Mirai Nikki é mais um dos lançamentos da JBC

O Diário do Futuro deve ser lançado em 2013 pela editora.

Confirmado no Fest Comix. A JBC prepara seu arsenal de títulos para combater a Panini no próximo ano. O escolhido da vez é o sucesso sanguinolento de Mirai Nikki – O Diário do Futuro. O mangá foi publicado durante 2006 e 2010 e rendeu 12 volumes pelas mãos do autor Sakae Esuno, na revista Shounen Ace. O título ganhou uma certa popularidade no mundo pelo seu sistema “battle royale” de ser, com mortes a cada capítulo, e chegou ao ponto de ganhar um anime recentemente (que foi criticado por uns e adorado por outros, mas serviu para aumentar a fanbase do título por aqui). Você pode conferir as primeiras impressões do anime clicando AQUI.

O único porém de Mirai Nikki é que ele vem para ser publicado em um momento que pode ser considerado tarde. O grande “boom” da série no Brasil foi durante a exibição do seu anime no Japão (fansubs, oi). Mesmo assim é uma decisão acertada do setor comercial da editora e que deve conseguir vender muito bem se for feito um lançamento adequado para o título. A JBC vem apostando todas as fichas em títulos fortes para 2013, afinal a Panini vem com um acervo pronto para abocanhar o mercado. Porém a editora ainda guarda as suas cartas nas mangas. Vamos ver no que isso vai dar no final das contas para nós, leitores.

Enquanto isso a NewPop… deixa pra lá.

Dih

Dih

Criador do Chuva de Nanquim. Paulista, 30 anos, editor de mangás da Panini Planet/Manga, designer gráfico e apaixonado por futebol e NBA.

Related Post

Há 74 comentários

  1. Avatar

    Bem, como eu costumo falar pros meus amigos, o autor de Mirai Nikki tentou beber da mesma fonte dos autores de Death Note e Battle Royale, no entanto a fonte estava estragada e saiu isso saí. A série não é ruim de todo, mas cheia de situações absurdas, incoerentes e por vezes (muitas) exagerdas, ainda que seja uma obra de mangá. A história poderia ter sido muuuuuuuuito melhor desenvolvida, mas foi só isso que o Sakae Esuno conseguiu. Um bom enredo, cujo desenvolvimento demonstra-se pífio.

    Responder
    1. Avatar

      Não que eu ache que tudo que tu falaste esta errado mas comparar qualquer anime de gênero thriller psicológico com Death Note (um manga que parou com o Japão) e Battle Royale (uma franquia que rendeu um filme que até hoje é lembrado NOS EUA e como filme, não como live action), eu acho covardia, para mim é a mesma coisa que lançarem daqui alguns anos um anime de piratas e quererem comparar com One Piece ou um de alquimista e querer comparar com FullMetal Alchemist. E perto de Death Note,

      SPOILER
      que é um anime de 37 episodios sobre um cara com um caderno que tu esceve nome de alguel e ele morre é inimaginavel, prinscipalmente quando ele só tem dois e ainda mais quando por umas três vezes no mínimo no anime tu acha que nada mais pode acontecer e existe uma reviravolta no anime que muda de repente
      ACABOU O SPOILER

      qualque desenredo de qualquer história parece pífeo.
      Mirai Nikki pode até parecer um Battle Royale com um death note que em vez de matar vê o futuro, mas ainda assim acho ruím comparalos.
      E sinceramente espero que o tempo passado depois do bum de Mirai Nikki não interfira nas vendas, ainda mais que no manga em vez de 12 tem portadores tem 20, quem viu ou for ler vai entender.

      E se você conhecerMirai Nikki sem querer comparar com os animes aqui falados vai ver um bom anime e aposto que um manga muito melhor ainda mais que dinheiro e manga quanto mais melhor NEH.HEHEHE.

      Responder
      1. Avatar

        Não disse que o enredo de Mirai Nikki era pífeo, e sim o seu desenvolvimento, o modo que o autor conduziu a trama. Em algumas partes da história resolvia os impasses q surgiam com soluções incoerentes e incompreensíveis até mesmo o universo da narrativa. Não q isso estrague uma obra, Dragon Ball é cheio de “soluções” absurdas, mas q todo mundo gosta. O problema de Mirai Nkki é por vezes a história foge a bom senso ao extremo.

