Ranking Oricon de Vendas de Mangás: 19 a 25 de Janeiro

header oricon 19 a 25Kimi ni Todoke no topo dessa semana!

E em mais um ranking da Oricon, temos um shoujo desbancando todos os shounens da liderança! E mais uma porrada de mangás conhecidos e publicados no Brasil aparecendo, embora, no geral, a lista de lançamentos dessa última semana tenha sido bem fraca. Vamos conferir a tabela?

Os mangás grifados em amarelo são os comercializados no Brasil. A fileira “Vendas Total” contabiliza a soma das semanas que o mangá já se encontra no ranking.

oricon 19 a 25

Kimi ni Todoke 23 no topo do ranking dessa semana. Surpresa? Nem tanto, mas vale lembrar que suas vendas só foram contabilizadas por dois dias, já que o volume saiu no dia 23 e essa tabela é do dia 19 a 25 de janeiro. O segundo lugar ficou para Kingdom, que consegue uma boa vendagem mesmo sem a exibição de seu anime. O dono do primeiro lugar da semana passada, Fairy Tail, acabou caindo um pouquinho nas vendas por causa desses dois lançamentos, mas ainda continua no pódio ocupando o terceiro lugar do ranking. Logo após os três primeiros colocados, temos Handa-kun, um spinoff de Barakamon, que em sua semana de lançamento está tendo um número de vendas muito bom.

Fechando o top 5, temos Magi (publicado no Brasil pela Editora JBC), que, contando com sua edição especial, está somando quase 400 mil cópias.

Para os fã de Shaman King, o último volume de Shaman King Zero foi lançado, que é um dos spinoffs da série. Outros lançamentos da Jump como Assassination Classroom, Bleach, Blue Exorcist, Haikyuu!! continuam aparecendo na lista dos mais vendidos, apesar do número significativo de lançamentos. Enquanto isso, One Piece 76 e Ataque dos Titãs 15 vieram para ficar mostrando seus números altíssimos de venda que alcançaram a casa dos milhões.

Aqui também vale o destaque negativo para Toriko. É impressionante como as vendas do mangá despencaram depois do término do anime. Para quem não acredita nesse tipo de influência, mais uma vez Toriko se mostra o principal alvo desse tipo de “marketing de mais de 20 minutos”.

Dos cinquenta títulos publicados, onze são lançados no Brasil; lembrando que as editoras “donas” desses títulos são a Panini e a JBC.

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post

  • Kingdom viva , este manga para mim é um dos melhores da atualidade , é bom ver que Blue EX.. não perdeu tanta força mesmo com a fallta de investimento do manga , serio esta na hora de segunda temp , as vendas do anime foram otimas e tem conteudo para mais de uma temp e por fim Tg-re está se tornado um monstro de vendas faz um tempo que eu vejo um boost tão grande em um manga da Yong que é conhecida por péssimas adaptações de seus mangas

  • Não entendi o marketin de mais vinte minutos… É ter anime filler?

    • Roxoooo

      Não, é ver o anime como uma propaganda. Na verdade, o anime seria apenas uma propaganda para que o mangá vendesse mais. Com o fim da propaganda, as vendas caem

    • Micael Okamura

      No caso, é quando o anime é feito para ser uma propaganda do mangá. :v

      • luisun

        quando o anime não é feito para vender o mangá? =P

  • David

    Kimi ni todo é o rei dos shoujos. Sem mais.

    • STX

      Nana manda lembranças!

      • David

        ué, NANA é shoujo? pois sempre achei que fosse josei…

      • STX

        Josei É ramificação do Shoujo, mas nem todo Shoujo é Josei.

      • David

        Sim,é ramificação, mas não shoujo… ou, seinen seria shounen também?

    • STX

      No caso de Shoujo e Josei, a linha tenue que os separa um do outro é bem curta. E no caso de Nana, em qualquer lugar que se pesquise por ele, mesmo em sites estrangeiros ele é comumente categorizado de shoujo e está rankeado como o shoujo mais vendido de todos, não só como o Josei, que obviamente é ele também o mais vendido.

      • David

        Se esse for o caso (de considerar todo josei um shoujo) então, sim Nana >>> Kimi ni Todoke>>Nodaime >> all

  • matheus

    Leia de novo o meu cometário e reflita.
    e sim vc está se doendo

  • Micael Okamura

    Vamos as análises:
    Kimi ni Todoke é sucesso com certeza, embora esteja enrolando demais.
    Kingdom consegue ser foda mesmo sem anime, queria que ele voltasse.
    Fairy Tail continua sendo uma forte marca na Shonen Magazine mesmo esta vivendo a era de Nanatsu no Taizai. Aliá,s pelo que tem acontecido no mangá, me pergunto se Fairy Tail realmente pode estar próximo do fim.
    Nunca li Hada-kun.
    Magi é outro mangá foda que consegue vender mesmo sem o anime, quem sabe um dia volte, ou ainda com um filme.
    Shaman King Zero dispensa comentários.
    E a queda de Toriko prova que é só mais um mangá genérico de uta da Shonen Jump que depende de um anime pra vender (minha opinião). Não posso nem chamar aquilo de mangá de culinária. Souma que é de verdade um mangá de culinária.

    • Handa-kun é um spin-off de Barakamon, que conta a vida de Handa seis anos antes dele ir para a ilha, época que ele ainda era um colegial.

      • Micael Okamura

        Também nunca li Barakamon, mas valeu pela informação.

      • Barakamon ganhou uma adaptação para anime agora em 2014, na minha opinião, um dos melhores do ano. Recomendo.

      • Micael Okamura

        Barakamon não vi por falta de tempo, mas eu juro que um dia ainda verei.
        Obrigado pela recomendação.

  • bem q kingdom poderia ser publicado no brasil! um ótimo mangá!

    • Micael Okamura

      Também queria esse mangá por aqui.

  • Vinicius Miranda

    Giant Killing não venderia bem no Brasil?

    • Lucas

      Acho que venderia mas não trazem porque tá em publicação ainda.

      • Vinicius Miranda

        Mas as editoras trazem vários títulos em publicação pra cá. Com o apelo de futebol que é grande por aqui, não entendo pq não rola.

      • Micael Okamura

        Ainda não entendo o motivo de nenhuma editora aqui ter publicado Captain Tsubasa, que é de futebol, e teria forte apelo aqui.

  • Lucas

    Assassination classroom acaba no volume 12 né?

    • Até onde eu saiba, ele está em publicação e é um dos principais da atual Jump. Acho que tão cedo não acaba, mas sei lá, realmente não lembro de nada falando sobre final dele.

      • Micael Okamura

        O mangá ainda vai continuar, ainda mais que ele é um sucesso do qual a Jump não vai deixar escapar tão fácil.

    • Lucas

      É porque não sei se é assim ainda, mas a cada edição se passa um mês para Koro-sensei destruir a Terra. E se dentro de um ano(ou seja 12 meses, 12 edições) os estudantes não matarem o Koro-sensei, ele explodirá a Terra. Se for assim, o mangá acaba no volume 12

  • caio

    queria ver esse ranking n época de Slam dunk e DB!!!!
    pra ver quem vendia mais!!!