Preview da Temporada – No Game No Life

no game no lifeUma pitada brasileira na terra do sol nascente.

No Game No Life PosterNo Game No Life
(ノーゲーム・ノーライフ)
Episódios previstos: 12 Episódios // Estúdio: MadHouse
Gênero: Ação, Fantasia, Aventura
Site Oficial // Trailer // My Anime List
Estreia: 09 de Abril
Expectativa: 

Sinopse: A história gira em torno do garoto Sora e da garota Shiro, dois irmãos que carregam a reputação de serem NEETs brilhantes (ou seja, dois garotos que não estudam, não trabalham, não fazem nada da vida, só ficam na frente do computador). Os dois hikikomoris são gamers conhecidos por toda a internet pelos seus feitos brilhantes, enquanto encaram a vida real apenas como um jogo chato, defeituoso… Um dia eles são “convidados” por um garoto chamado de Deus para uma espécie de mundo alternativo onde tudo é decidido na base dos jogos: aqueles que vencem recebem a propriedade de tudo e com isso a humanidade estará livre de guerras, mas próxima do colapso. Agora resta saber se Sora e Shiro serão capazes de  ”vencer” esse jogo também para evitar que o mundo acabe.


Yuu Kamiya para alguns pode não ser “brasileiro de coração”, mas que o sangue corre em suas veias, isso corre. Filho de mãe japonesa e pai brasileiro, Yuu provou nem só os “puro-sangue” ganham sua chance no Japão. O artista é character design das novels de Itsuka Tenma no Kuro-Usagi (que ganhou um anime em 2011) e autor de No Game No Life obra escrita e desenhada por ele e teve seu anime em Julho de 2013 no Media Factory’s Summer School Festival. O título da MG Bunko J começou a ser publicado em 2012 e atualmente conta com 5 volumes lançados. A série ganhará adaptação pelo estúdio MadHouse e terá direção de Ishizuka Atsuko (Aoi Bungaku, Supernatural) e roteiros de Hanada Jukki (Level E, Kuragehime).

Sabemos que hoje em dia a MadHouse não é mais o estúdio que temos certeza de sucesso no Japão – apesar de ainda conseguir se sobressair em alguns projetos como Hunter x Hunter 2011. Mesmo assim a adaptação que envolve No Game No Life parece ter potencial pelos trailers divulgados. A arte de Kamiya, extravagante em cores e brilhos em suas ilustrações, parece estar sendo transmitida da melhor forma possível na animação. Apesar de toda as diferenças que se perdem em uma transição do “papel” para as “telas”, a fidelidade tenta ser a maior possível.

Se em algum momento você pensou em comparar No Game No Life com Sword Art Online pela temática de games, é melhor parar por aí (mesmo o dublador do protagonista sendo o mesmo de Kirito, Matsuoka Yoshitsugu). Na verdade a série tem um aspecto muito mais próxima de séries como Phi Brain e talvez uma pitada de [C] – claro que com uma identidade e uma proposta diferente, mas a ideia de salvar a humanidade com jogos nos remete a ele. No mais, o potencial no papel existe. Resta saber se nossas expectativas serão mantidas no desenrolar da série e de seus 12 episódios.

No Game No Life estreia no dia 9 de abril e será exibido todas as quartas no Crunchyroll brasileiro.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Yasuji

    Que venha! esse é o segundo que eu tô mais apostando! Isshukan friends superou absurdamente minhas expectativas espero que No Game No Life faça isso tbm!

  • Juarez Neto

    Ainda tô em duvida sobre acompanhar ou não este, Mahouka soa como uma aposta melhor para o gênero no momento (até pelo número de episódios – 26 de Mahouka contra 12 de NGNL, o que provavelmente vai permitir um desenvolvimento melhor do primeiro), mas acho que vou dar uma olhada no primeiro episódio. Vai que…

  • Sennaffogo

    “Sabemos que hoje em dia a MadHouse não é mais o estúdio que temos certeza de sucesso no Japão” -> sabemos quem?? O_O
    Pra mim é a Madhouse ainda é certeza. É um dos 10 melhores estúdios de lá, certamente.

