Especial – Editoras, mangás e apostas para o Anime Friends 2016

Especial - AF2016Editoras marcando presença nos eventos do meio do ano.

Estamos em julho e, como já se tornou tradição, o mercado de mangás no Brasil fica agitado com eventos da cultura pop japonesa e de quadrinhos. Como tem ocorrido nos últimos anos, as editoras nacionais aproveitam o espaço para lançamentos, divulgação de novos títulos e também para conversar com o público sobre os títulos, o mercado, as editoras etc.

O primeiro evento será o Anime Friends, que será realizado em 6 dias (8, 9, 10, 15, 16 e 17) que, além das palestras com as editoras nacionais, também é espaço para outras atividades, como campeonatos de cosplayers, shows entre muitas outras coisas da cultura pop ocidental e oriental.

Também no final de semana de 8 a 10 de julho ocorre o Festival do Japão, o tradicional evento de cultura japonesa que reúne as mais diversas apresentações da cultura japonesa, além do festival gastronômico de cada província japonesa.

Para os Anime Friends, o Chuva de Nanquim organizou um breve cronograma falando sobre as quatro editoras nacionais, como elas se organizarão para as palestras nos eventos e o que aguardamos saber de cada uma, questionamentos e nossas apostas (será que acertaremos algo dessa vez?). A divisão das palestras das editoras será diferente do último ano, quando cada uma esteve no evento em um dia. No sábado do primeiro final de semana estarão a Nova Sampa e JBC e no segundo sábado a NewPOP e a Panini. E no segundo domingo ocorrerá mais uma vez a Mesa Redonda das Editoras, que começou no Ressaca Friends de 2014. Confira a programação, deixe seus questionamentos, opiniões e acompanhe as palestras conosco em nossa cobertura no nosso perfil do Twitter e aqui no site.


NovaSampa2016NOVA SAMPA

A Nova Sampa vai ao evento sem grande alarde, pelo menos as suas redes sociais e outros meios de comunicação da editora ficaram muito tempo sem mostrar atividade, até uma postagem recente com diversas justificativas do sumiço. A último notícia de algum título da editora foi a capa de Pride – O supercampeão em abril, mas sem notícias posteriores sobre o lançamento do título. Além disso, deverá ser possível encontrar os títulos da editora em seu estande e, se repetir o que acontece sempre em eventos, algumas promoções podem acontecer.

ESPECULAÇÕES

A editora tem estado muito apagada e sem notícias desde o anúncio do shoujo Malicious Code na Mesa Redonda do Ressaca Friends de 2015. Esperamos que a editora revele datas e como será a sequências de trabalhos da linha editorial, que possui diversos títulos anunciados e nada lançado a muito tempo. A lista de questionamentos que devem ser levantados começam com três títulos anunciados no Anime Friends de 2014 (Hakuouki, MuvLuv Unlimited e Koroshiya-san: The Hired Gun) e no Anime Friends de 2015 (Godeath), além de notícias sobre Carnaval Glare e quando ocorrerá o lançamento de Pride – O supercampeão (se é que não ocorrerá no evento). A demora no novo volume de Drifters e de novas temporadas de Hitman e Ikkitousen também devem ser levantas. Novos títulos podem ser anunciados, provavelmente seguindo a linha de obras ecchi, terror e suspense, mas o que os leitores mais necessitam saber são quando sairão os já anunciados.


JBC2016JBC/INK COMICS

A JBC chega ao evento de meio de ano após um primeiro semestre um tanto quanto complicado, com bons títulos e uma nova proposta de publicação digital, além da recente mudança de periodicidade. Ao contrário do Anime Friends passado em que a editora teve 6 título lançados, terá um único lançamento, a republicação de Fullmetal Alchemist. A editora não tem tido o hábito de ter um estande próprio no evento nos últimos tempos, embora possa ter um pequeno estande para assinatura, como já ocorreu outras vezes. A editora será representada em sua palestra por Marcelo Del Greco, Editor do Ink Comics. Cassius Medauar, o Gerente de Conteúdo da JBC, não estará presente pois irá ao evento Comic Power, em Rio Branco no Acre, que ocorre no mesmo final de semana (temos algum leitor do site que irá ao evento?).

