistado pela Britannia, se tornando a Área 11, perdendo toda a liberdade e direitos. Enquanto isso, acontece um atentado a filha e a mulher do Imperador, onde estranhamente o Imperador não faz nada para revidar e isso acaba causando a fúria de seu filho, Lelouch. Ele e a irmã vão para a Área 11, mudam de nome e se afastam de vez da realeza. Sete anos depois o garoto acaba encontrando uma mulher misteriosa chamada C.C. Ela lhe concede um poder chamado Geass, que controla as ações de uma pessoa apenas com uma troca de olhar e com isso ele finalmente resolve lançar um contra ataque a Britannia junto com os rebeldes japoneses.

Um anime totalmente diferente dos que foram falados aqui, talvez o maior motivo seria que Code Geass poderia muito bem não ser do gênero mechas, tanto que possui mangás sem robôs gigantes (Nota do editor: Mangás que são todos um lixo! Corram deles! Corram!). A história é muito mais voltada para a estratégia dos planos de Lelouch, fazendo com que os robôs pudesse ser substituídos por lutas com espadas e armas entre os exércitos e tornando isso um grande ponto positivo. Foi dado como um novo clássico, e de certa forma eu até concordaria com isso se não fosse pela segunda temporada… não que ela seja ruim, mas eu esperava muito mais depois daquele final espetacular da primeira temporada. Creio que ele seja o mais recomendável para quem não gosta do gênero, ainda mais para as pessoas que adoraram Death Note.

gundam 00Mobile Suit Gundam 00

Estúdio Sunrise
Ano de Produção: 2007
Total de Episódios: 25 episódios + 25 episódios + 1 Filme

A história se passa no ano de 2037 onde a petróleo é escasso e a humanidade voltou seus olhos para a energia solar, com grandes pilares que abastecem a energia no planeta e são administrados por três grandes blocos econômicos: A União de Energia Solar e Nações Livres (Union), Liga da Reforma Humana (HRL) e a União Avançada Européia (AEU). O mundo sofre com guerras constantes, passando por uma espécie de Guerra fria com a rivalidade entre os 3 blocos, fazendo com que um grupo paramilitar chamado Celestial Being seja criado com o objetivo de acabar com todas as guerras de qualquer maneira, usando até a força se necessário. Para isso eles usam mechas chamados Gundam, que utilizam uma tecnologia nunca antes vista e que tornam os robôs dos exércitos militares obsoletos e inúteis frente a esse incrível poder.

Depois de assistir Code Geass eu cheguei a perguntar para o Dih sobre animes parecidos com ele (Nota do editor: Tenho que confessar aqui agora que só indiquei para ele na época porque era modinha) e me foi recomendado Gundam 00, o primeiro em alta definição. A primeira temporada tem uma história que te prende muito, as lutas são excelentes (ainda mais depois de pegar a versão em Blu-ray), os personagens são bons (tirando o Setsuna) e não é tão difícil de acompanhar. A segunda temporada não consegue manter a qualidade, mas eu não diria que foi um fracasso. Já o filme é um dos piores que eu já assisti! Eu estava em duvida sobre qual Gundam eu falaria, mas acabei escolhendo esse justamente porque me fez ter vontade de buscar o resto da franquia. Tem um post no Subete Animes bem mais completo sobre todos os Gundams e vale a pena para os iniciantes.

Nota do editor: Para aqueles que buscam uma roupagem mais “moderna” e que não se relacione com o universo Gundam (sim, você não precisa assistir nenhum outro anime para entender o 00), talvez esse seja o mais indicado para você. Gundam 00 foi para esse universo o que Macross Frontier (que eu só não comentei porque não terminei de assistir) foi para o dele: o revival da série. Trouxeram um novo público (mesmo que no caso de Gundam eles tenham usado o artifício do “fanservice de boybands” como acontecia desde Gundam Wing) e serviram para engatar as franquias com força. Espero que o mesmo possa acontecer com o novo Yamato que deve surgir no próximo ano, que não é mecha mas vale falar mesmo assim.

Eureka SevenEureka Seven

Estúdio BONES
Ano de Produção: 2005
Total de Episódios: 50 episódios + 1 Filme

A história de Eureka Seven gira em torno de Renton, um garoto que sonha um dia pilotar pranchas de “surf aéreas” movidas a Trapar, uma fonte de energia alternativa na Terra. Ele vive uma pacata e monótona vida com seu avô, mas tudo muda no instante em que ele conhece uma jovem chamada Eureka e seu robô Nirvash. Como o garoto busca um pretexto para “motivar sua vida”, ele decide que protegeria Eureka até o fim da sua vida. Amor a primeira vista. Renton então se junta ao seu ídolo Holland, líder dos revolucionários Gekkostate, que buscam a liberdade do povo e direitos que são constantemente privados pelo governo. Finalmente o garoto terá a chance de sentir o vento em seu rosto do seu tão adorado sonho, mudando tudo aquilo que ele conhecia.

Posso dizer que Eureka Seven foi um dos animes mais “gostosos” que já assisti na vida. São 50 episódios que passam como se fossem 25 de tão rápidos e fáceis de digerir. A trama passa longe de ser genial, mas é coerente, não te deixa com dúvidas e o melhor: sabe explorar tudo aquilo a sua volta. O relacionamento dos personagens e a forma como Renton cresce a cada episódio impressiona. Ele começa como um garoto chato e mimado e passa a ser um verdadeiro herói. O papel de Holland é essencial para isso. No Brasil, o mangá (que é uma adaptação do anime) foi lançado pela Panini e vale a conferida. É mais simples, mas é muito bom também! Se você gosta de uma boa série de romance, Eureka Seven é obrigatório.

RahXephonRahXephon

Estúdio BONES
Ano de Produção: 2002
Total de Episódios: 26 episódios + 1 OAD + 1 Filme

Ayato Kamina é um garoto de 17 anos comum vivendo em uma cidade de Tóquio aparentemente pacífica com sua mãe adotiva. Um dia porém, a cidade é atacada e começa a se assombrar sobre destroços e desgraça. A única forma de Ayato sobreviver é comandando a estranha máquina conhecida como RahXephon e descobre que toda sua vida até ali havia sido uma farsa, tentando entender qual o lado que ele realmente deve viver e apoiar. Ayato descobrirá que sua vida com sua mãe adotiva também fez parte de uma grande “peça de teatro” , mas o mais importante será com relação a uma misteriosa garota chamada Haruka, que parece ter algum envolvimento com seu passado. Também vale marcar a presença de Quon, uma das melhores personagens da série.

Eu me sinto na OBRIGAÇÃO de comentar sobre RahXephon. Anime subestimado e deixado para trás ao lado de ArgentoSoma (outro que mereceria estar aqui sem pestanejar), sendo considerado por muitos como apenas “mais um clone de Evangelion”. Vou aqui dizer algo para vocês: ele pode não ser o medalhão que Evangelion é, e provavelmente não tem a mesma “profundidade” do mesmo. Mas com certeza RahXephon sabe ser muito melhor desenvolvido em muitas partes do que seu “irmão”! Sim, em muitos momentos a série é melhor que Evangelion e eu não me arrependo de dizer isso. Ela desenvolve muito bem seus protagonistas (o Ayato tem os mesmos “dilemas” do Shinji, mas nem por isso é um bundão) e ainda consegue levar toda a trama com picos ótimos de romance, suspense e ação. Deixe o preconceito de lado! RahXephon não é só mais um e merece toda a atenção. Destaque para o belo filme que “fecha” a série desvendando todos os segredos que ficaram em aberto na TV.

Para quem duvida da qualidade da série, ela ainda ganhou em sequência mangá e até mesmo novels. Bem que a Panini poderia trazer o mangá que é bem curtinho (3 volumes). E só por curiosidade: RahXephon foi o primeiro anime que vi quando coloquei internet em casa. Foi ainda mais marcante pra mim.

 Por Dih e Luk

Luk

Luk

Eu juro que gosto de animes, apesar de todo o meu haterismo.

Related Post