    • Killermedros

      bem de fato MadHouse e ta no top 10 de melhores estudios do japao mas vamos relembrar de varias obras da mad q fizeram abusdardemte sucesso nenhum acho q des do termino de Death Note madhouse vem com seus mais baixos do q altos obvio varios estudios sofrem disto tbm mas mesmo assim madhouse esta sofrendo com varias obras q pegam e n vendam o esperado pode perceber quando a madhouse pega uma obra q acham q vai fazer sucesso eles fazem de tudo para deixar o anime bonito este e o caso de no game no life e tbm a madhouse pelo q pude perceber esta diminuindo a quantidade de obras q pegam por temporada.

      • Sennaffogo

        @Killermedros, já falei desta coisa do sucesso em outro tópico, isto é completamente relativo, mas enfim… se estes altos e baixos estão sendo medidos por venda de discos, a questão pode ser mais ampla.
        Espero que a Madhouse perdure por anos a fio, pois é um estúdio de primeira linha que seria uma pena perder, diferente de alguns outros que eu sinceramente não sentiria a mínima falta…

    • Killermedros

      eu tbm n gostaria de perder a madhouse ja como vc disse e um estudio de primeira linha mas mesmo q como eu falei estes altos e baixos atrapalhem a madhouse sempre investe em renovar animes independentemente disto entao significa q a madhouse um dia voltara a ser como era antigamente

    • Provavelmente ele se refere ao fato que a última adaptação de light novel que a Madhouse fez (Kamisama no Inai Nichiyoubi) foi um fracasso de vendas, e a Madhouse não conseguiu bons resultados com os animes da Marvel. Acho que desde HOTD (não sei de outro anime do estúdio mais recente que fez sucesso) o MadHouse não emplaca um sucesso grande.

      • Killermedros

        tem Btooom tbm q pelo q falaram fez um grande sucesso

      • Killermedros Ah é, tinha me esquecido desse. Obrigado. 🙂

    • Também acho o mesmo 😮 Ainda acho que a MadHouse é um ótimo estúdio, um dos melhores de lá.. Apesar de as últimas adaptações não terem feito muito sucesso, mas eu não vi nada de ruim nelas.

      • Sennaffogo

        Na verdade teve coisa ruim nelas sim, @Vanessa-chan. Os animes da Marvel em especial… Sinceramente galera, eu não entendo por que, exceto por alguma justificativa financeira (sem sentido na minha opinião), a Madhouse se meteu nesta canoa furada…..¬¬
        Igual ao BONES, tentando fazer uns mechas ‘a la Sunrise’, só que sem história nenhuma, ou tão inovadoras quanto Bleach foi em termos de battle shounens…..u_u. Heroman e Star Driver(BONES), assim como os animes da Marvel(Madhouse), têm belas animações gerais, mas as histórias, os CD’s e outras coisas, fazem todos estes animes serem umas belas d’umas porcarias na minha opinião.

    • @Sennaffogo Nossa, eu nem lembrava mais do anime da Marvel. É.. Dá pra se dizer que nem tudo no estúdio é perfeito D: Essa aí foi realmente uma furada que eles pegaram. Mas tipo.. Das animações que eu assisti do estúdio (até mesmo o overhated Kaminai) eu achei muito legais xD É tudo tão sombrio que chega até a ser agradável. Bem.. Não comecei a assistir No Game, no Life ainda por falta de tempo, mas tenho altas expectativas nesse aí, porque o estúdio me agradou muito nas outras animações que eu vi. :3

      • Sennaffogo

        @Vanessa-chan, como disseste, realmente nem tudo é perfeito.
        Agora, já que tu citaste ‘Kaminai’, o que você entende por ‘overhated’? Porque do meu ângulo de visão, ele é exatamente o contrário. O.o
        Eu particularmente não gostei sequer da premissa deste anime, portanto, nem na minha triagem ele passou….. sinceramente, não consigo de fato enxergar o que tanto as pessoas que gostam veem nele… mas, cada um com seus gôstos né?

  • Esse anime está sendo muito expectado pelo Yuu “Ser brasileiro” ta sendo muito baba ovo para ele, sendo que ele nem é totalmente brasileiro, mas enfim, pode ser uma inspiração, mas ficar de baba ovo por isso é sacanagem.

    Mas, enfim, novamente. To com muuuitas expectativas nesse anime e não é “porque o autor é brasileiro” NÃO! Adoro animes de jogos, não importa o que seja, até de esporte, e esse a Madhouse parece que vai arrebentar, só do traço e no trailer, fiquei arrepiado! Espero que não me decepcione o

    • Killermedros

      eu tbm tenho expectativa e tbm n vo assisti o anime so pq o autor e brasileiro confesso q sinto um poco de orgulho pelo autor ser meio japones e meio brasileiro mas mesmo assim o anime promete e Madhou esta apostando auto neste anime ja q tem basicamente tudo para alcançar o publico de SAO e entre outros q gosta deste genero mas este anime aposto toda as minhas restantes fichas q tenho so pra saber como vai ser este anime confesso q com 12 ep n vamos saber de muita coisa mas espero q num futuro tenha continuaçao

    • Matheus.

      Também acho totalmente irrelevante o fato dele ser brasileiro (ou quase). Não importa a nacionalidade, se é um HUMANO que está criando a obra, ok, já basta! Quando um ALIEN produzir uma obra, ai sim, Será algo muito relevante mesmo. 😛

  • Ansiosíssima, esse é meu maior hype da temporada. A sinopse me interessou, a arte me conquistou, e o trailler foi impressionante ~minha opinião~. Que explosão de cenas fantásticas foi aquela? 😮 Espero que o anime seja tão bom quanto as minhas expectativas.

    Sobre o estúdio.. Quando vi sobre a adaptação de No Game, No Life fiquei com medo que a Brains Base fosse adaptar, mas ao ver que era MadHouse até fiquei mais sossegada. Eu levo fé na MadHouse. Todas as adaptações que o estúdio fez (que eu assisti) eu achei muito interessantes. Mesmo DMC e KamiNai que foram overhated, eu gostei de ver, mesmo que só pra matar o tempo.

    Ah, outra coisa: Pode ser só impressão minha, mas parece que o estúdio MadHouse dá um toque meio “sombrio” aos animes que eles adaptam XD Das obras que eu vi, tinha tipo.. Um clima de fantasia, mas ao mesmo tempo um clima sombrio, uma combinação tão legal. Não sei bem explicar.. Deve ser por causa das cores que eles usam no cenário, e por causa das histórias e… Ah, já dá pra entender né? :q No Game, No Life é bem de fantasia pelo jeito, então espero que eles façam essa combinação de clima de fantasia + clima sombrio nesse anime também XD O trailer me agradou muito!

    • Killermedros

      n é impressao des da epoca de Death note o estudio da este toque meio sobrio nas obras e bem eu gosta da brains base tbm mas MadHouse é boa e tbm eles estao apostando muito nesta obra portanto estao fazendo animaçao ser uma das melhores da temporada so minha opiniao a MadHouse n ira ganahr da animaçao da J.C Staff q na minha opiniao e uma dos estudios q tem uma das melhores animeçoes ex sakurasou no pet na kanojo a animaçao foi muito bem feita e acho q nisso a MadHouse n ganha da J. C Staff

      • Ah, aí não né, da J.C Staff a MadHouse não ganha mesmo, rs. Além de Sakurasou, Little Busters! também foi muito bem adaptado pela J.C. Staff (eu achei que foi!), e eles tem todo o meu respeito por isso. Mas no caso, ainda acho que a MadHouse ganha de muitos outros estúdios por aí ainda, poooor exemplo.. Ganha da Brains Base :v :v E da P.A. Works também.

        Sério, tem algo na Brains que me faz detestar a maioria das animações que eles fazem, não sei bem o que é. A maioria dos animes que eles adaptaram tem ideias interessantíssimas ao meu ver, tem um grande potencial.. Eu leio as sinopses, crio o hype, mas na hora que eu assisto eu me decepciono feio. Já aconteceu isso em várias obras deles que eu assisti.. Tipo Amnesia, que a arte ficou bonita mas a história chata; Blood Lad, que ficou sem graça e a arte ficou feia (e eu gosto tanto do mangá, poxa D:); Brothers Conflict que os garotos eram tão bonitos na visual novel, mas na adaptação ficaram feios; Tonari no Kaibutsu-kun que simplesmente não me agradou; e Oregairu que eu dormi em quase todos episódios. E todos tinham ideias tão interessantes, só faltou desenvolvê-las direito. Mas o principal eu acho que é a arte deles que me incomoda.. Notei isso em todas obras deles que eu vi: Os cenários são bonitos (menos em Blood Lad), mas os personagens ficam bem estranhos. Os únicos que me agradaram em história e arte foram Durarara!!, que agora é um dos meus animes favoritos, e Natsume Yuujinchou. Maaaas chega de haterismo por aqui xD e lembrando, é só a minha opinião tudo isso ali, beleza?

    • Killermedros

      é eu entendo tbm dei minha opiniao n sou fanboy de nenhuma produtora obvio tem produtoras q gosto e outras q detesto mas desde q um estudio q eu goste ou odeie pegue um anime q gosto ou achei foda pra ta blz desde q n estraguem a obra e bem a brains base tem este negocio a arte deles alguns animes sao fodas mas outros n chegam nem perto de animaçoes de estudios q estao entre os 10 maiores do japao serio as vezes da vontade de sei la n assistir o anime ou ate mesmo deixar de ter expectativas do estudio agora P. A. Works e um estudio bom mas o forte deles e mais animes de esportes e a J. C. Staff e mais animes de comedia romantica ou romance a J. C. Staff e um dos estudios q mais gosto mas mesmo assim n deixo de achar outros estudios bons em tao aspectos por exemplo MadHouse um estudio q coloca um toquio sombrio em animes por isso o forte deles n e animes de romance mas s animes estilo shonen mesmo q e mais pesado e pode-se adicionar um pouco do toque sombrio q a MadHouse faz isto eu acho perfeito em animes deste estilo sei la me prende fico pensando oq ira acontecer a seguir em alguns animes a Mad realmente me prende neste aspecto mais do q muitos outros estudios como J. C. Staff q dependendo do anime e animaçao eu paro de assistir pq chega a ser enjoativo assistir a mesma coisa por isso a J. C. Staff sempre muda seu estilo de animaçao obvio n piorando mas s melhorando em cada animaçao bom espero q nenhum fanboy chegue aqui e nos xingue por falarmos algo q achamos verdade

      • Entendi. Ah, mas eu não quis dizer que a P.A Works é um estúdio ruim, eu gosto das animações que eles fazem, só quis dizer que ainda gosto mais da MadHouse xD E concordo com isso que você disse.. Cada estúdio tem seu ponto forte mesmo. J.C. Staff é ótimo para romances e dramas, e MadHouse eu diria que é mais pra seinen do que shounen, pelas temáticas mais obscuras que eles pegam pra adaptar xD E a P.A. Works faz um trabalho muito bom em animes de fantasia também, eu achei. Eu gostei de assistir Red Data Girl, que eles adaptaram :} E a Kyoto Animation é boa pra moe e slice of life :q Cada estúdio é bom em um tipo de adaptação, e eles devem investir e melhorar nesse tipo que mais convém a eles :} Tipo.. não consigo imaginar a MadHouse fazendo um shoujo super meloso, e a J.C Staff fazendo um gore, rs. Ia sair muito estranho. Ah, e se os fanboys vierem xingar a gente por falarmos nossa opinião, é só ignorar, na internet eles não podem nos obrigar a dar atenção pra eles XD

    • Killermedros

      eu confundi os estudios eu confungio Produtction I. G com P. A. Works e eu tbm fugil a palavra seinen entao acabei falando sounen apesar q no game no life e Death Note tao mais pra shonen do q seinen mas mesmo assim isto e verdade kd estudio tem seus pontos fortes e tbm n imagino estudios fazendo algo q n e bom apesar q a Brais base faiz obras e genoros meio aleatoria entao por isso acabo meio q n tendo muita fe na Brais base em algumas obras mas n deixo de gostar de alguams obras da Brais base e bem verdade sobre os fanboys se xingarem e so ignorar afinal a internet e livre

      • Sennaffogo

        @Vanessa-chan, DMC foi overhated? É… é um anime que realmente tinha potencial para ser assim mesmo. Mas eu não peguei esta época. Assisti Devil May Cry lá pelo meio de 2010, o anime foi feito em 2007… mas realmente Devil May Cry é um anime muito bem feito, não é para estar no Top1 de ninguém, mas que é bem feito é. Logo de cara, o anime replica exatamente o que é o Dante no jogo. Mas incrível, tem um amigo que relama do anime justamente por causa disto, falou que o anime ficou sem graça. Pode até ter ficado, na opinião dele e de outrem, mas ficou muito fiel, e foi talvez exatamente isto que os fãs do jogo mais exaltaram no anime. E o anime cumpre muito bem sua missão, de passar o tempo e de distrair, com uma ótima animação, lutas muito boas, tiros, sangue, e sorvete de morango! =D
        Ah, e uma EXTRAORDINÁRIA abertura!!! o/

        Também concordo contigo Vanessa-chan, nem ferrando que a J.C.Staff ganha da Madhouse…..u_u
        E sim, Brains Base e P.A. Works também não são melhores que a ‘Casa dos Loucos’. Já a Production I.G. acho que se equipara a Madhouse, ambos são estúdios Top10 na minha opinião.

        @Killermedros, uma dica cara, pontue e acentue os seus textos, invariavelmente seus posts são deveras confusos e ruins de se entender…

      • @Sennaffogo Eu também adorei ver DMC xD já perdi a conta de quantas tardes eu passei revendo esse anime haha. Eu também achei que conseguiram passar muito bem a “personalidade” do Dante para o telespectador. O sarcasmo e o senso de humor dele dele são demais, rs. E as cenas de luta ficaram muito boas :} Só ao vê-las já senti que valeu a pena ter visto o anime. Tá certo que a história não teve muito a ver com os jogos, mas ainda assim foi bem divertido assistir. As músicas, abertura, encerramento e músicas de fundo, também ficaram ótimas! =) E gostei de ver que tenho algo em comum com o Dante: Meu gosto por Pizzas e Sundaes de Morango XD Mas nos comentários que eu vejo por aí o pessoal diz “nossa, horrível, fizeram o Dante virar babá da menina, nada a ver com os jogos, sem história, etc etc.” Mas o anime não era pra ser uma uma adaptação dos jogos mesmo, e sim um spin off. E ficou bom, como tu disse, conseguiram retratar o “carisma” dos personagens perfeitamente ali. Não entendo porque fazem tanta reclamação. .-.

      • Sennaffogo

        @Vanessa-chan, neste meio tempo eu estava revendo minha pequena lista de animes concluídos e quando passei por DMC, pensei: “poutz, tenho que ver DMC de novo…. aahhhh, aquela abertura F*DA ecoando por 12 ótimos episódios de uma pura e boa distração….. acho que antes de começar cada episódio eu vou repetir a abertura umas 5 vezes…..kkkkkk”.
        Pow, que maneiro!!! Eu também gosto de pizzas e me amarro em Sundae de morango…. huahuahuahua, que boa coincidência. Tá certo, não sou viciado em pizza que nem o Dante, tanto que num rodízio de pizza quem sofre o “prejuízo” não é a casa, sou eu 🙁 , mas ainda assim gosto bastante de pizza. =)
        Bem, agora deu vontade….. então deixa eu ir aqui separar uma grana para tomar um sundae de morango até o fim da semana. xD

  • Brasileiro… um cara que vive no Japão desde os três meses de idade? Menos, gente!

    • Killermedros

      na verdade ele mora no japao desdos 7 anos de idade e quando deu uma entrevista ele falo em brasileiro obvio com sotaque mas mesmo assim n diexa de ser BR o pai dele e BR e a mae dele japonesa entao podemos dizer q ele e meio brasileiro e meio japones n interessa quanto tempo ele mora no japao e s q nacionalidade ele e ate o nome dele é brasileiro

      • Juliana

        Mas ele fez a vida dele no Japão. Se fosse um cara que desenvolveu seu ofício aqui e foi pra lá e ganhou reconhecimento seria outra coisa, acho que é isso que o pessoal está questionando quanto a dar tanto destaque para a sua nacionalidade… Não querendo tirar ou diminuir os méritos do rapaz, é óbvio.

  • Vi o primeiro episódio, e achei muito foda.
    Acho que seria bom se todos os conflitos do mundo fossem resolvidos com jogos. Pouparia vidas inocentes, nestas guerras que nada levam.

    • Killermedros

      mas infelizmente a vida real e um jogo com defeito

      • Pois é, infelizmente vivemos em um jogo defeituoso e chato.

      • Sennaffogo

        @Mi Ka DXD, nem tão chato assim né? Mas sim, defeituoso por causa de uns humanos imbecis e outros gananciosos…..¬¬

  • Luiz Augusto

    Esse só é o melhor anime lançado em 2014….