        Responder
      2. Avatar

        Não vejo problema nenhum em comparar no caso Mirai Nikki com Death Note ou Battle Royale, ambos são obras até de mesma mídia. Dizer que não se pode comparar um mangá com outro porque o primeiro é muito melhor só mostra que o segundo é muito pior, não? Não existe essa de ter os anime superiores que não podem ser comparados, qualquer anime de pirata, ninja, alquimista inevitavelmente vai ser comparado com os mais famosos do gênero, o que não quer dizer que temos que levar isso em consideração e aceitar os erros que eles podem ter só porque eles tem rivais muito fortes. E eu tive exatamente a mesma impressão que o Diego teve, bom enredo e um desenvolvimento muito fraco recheado de explicações absurdas, exageradas e até incoerentes algumas vezes, digo isso pelo anime, até gostaria de saber se o mangá também segue esse rumo, alguém sabe?

        Responder
      1. Avatar

        “E perto de Death Note,qualque desenredo de qualquer história parece pífeo.”
        eu nao disse q tu falo que o anime era pifeo mas sim o desenredo da historia.

        Responder
    2. Avatar

      Eu também tive essa exata impressão, o mangá tinha uma boa ideia que teve uma execução ruim. Podia ser sim muito, mas muito melhor se levado a outros caminhos…sem citar o absurdo que foi o fim do mangá! Por isso eu não gostei muito e não faço questão nenhuma de comprar.

      Responder
  2. Avatar

    Putz grila. Não que a série seja ruim, mas agora os pseudo-yanderes-yunozetes irritantes vão ir á loucura. Puta que pariu.

    Meu facebook vai estar um estardalhaço de facas de cozinha e sangue e YUKIII. Oh gawd ;-;

    Responder
  3. Avatar

    Ótima aposta da jbc, concerteza tem um público a agradar, visto que discordo que o momento da série já passou, Uma série ótima que muitos assistiram do jeito errado, comemoro muito e ja estou separando o dinheiro.
    10/10

    Responder
  4. Avatar

    Toda vez que vc fala que a panini tem uma carta na manga pro ano q vem, e um sentimento estranho, esperança, que vão lançar mangás que eu quero ter nas minha estante, mais anciedade, raiva e agonia por que vcs ficam fazendo climinha de suspense. PARA COM ISSO PORRA!!

    Responder
  5. Avatar

    Caraca essa batalha entre editoras tá rendendo bons frutos, muito títulos muito bons sendo lançados, meu bolso tá chorando, mas eu agradeço, e eu achando que a Panini ia dominar na época que ela divulgou que relançaria One Piece, Dragon ball, e todos os outros lançamentos da época, parabéns pra JBC, conseguindo virar o jogo.

    Responder
  6. Avatar

    É triste que Zatch Bell (Konjiki no Gash Bell!!) é um ótimo mangá, mas antigo e não muito famoso infelizmente… Estou sem esperanças que venha para o Brasil, mas eu ficaria muito feliz.
    Bem, eu não estou esperando nada de mais pro ano que vem… Só vou terminar de comprar meus volumes de Sakura e economizar, pq não tá fácil não…

    Responder
  7. Avatar

    Agora meu dinheiro vai embora de vez .Eu conversava com um colega meu sobre como seria interessante se esse mangá fosse trazido para o Brasil ,e não é que eles trouxeram .É ,acho que eu sou um profeta =D

    Responder
  8. Avatar

    ao que tudo indicava ao no exorcist seria também da JBC mais ainda está tudo debaixo do tapete :/
    mirai nikki é foda comprarei com certeza õ
    bem pela panini só espero reborn agora
    medaka box e magi quero que seja da jbc tbm 😀
    panini ta muito ruim ultimamente então não coloco mais fé nela :/

    Responder
    1. Avatar

      Concordo com você cara… a JBC trouxe definitivamente as páginas coloridas quando existem na edição japonesa; coisa que a Panini só traz quando quer. As capas da JBC também melhoraram, parece que estão abolindo akela faixa preta ridícula nos novos lançamentos e as folhas usadas (não sei se é impressão só minha) da JBC são menos cinzas do que as da Panini.

      Responder
  9. Avatar

    “O único porém de Mirai Nikki é que ele vem para ser publicado em um momento que pode ser considerado tarde. O grande “boom” da série no Brasil foi durante a exibição do seu anime no Japão (fansubs, oi).”

    No dia que isso não acontecer, me avisem.

