Ranking Oricon de Vendas de Mangás: 23 a 29 de Março

oricon 23 a 29Semana de muitos lançamentos de shoujo!

Essa é uma semana interessante para se acompanhar o ranking. Alguns mangás aqui presentes estarão ganhando anime na temporada de abril. Guardem os nomes de muitos e veremos como se sairão após as suas adaptações animadas. Fiquem com o ranking Oricon da semana e confiram se sua série favorita marca presença.

Os mangás grifados em amarelo são os comercializados no Brasil. A fileira “Vendas Total” contabiliza a soma das semanas que o mangá já se encontra no ranking.

tabela23a29marcoE Tokyo Ghoul mostra porque foi um dos mangás mais vendidos do último e mantém a escrita com vendas altissímas! São mais de 600 mil unidades vendidas em menos de 2 semanas! Provavelmente o final inédito do anime não desanimou em nada os leitores do mangá. Muito pelo contrário. Achei uma estratégia até interessante do autor dar um final em uma mídia e em outra.

Ore Monogatari 8E provando que no Japão não tem essa de shoujo chato, segunda, terceira e quarta posição do ranking são ocupadas por shoujos! E todos eles de revistas diferentes. Ore Monogatari vem com 160 mil unidades – e promete um grande boost com o anime. O clássico Skip Beat aparece somando mais de 200 mil unidades com seu volume 36. Já Hibi Chouchou (que eu chamo carinhosamente de Kimi ni Todoke 2) vem com quase 100 mil unidades em 10 volumes – número muito alto para um mangá da Margaret.

Billy Bat, do mestre Naoki Urasawa, tem seu volume 16 na quinta posição. Outro lançamento é o shoujo (mais um) Kanojo wa Uso wo Aishisugiteru, que ocupa a sétima posição. O restante do top 10 é formado por remanescentes de listas anteriores, como Fairy Tail, Kuu Neru Futari Sumu Futari, Diamond no Ace e Assassination Classroom. Assassination que continua sendo destaque na semana. Ao todo são 6 volumes da série no ranking e é muito provável que a ascenção continue por mais um tempo, enquanto o anime estiver em alta (e provavelmente substituindo o hype que era pertencente a Nanatsu no Taizai – que coincidentemente não possui nenhum volume nessa semana). No Brasil, o mangá é publicado pela editora Panini.

Sekirei 17Tivemos muitos lançamentos nessa semana, mas todos sem grande destaque em vendas. Podemos colocar em pauta os volumes novos de Sekirei (o 17, que é o penúltimo da série) e o de Nagato Yuki-chan no Shoushitsu, que tem anime marcado para essa temporada de abril. Neko to Watashi no Kinyoubi é a obra mais recente de Arina Tanemura, e seus apenas 40 mil de vendas mostram que a autora não é mais a mesma como nos tempos de Fullmoon wo Sagashite, por exemplo.

Aliás, como dito anteriormente, essa semana possui muitos shoujos na lista! Alguns exemplos ficam por conta de Sensei Kunshu 5 (da autora de Heroine Shikkaku, e com uma história que tem ligação direta – mesmo sem ser uma continuação), True Love 7, Hachimitsu ni Hatsukoi 11 (penúltimo volume do mangá) e o volume único Akai Ito. Para quem não sabe, Akai Ito é uma “lenda”, digamos assim, muito famosa no Japão. Talvez um dia falemos um pouco mais sobre isso.

Nessa semana, apenas 2 mangás da lista são vendidos em nossa terrinha: Assassination Classroom e Fairy Tail. E olha que candidatos a aparecerem por aqui, não falta…

Até a próxima semana, pessoal!

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Caio H S

    Nanatsu é publicado pela JBC.

    • Dih

      Mas a referência a “publicado pela Panini” é para Assassination Classroom.

  • Um ranking sem Nanatsu? Quanto tempo fazia isso? 😛
    Achei que nesse já teriamos o Terra Formars pintado, mas ele também não está na lista.

