Semanada – Nanatsu no Taizai #148: Garan Game

semanada nanatsu 148Semanada no feriadão!

E depois daquele hiatus básico de uma semana da redatora preguiçosa, voltamos com a nossa programação normal e pensamentos do tipo: “Mas que cocôzinhos Suzuki Nakaba está fazendo?”. E o que aconteceu nesse capítulo? Fetiche por bares, Shokugeki no Taizai e um crossover com Crespúsculo. Tudo muito imperdível, como podem ver.

image4Nanatsu no Taizai #148: Garan Game

O capítulo é o de número 148 e Ban, Jericho e Elaine estão fugindo de dois membros do Clã dos Demônios, todos machucados e cansados, quando desistindo de suas próprias vidas – Miyuki dando pondo mais drama do que realmente tem – e enquanto tentam se socorrer, acham uma caverna. Uma caverna com um bar dentro. Nakaba Suzuki, além de ter a mania de fazer capítulos broxantes, também tem um fetiche por bares. Aliás, bares com características estranhas: Meliodas tem um bar que fica em cima de uma porca gigante e agora há um localizado no meio do nada, dentro de uma caverna. Aqui vai uma pergunta séria que surgiu nos meus momentos de pensadora contemporânea do século XXI: em meio a essa crise, como alguém consegue ter um bar em uma caverna que, provavelmente, deve ficar vazio na maioria dos dias? A razão mais plausível para eles terem bares é para poder compor música sertaneja – aquelas bem de corno – sobre bebida e abandono, onde o kokoro está despedaçado e a amante, a consoladora, vira a cachaça. Oh, wait.

image2

O dono do novo bar é um senhor, magrelo, bigodudo, que no começo se faz tão de inocente quanto as bitches de shoujo que tentam roubar o macho da protagonista, mas se fingem de santas. Suspeito. Ban parece reconhecer o senhor, mas o mesmo é surpreendido ao descobrir que os Sete Pecadores agora não são mais procurados e o assassinato do rei foi armação de Dreyfus e Hendi – senti um déjà vu aqui, fui a única? – e depois do todo um blá, blá, blá, ele diz que os três podem se esconder no depósito de comida. Alô, alô, vigilância sanitária! Três pessoas que estão sujinhas podem ficar junto com comida sem contaminá-las? Bora fechar o bar com atividade suspeita!

image1Os dois membros do Clã dos Demônios aparecem e por um momento esquecem de que Ban e as outras duas existem e logo pegam aquela cachaça 51 que só a geração dos meus bisavós bebiam. Um bar, uma bebida, pessoas. Este é um cenário perfeito para quê? Bolar uma futura canção que vai ficar nas paradas brasileiras? Chorar e lembrar da morena? Ter overdose – se é que isso acontece com demônios – e parar no hospital? Não, não, não! Está na hora de Shokugeki no Soma versão bar! Depois do sucesso de Shokugeki com comidas que deixam as pesssoas um tanto quanto “animadas” – se é que me entendem, ôhoho – vem aí, uma verdadeira explosão de “Sooooo gooooood!” com cachaça! E assim acaba Nanatsu e começa o spinoff de: Shokugeki no Taizai. Até a próxima, pessoal! (Mentira)

image6Depois de ter várias cenas de bêbados felizes – ainda bem que são esse tipo, né, imagina se fossem do tipo chatos ou chorões, ninguém merece – os representantes do Clã dos Demônios revelam que sabem que o triângulo amoroso de Ban se esconde no bar. Mas, claro, beber é melhor do que fazer o serviço logo. Nakaba, tenho um relatório de demissões aqui, acho que seus personagens deveriam trabalhar com mais seriedade. Enfim, Garan propõe que joguem o “Garan Game” para que tanto o dono do bar quanto os outros tenham uma chance de sobreviver, mas após contar as regras do jogo e suas consequências, o senhorzinho megane desmaia. E voltam a beber.

image5Amanhece e depois de (segunda-feira eu vou pro bar, terça-feira ei vou também) beber, beber, beber, beber, acontece alguma coisa nesse capítulo. Garan observa uma arma na parede e a pega, mas acredita que há algo errado com ela, já que seria um acessório para se usar com uma mão só, porém ele só consegue carregar com duas, aí um homem maromba – um oferecimento Protein Whey – brota do chão e diz que ela é para ser usada apenas com uma mão mesmo e que ele era um dos Sete Pecadores, o Leão, o Lord Escanole (parece escarola). Ou seja, o senhorzinho era super forte e poderoso. Nakaba… O cara tava deitado no chão, Nakaba. Por acaso isso é tipo Crespúsculo só que ao contrário? O cara só vira maromba Protein Whey quando se tem a luz do sol e amanhece? É você, Edward? Nakaba, não, Nakaba.

E para finalizar o Semanada de hoje, a editora Kodansha criou um canal no YouTube e postou um vídeo de Suzuki Nakaba desenhando o – querido, maravilhoso, melhor personagem – Ban. O resultado disso pode ser conferido no capítulo #147 do mangá.

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post

  • rodrigo

    comenta os capítulos de Shokugeki no Souma também

  • Nossa muio loko o desenho:)
    Amo desenhar e ver alguém que enende fazendo isso é melhor ainda S2
    Beijos

  • Como eu acho que o Garan vai apanhar de novo,ele já pode pedir musica no fantástico!!

  • Oi Miyuki. Ótimo comentário como sempre.

    Só dois adendos: o nome do personagem é Escanor, que é como aparece nos cartazes de procurado dele. E segundo, o poder dele, caso não tenha visto, é totalmente explicado no spin-off “Os Vampiros de Edinburg”, que o autor lançou esse ano. Dá uma olhada: https://mangasproject.zlx.com.br/Online/nanatsunotaizaiedinburghnokyuuketsuki-capitulo-1/61883-scansproject#/!page0

  • ALBN

    O leão do pecado do orgulho:Escanor do Bigode Grosso.

  • Jairo

    A comparação com Crepúsculo foi uma viagem completa KKKKK
    Tbm quero dizer que o Ban, para mim, não é e nunca será o melhor personagem x.x mode on modinha :c
    No mais ri bastante com esse texto kkk