Ranking Oricon de Vendas de Mangás: de 26 de Outubro a 1 de Novembro

railgun mangaRanking em choque!

Se está esperando grandes lançamentos nessa semana, tire o cavalinho na chama. Neste ranking são os chamados “peixes pequenos” que chegam dominando tudo.

Os mangás grifados em amarelo são os comercializados no Brasil. A fileira “Vendas Total” contabiliza a soma das semanas que o mangá já se encontra no ranking.

oricontabela26a1novembroE no ranking da Oricon dessa semana temos uma agradável surpresa no top 3, apesar de números “baixos” perto dos medalhões de Shounen Jump ou Shounen Magazine que estamos acostumados. Em primeiro lugar temos To Aru Kagaku no Railgun, o spinoff de Index chega em quase 140 mil unidades vendidas na primeira semana com 11 volumes. Vale lembrar que a série, diferente da principal, é considerada a principal. Não existe o conteúdo as novels, e até por isso temos explicado as vendas tão altas.

Assim como na primeira colocação, na segunda também temos um mangá que adquiriu sua fama através da série original em novels. É Mahouka Kyuukousen-hen, um dos mangás da franquia que chega em quase 90 mil unidades vendidas nesta semana. Fechando a tríplice temos Ten Count, o yaoi mais vendido recentemente no Japão. A série chega em 80 mil unidades com o seu quarto volume.

Nesta semana não tivemos nada de muito destaque. Na verdade vale muito falar das séries que já estavam aqui e de números que alcançaram. Mangás da Jump, por exemplo, se mantém muito firmes na lista. One Piece permanece no top 10, Haikyuu e Assassination Classroom rumam aos 800 mil e One Punch-Man, que não é Jump mas tá valendo, aparece dessa vez com o seu volume 9 despontando nos 600 mil. Aliás, nota para Kingdom, que já chega nos 500 mil em sua segunda semana, deixando séries como Magi (400 mil) na inveja. Nanatsu no Taizai, por outro lado, passa dos 560 mil e prova os motivos de ser o mais vendido da atualidade da Shounen Magazine.

Os shoujos continuam dando as caras, com o último volume de Kobayashi ga Kawai sugite Tsurai no top 10, e volume final de Hibi Chouchou ainda aparecendo na rabeira com mais de 100 mil cópias. Na rotativa, a continuação de Marmalade Boy beira os 100 mil com o volume 4, Ore Monogatari vai alcançando os 350 mil e Omoi, Omoware, Furi, Furare vai se mostrando forte o suficiente para pegar os 300 mil logo de cara com seu primeiro volume.

Hora de alguns comentários pontuais:

  • Gundam Thunderbolt aparece no top 10 bem na semana do anúncio de seu anime. Ainda não se sabe o formato da adaptação, mas creio que uma série para TV adiantaria muito no aumento de suas vendas.
  • Aoharu x Kikanjuu aparece pela primeira vez no ranking 50 da Oricon, depois de 8 volumes lançados. Isso mostra que o anime, embora tenha passado em branco pra muita gente, conseguiu o efeito necessário.
  • Shomin Sample tem o seu primeiro volume lançado desde o anime. Vale lembrar que o material original é a light novel, mas o mangá de qualquer maneira parece não ter sido afetado por enquanto na popularidade.
  • Kuma Miko: Girl Meets Bear tem sua segunda semana na tabela, alcançando as 50 mil unidades vendidas. Boto muita fé no anime ser daqueles bem gostosos de assistir em 2016. Vamos ver se isso terá impactos positivos.
Dih

Dih

Paulistano, 28 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Atualmente é editor na Panini/Planet Mangá e cuida de títulos como One-Punch Man, MOB Psycho e Jojo's Bizarre Adventure.

Related Post