    Assassination, é um mangá que eu gosto muito. Vejo no face da Panini muita gente reclamando, dizendo que é ruim e que as capas são horríveis. Isso me faz pensar: o que é bom então? Ou será que não entenderam a proposta “comédia” do mangá?

    Sobre possíveis mangás que venham:

    Hibi Chouchou é um mangá interessante (embora entre naquele caso eterno do “shoujo não vende”). Outro problema é que ainda está em publicação, e ai eu prefiro que tragam os acabados e com menos chance de cancelamento.

    Tokyo Ghoul chega esse ano. Não adianta virem com o mimimi se é ruim ou não, isso é gosto. Agora, é inegável que ele vende horrores no Japão, também é inegável que o anime fez sucesso e que muita gente pede ele. Seria burrice uma editora não publicar ele, seria jogar dinheiro fora.

    E vou dar um chute bem pessoal: acho que TG vem pela JBC. Sei lá, a cada vídeo na Henshin ou comentário do Cassius eu tenho a impressão que ele está falando de TG sem poder falar o nome por não estar 100% ainda.

    • Paulo.

      Eu sempre ouvi um falatório em torno de Assassination, então quando o anime foi lançado resolvi dar uma olhada, Resultado é que eu dropei o anime, mesmo entendendo que o foco da história era mais voltado para o humor, achei tudo sem graça, desde da trama em si até os personagens, com exceção do Karma e do Karasuma que achava legais. Como me disseram que o mangá não tem muita diferença do anime, nem resolvi ler o mesmo.

      Já sobre Tokyo Ghoul concordo que seria burrice uma editora daqui não publicá-lo, pois é um mangá bem popular, apesar de pessoalmente achar um mangá bem mediano

      • Não assisti ao anime de Assassination, mas já lia o mangá online e agora tenho os da Panini. Claro, tem Beelzebub que no quesito comédia é superior, mas Assassination para mim é um dos melhores atualmente no Brasil.

        Também acho Tokyo Ghoul mediano, não sei se compraria caso seja publicado. Porém é como falamos, o retorno é certo para quem publicar, vai ver feito água.

  • Micael Okamura

    Comentários:
    “E Tokyo Ghoul mostra porque foi um dos mangás mais vendidos do último e mantém a escrita com vendas altissímas!” Dih, acho que ficou faltando uma palavra entre “ano” e “mantêm”.
    Tokyo Ghoul vende bem, ainda bem que o anime cumpriu sua função, ajudar a vender o mangá é o mínimo que aquela “desgraça” poderia fazer. Na boa, ficou faltando muita coisa, eu acho que o anime se encerrou mesmo com um ar de “poderia ter sido melhor”, independente ou não se seguisse o mangá. Se vier terceira temporada, espero que ela arrume as pontas soltas deixadas.
    Ore Monogatari: Quando estreia o anime? É nesta semana ou na próxima? Estou ansioso por ele.
    Skip Beat dispensa comentários.
    Hibi Chouchou, não sie o que comentar
    Billy Bat: Urasawa continua mostrando que é um mangaká simplesmente foda.
    Kanojo wa Uso wo Aishisugiteru: Não sei o que comentar
    Fairy Tail, Kuu Neru Futari Sumu Futari, Diamond no Ace e Assassination Classroom dispensam comentários.
    Sekirei: Nossa, faz tempo que não acompanho esta série, mas ué, ela já vai acabar?
    Nagato Yuki-chan no Shoushitsu: O que me desanima é que o anime não está nas mãos da Kyoto Animation, mas da terrível Satelight. Vou tentar dar uma chance, mas é estranho ver o Universo Suzumiya nas mãos de outro estúdio que não a KyoAni.
    Neko to Watashi no Kinyoubi: Nem sabia da existência deste mangá
    Sensei Kunshu: Nunca li
    True Love: É bonitinho.
    Hachimitsu ni Hatsukoi: É outro mangá lindo
    Akai Ito: Ué, eu conheço essa, lenda, mas não o mangá.

    • Hebert

      Também pudera né, o anime de Sekirei foi pro limbo, e muita gente conhece mais o anime, bem que alguma editora poderia trazer pra cá, existem mangás do mesmo estilo sendo publicados aqui.