Semanada – Naruto #603: Reabilitação

Todo mundo indo para os alcoólicos anônimos.

Obito, Tobi, Madara, Sasuke, Uchiha. Povo problemático.

Naruto 603

Reabilitação

Continuamos viajando pelo passado, acompanhando o que aconteceu com Obito após ele ser salvo por Madara. Agora o jovem Uchiha parece bem mais recuperado, tanto que já começa a conversar com seus amiguinhos, duas metades diferentes de Zetsu (ou algo assim), saídas do Mazou.

Na verdade – e aqui fica um adendo meu – eu não sei se esses corpos podem ser chamados de Zetsus. Afinal, o Zetsu que conhecemos é aquela plantinha carnívora serelepe, com uma metade branca e outra preta. Mas como no mangá houve o ataque dos clones de Zetsus e eles foram chamados assim, só estou seguindo a ideia 😉

Eles então enumeram as vantagens dessa situação para Obito: não precisa pagar nada para ficar ali, e por ter metade do corpo feita da mesma constituição deles, não precisa comer nem beber. E de acordo com um dos Zetsus – o com a cabeça em forma de espiral – a maior vantagem é não precisar ir ao banheiro… XD

O “cabeça de espiral” (vou chamar um deles assim) diz que, por ordens de Madara, estão ajudando Obito na sua recuperação, para que ele possa ser útil à ele quando o líder dos Uchiha acordar. É, Madara está lá, tranquilo e sereno sentado num trono de mokuton, dormindo um sono de beleza (aí é que ele não acorda mais mesmo, lol).

Só que Obito está decidido a sair dali, o que é prontamente refutado pelo “cabeça de espiral”, que mostra a saída fechada com uma grande rocha. O Zetsu “enraizado” ainda sacaneia Obito, dizendo que ele fica repetindo “Rin Rin Rin” e “Kakashi idiota” quando está dormindo e também o tiram do sério perguntando sobre como é sentir vontade de ir ao banheiro… pra fazer cocô. É né, os Zetsus nunca sentiram isso, estão curiosos 😛

Obito consegue desviar o assunto e acaba conseguindo involuntariamente que eles o expliquem, de maneira reduzida, qual é o plano de Madara: colocar todos em um genjutsu eterno, num sonho de mundo perfeito onde poderão fazer o que quiserem, até trazer os mortos de volta.

O jovem Uchiha acha tudo uma grande viagem na maionese, mas os Zetsus garantem que isso é possível com o poder total de Madara – claro que não com ele naquele estado deplorável que vimos no capítulo passado. Por isso estão fazendo diversos preparativos; e eu diria que Obito parecia estar antevendo que faria parte desses planos, pois ele diz novamente que quer vazar dali o mais rápido possível!

Movido pelas lembranças de seu sensei, de Kakashi e de sua paixão por Rin (que o fazia ficar que nem um bobo beijando as fotos dela num passado não muito distante, rs), Obito se esforça primeiro para ficar em pé; depois, consegue controlar a sua metade “made in Hashirama”, fazendo “crescer” um braço nela, e ao que tudo indica, também consegue usar o mokuton – de modo simples, mas consegue.

Obito não deixa de pensar um dia sequer em seus amigos, usando-os como motivação constante para seu treinamento. E após sentir que estava praticamente adaptado àquele pedaço de corpo implantado, ele tem certeza que logo verá seus amigos de novo. Coincidentemente (?), um dos Zetsus surge da estátua do Mazou afinal, eles podem se mover livremente pela terra – dizendo que Kakashi e Rin estão em perigo, encurralados por ninjas da Névoa!

Desesperado, Obito tenta quebrar a rocha que bloqueia a saída, mas seu “novo” braço se desfaz. É quando o “cabeça de espiral” oferece seu corpo como uma armadura para Obito, que pergunta se não seria um problema, por eles serem subordinados do Madara. Mas eles dizem que Obito é um bom garoto… e agradecido, o jovem Uchiha parte para ajudar seus amigos!

Olha que bonitinho, Obito fez amigos lá no cafofo do Madara e agora eles vão até ajudá-lo, emprestando sua força!

Será mesmo?

Teorias bem embasadas mostram que tudo isso pode estar sendo manipulado por Madara. Desde o ataque dos ninjas da Névoa, assim como a suposta ajuda dos Zetsus; tudo para que Obito possa sair dos subterrâneos, ter uma grande decepção ou uma grande dor (a morte da Rin, provavelmente?) e deseje se aliar à Madara sem pestanejar.

Alguns ainda cogitam que o “cabeça de espiral” irá tomar posse da consciência de Obito, transformando-o em Tobi. Afinal, eles dizem ter sentimentos, cérebros e vocabulário evoluídos, e isso explicaria a personalidade quase bipolar que Tobi mostrou durante o mangá. E não podemos esquecer do fato da máscara em espiral ser praticamente uma cópia do rosto de um dos Zetsus.

E uma pequena consideração final: é claro que existem outros detalhes que merecem e devem ser explicados, mas estamos vendo que tendo paciência, as explicações surgirão gradativamente, cada uma ao seu tempo. Não está sendo assim com “Tobi é Obito”? Então, basta esperar, meus jovens gafanhotos. 8D

Até a próxima!

Asevedo

Formado em design editorial e assistente editorial da Panini Mangás. Leio mangás e história em quadrinhos de diversos países. Assisto animes de forma esporádica. Sempre estou no Twitter.

Related Post