ESPECULAÇÕES

Após um ano carregado de lançamentos como foi 2015 a editora chega com uma carga menor de lançamentos, embora tenha 9 títulos anunciados neste ano e que não tem data definida de lançamento. (Dragon’s Dogma: Progress, Nijigahara Holograph, Nigeru Otoko, Samurai 7, Apocalypse no Toride, Sakura Taisen, Saint Seiya: Saintia Sho, Boku no Hero Academia). Além de Ghost in the Shell e Akira, que foram anunciados no ano passado e que são duas novelas totalmente a parte. Após passar o Fest Comix em branco quanto a anúncios ou mesmo datas dos já anunciados, esperamos que a editora traga ao menos algumas datas dos títulos, principalmente os de poucos volumes. Questionamentos a serem levantados são da mudança de periodicidade que alguns títulos tiveram, principalmente aqueles que já estão concluídos como To-Love Ru e Zetman, e também novidades sobre o Henshin Drive, a plataforma digital da editora, que não se teve novas informações. O relançamento de Inu-Yasha também deve entrar em pauta, mas por ser o último dos anúncios não esperamos informações muito bem definidas. Títulos como Gin no Saiji, Mushishi, Koe no Katachi, Boku dake ga Inai Machi e Saint Seiya Episode G: Assassin são nossas apostas. Também pode acontecer de anunciarem mais algum relançamento, como Fruits Basket ou Shaman King.


NewPop2016NEWPOP

A NewPop é a editora que sempre marca grande presença nos eventos da Yamato, no ano passado teve um estande grande e esperando que continue marcando presença nos eventos assim sempre. A editora teve o seu evento próprio em novembro passado onde teve 19 anúncios, nem todos foram mangás, mas muita coisa será lançada agora. Marcando sua linha editorial que explora vários nichos de públicos e formatos, a editora chega ao evento com 5 lançamentos ao todo. Helter Skelter e o mangá e a novel de Log Horizon (anunciados em novembro), O Jardim das Palavras (título nacional de Kotonoha no Niwa, anunciado no aniversário da editora), e o fim da novela do lendário mangá nacional que foi re-anunciado diversas vezes pela editora desde 2008, Hansel & Gretel.

ESPECULAÇÕES

Atualmente a editora tem se mostrado mais ativas em suas redes sociais, o que aproxima ela mais do público, mas em eventos esse contato é mais próximo. Tirando meses com eventos, os checklists dela tem sido muito pequenos e questionamentos quanto a periodicidade dos títulos e se a quantidade de títulos lançados nos meses aumentará serão levantados. De títulos anunciados a editora possui ao todo 12 mangás e novels sem previsão de quando serão lançados e esperamos posições quanto a eles (Madoka: The Rebellion Story, Madoka: Homura’s Revenge, Mahou Shoujo Suzune Magica, Velvet Kiss, Corpse Party: Another Child, Girls & Panzer, Morte, Star of Eroman, Niji no Prelude, Shin Takarazima, Pinocchio, Manga Daigaku). Com o lançamento do lendário Hansel & Gretel esperamos novidades sobre Dead Zone, que foi anunciado em 2014, e também novas obras do Studio Seasons. Agora com Log Horizon a editora está com 4 light novels em publicação e a aposta da editora nesse tipo de publicação deve render um bom debate, como a periodicidade, formato e qualidade. De apostas, espera-se mais títulos yaoi e algum yuri, que o público pede para a editora por ser a com catálogo mais diversificado. Também continuamos na torcida por Yotsubato! e mais obras de Makoto Shinkai, mas não seria surpresa alguma light novel ser anunciada, tipo Monogatari Series ou Suzumiya Haruhi no Yuuutsu, visto que No Game No Life está alcançando a publicação original.


Panini2016

PANINI/PLANET MANGA

Para fechar as palestras das editoras chega a toda poderosa Panini, que deve apresentar suas novidades e programação para o segundo semestre. Durante o primeiro semestre a editora investiu pesado e teve lançamento em praticamente todos os meses (o de janeiro foi um remanejamento de dezembro), com títulos no formato padrão da editora até os formatos mais luxuosos, como Vagabond e One-Punch Man. Após a palestra da Fest Comix o mês de julho chega recheado de lançamentos, serão ao todo 5 novos títulos, com quase 20 títulos publicados nesse mês, mas não é garantido que todos devem estar disponíveis no evento, é mais provável que estejam só no estande da editora no segundo final de semana.

ESPECULAÇÕES

Este tem sido o ano em que a editora está investindo pesado em anúncios e lançamentos. Com mais shoujos no catálogo ela volta a trazer um josei, um recomeço para a demografia na editora. Começando com Rust Blaster, anunciado no ano passado, a editora deve definir a data de alguns dos 10 títulos anunciados até agora. O caso que mais deve levantar questionamentos é o de Slam Dunk, que tinha previsão de sair em junho mas, por pedido do autor, precisou voltar a produção e agora não há previsão ou que mudanças foram solicitadas pelo autor. Muitos títulos da editora estão terminando ou se aproximando da publicação original, os anunciados de longa duração preenchem parte do espaço que terá, mas há diversos de poucos volumes. A placa de carbonita que virou os títulos parados pela Panini devem ser abordados, principalmente em perguntas da plateia, mas a resposta que deve acontecer é “sem previsão”, como sempre, o que não será nenhuma surpresa visto a situação econômica atual, que sem dúvidas leva a empresa em buscar lucrar com novos títulos e não ser benevolente com poucos e ter prejuízo, visto que o título recomeçar do meio não vai ter qualquer retorno que não seja o prejuízo. Atualmente com 3 shoujos espera-se que seja anunciado um novo, tipo Tonari no Kaibutsu-kun ou Sukitte Ii Na Yo. Como a maioria dos títulos da editora são títulos shounen e seinen (em menor escala) devemos ter mais anúncios dessas demografias. Apostamos em títulos populares como Shokugeki no Souma e Haikyuu!!, mas também torcemos por Dr. Slump retornar e mais obras de Naoki Urasawa, como Pluto ou Billy Bat.


mesa-redonda-AF2016MESA REDONDA DAS EDITORAS

Está se tornando uma tradição a mesa redonda das editoras. Diferente do último ano, a atração será em um dia sem palestra das editoras, ocorrerá no segundo domingo e deve ter a presença de todas as editoras, no momento da publicação deste post a JBC ainda não havia confirmado quem será seu representante. Devido a palestra que ocorrerá no mesmo espaço antes, não será surpresa se ocorrer um atraso. Desde o Anime Friends passado houve a presença de um mediador, o que foi bom para que a palestra tenha uma condução dos assuntos abordados, mas ainda não há informação se terá alguém na função. Espera-se atenção do público ao que for falado e perguntas mais inteligentes, no Ressaca, mesmo após pedidos da mediação, ainda ocorreram perguntas sobre títulos X ou Y serem publicados e editoras não falam sobre planos futuros. Vamos aproveitar esta oportunidade de forma proveitosa. Bom evento a todos!

Asevedo

Designer de formação, atualmente sou Assistente editorial da Panini Mangá. Acumulo mangás e HQ's, que espero conseguir ler um dia. Assisto animes de vez em nunca.

Related Post

  • Alexandre Teixeira

    Gin no Saiji, parem de mexer com meu coração

  • Bem, a JBC disse que não fará anúncios, então não devemos esperar nada, só se houver alguma surpresa. Dos títulos que citou, eu acho que queria quase todos, mas enfim não devem ser anunciados por agora…

    —-

    Da NewPOP, eu acho que Monogatari é quase certo, enquanto Haruhi Suzumiya é um sonho muito distante. Yotsubato! se eu não me engano ainda está em andamento e a editora raramente anuncia obras nesse estado.

    —-
    Pela Panini, acredito no mangá de vôlei e em um novo mangá de Sword Art Online. E mais uma ou duas obras que tiveram sucesso em animês recentes como o Tonari que você citou. Talvez o próprio Erased, quem sabe. Ou o Your Lie in April, embora eu não acredite muito…

    Enfim, é isso^^.

    • Com editoras tem que ser muito São Tomé, não duvido nada de no final da mesa redonda a JBC anunciar algum como fez com Orange no ano passado.
      A NewPOP tem títulos ainda em publicação, é menos presente no catálogo e o ritmo de publicação dela dá espaço para o título, é esperar para ver, se até Hansel & Gretel saiu…
      Bem lembrando dos mangás de SAO, o Phantom Bullet ainda está em publicação, mas o Mother’s Rosario não seria má ideia.

    • STX

      A JBC disse que não faria anuncios no evento de hoje, mas não na mesa redonda na semana q vem, quem sabe rola? 😛

    • Que pena, eu adorei a publicação em inglês de Monogatari então se lançarem provavelmente não vou pegar, mas Haruhi seria uma compra certa.

  • Aarseth

    Como diria Jack, o estripador, vamos por partes:

    – Nova Sampa: Por conta da crise, e demais fatores anteriores, a editora saiu prejudicada. Acredito que estejam tentando encontrar um denominador comum, no entanto com o “estouro” tudo se complicou. Espero que a editora possa anunciar algum título e ainda apresentar um cronograma. A editora disse, por meio de sua página no face, que saiu prejudicada também por conta do não envio dos materiais pelos japoneses.

    – JBC: Não acho que teremos grandes novidades. Talvez falem algo ainda inédito a respeito da produção de Akira e/ou Ghost in the Shell. Além de FMA, Anohana e os próximos títulos da editora. Eu gostaria que tivesse, mas infelizmente não haverá nenhuma anúncio. Poderiam anunciar um título de terror né.

    – Panini: Tomem cuidado com essa viu, a Panini está arrebentando a boca do balão em 2016. Eu estou ansioso por mais informações à respeito de Lobo Solitário. E espero ao menos um ou dois anúncios por parte da editora, desconfio que possa ser Shougeki no Soma – o mangá acabou de ser licenciado na Espanha pela editora Panini.

  • Stephany

    Sobre ghost in the shell, em um dos ultimos henshin online foi mostrado que finalmente o material chegou sendo assim, e que eles já começaram a trabalhar no título, só vai depender das aprovações mesml agora.

  • Um dos questionamentos a serem levantados para quem for à palestra da Panini ou (especialmente) na Mesa Redonda é perguntar para o representante da editora porque as assinaturas de mangás como um todo (site, mangás disponíveis, empacotamento e envio) é TÃO BOSTA?!? Especialmente se compararmos com NewPOP e JBC.
    A dita por muitos, maior editora de mangás do país, tem disparado o pior serviço de assinaturas de todos, e até a NewPOP, pequenina até uns 2 anos atrás, já está anos-luz à frente da ‘toda-poderosa’ Panini… u_u
    Quem for ao evento poderia colocar isto em pauta.

    • *corrigindo:
      por que o serviço de assinatura de mangás como um todo (site, mangás disponíveis, empacotamento e envio) é TÃO BOSTA?!?

    • O problema é o conograma de cada editora.É a Fernando Chinaglia que sacaneia.SÓ no Brasil que tem essa palhaçada de distribuição setorizada.Se demorar para impremir fernando chinaglia da prioridade para maior vendagem e depois maior tiragem.Aí não tem como tempo hábil ver a qualidade das remessas enviadas que muitas vezes se deteriora na distribuição.

      • @jfurt, me desculpe, mas… acho que você não leu o comentário com a devida atenção…
        Nada a ver o que você disse, pois eu não falei em momento algum de distribuição de mangás de banca, falei de assinaturas… e falei do serviço como um todo, não apenas o envio… logo, o que você comentou nada tem a ver com o que eu questiono no comentário mais acima.

  • Eu acho até melhor a JBC não anunciar mas nada esse mês, porque eles já anunciaram muitos títulos, esta na hora de focar neles para fazer um bom trabalho. Depois eles anuncia mas coisa.
    Queria muito participar do anime friends, conhecer e tal mas moro muito longe o que é uma pena.
    https://somaisumaleatorio.wordpress.com

  • Bruno

    Torcerei por Jojo!

  • Thales

    Só quero saber de Nijigahara. Já não aguento mais esperar.

  • seiya

    Quero jojo, se não for jojo é melhor não trazer nada, puta que pariu, todo mundo sabe que jojo vai vender bem, pois é foda, tem uma boa fanbase, e qualquer um que compre só por interesse vai se apaixonar pela série

    • Jojo e Hokuto no Ken, os dois tem fortes influências na cultura pop japonesa e são totalmente desprezados por aqui, será que é tão impossível assim negociá-los?

      • A editora japonesa de Jojo apenas negocia todas as fases juntas, o que são mais de 100 volumes e cerca de 10 anos de publicação. Na Fest Comix a Panini falou que tentou negociar por fases, semelhante ao que foi feito em Pokémon, porém a editora japonesa não aceitou.
        Quanto a Hokuto não faço ideia se tem algum empecilho semelhante, mas pode ter o mesmo problema das primeiras fases de Jojo, a falta de material, por serem títulos mais antigos.

  • só queria saber de akira T.T

  • Sr. K

    Tomara que a Panini anuncie Pluto com a mesma qualidade de One Punch!!!

  • jfurt

    Ir e Ao haraido?parou no 9?