    Responder
  10. Avatar

    praticamente todos os mangás que as editoras pegam elas trazem tarde demais -.- é sempre assim
    até hoje não tem reborn…
    imagina o tempo que eu irei esperar para o lançamento de
    ao no exorcist
    medaka box
    btooom
    magi
    code:breaker
    zetman
    kami no mizo…
    -.-

    Responder
    1. Avatar

      Dessa listinha aí, os unicos que valem a pena (pra mim) são Magi e talvez Btooom.
      Ao no Exorcist decaiu muito no decorrer da história, ainda bem que os ultimos 2 capítulos deram uma melhorada.

      Responder
  11. Avatar

    Ah finalmente! Aguardava ansiosamente por esse título, e, pra falar a verdade, não acreditava que fosse publicado por aqui.
    Compra certa, sem dúvidas!

    Responder
  12. Avatar

    A panini pode ser uma decepção em sua periodicidade atrasando horrores, mas pelo menos sempre mandam seus lançamentos aqui para o nordeste, a jbc, se manda, é depois de mais de meses que o mangá foi lançado, aqui no maranhão agora que chegou Frezing 1, enquanto belzebub chegou duas semanas depois de lançado.

    Responder
    1. Avatar

      e Naruto… em que edição tah aí? Porque no interior de SP ainda tah no 53, quatro edições atrás da atual. Levando em consideração que Naruto é Bimestral, isso seria um atraso de 8 meses. E ser fase 2 não é desculpa, porque Monster, DB e One Piece tão vindo certinho.

      Responder
    2. Avatar

      Sei como é, colega. mas não é só ai na sua região. Moro no interior de SP e sao os mangas da JBC q atrasam aqui. Estranho até ter visto lançamentos de Evangelion e Freezing nas checklists aqui do Chunan e ter q esperar 2~3 meses até chegarem.
      No entanto, Monster e outros trabalhos da Panini estão vindo normalmente
      Não sei como é feita essa distribuição setorizada mas ainda e no minimo estranho ver os titulos chegando atrasados na nossa cidade né?
      Bom, ao menos da mais tempo de planejas as compras x)

      Responder
  13. Avatar

    Rapaz eu sabia, negaram a torto e a direita mas sabia que viria, agora sim , se a editora continuar pegando títulos bons a coisa pode até melhorar de fato.

    Responder
  14. Avatar

    Não acho que seja tão tarde assim, eu faço parte do grupo que conheceu Mirai Nikki pelo anime na época que foi lançado, mas ainda está bem fresco na minha memória pra saber que esse compensa comprar… =D

    Responder
  15. Avatar

    Olha só, um manga que realmente queria ver por aqui, então Chihayafuru talvez não seja um sonho impossivel, ou talvez sim, mas enfim, o importante é que essa concorrencia entre as editoras está beneficiando de mais a gente, porém extorquindo o nosso bolso, mas estou gostando muito dos lançamentos da JBC nos ultimos tempos e da Panini também.

    Rayovac!

    Responder
  16. Avatar

    MIRAI NIKKI, MIRAI NIKKI. *-*
    Um dos meus mangás preferidos, ( ressalta o MANGÁ ), apesar de todos os contras a história é emocionante e não tem como não se apegar a Gasai Yuno, Uryuu Minene suas lindas. ;*
    Eu já orei tanto por esse título, e olha aí… Thanks God

    Responder
  17. Avatar

    Show de Bola!!! Este aí é compra certa. Já abri mão de alguns bons títulos que foram anunciados por falta de grana, ma Mirai Nikki levo com toda certeza. Amo este mangá.

    Responder
  18. Avatar

    MIRAI NIKKI!!! QUE BOM QUE CHEGOU!!! (o ruim é que traduziram o nome!)
    A Panini lançou em 2012 One Piece, Dragon Ball e Kuroshitsuji (sob o nome ”Black Butler”… Trágico), e este ano vai publicar Toriko e Katekyo Hitman REBORN!
    Com tudo isso, a Panini ficou forte, e a JBC tá tentando bater de frente! Já trouxe o Soul Eater, outro mangá bom (o ruim é que traduziram Shinigami-sama para ”Doutor Morte”. WTF?!) ea agora trás Mirai Nikki! Para superar a Panini, a JBC deve trazer Gintama, GetBackers, Ao no Exorcist (que assim como Kuroshitsuji, deve vir com o nome inglês, ”Blue Exorcist”), Sket Dance e Rave Master (como este último é do mesmo autor de Fairy Tail, que a JBC publica, há mais chances de vir para o Brasil pela editora).

    Responder

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *