Semanada – ‘The Promised Neverland’ #51

Em busca do vale encantado Minerva version.

The Promised Neverland completa um ano de vida desde o começo de sua publicação! Como os bebês crescem rápido, não é mesmo? Nessa edição tivemos páginas coloridas, direito a capa da edição #38 da Shounen Jump e, como de praxe, muitas dúvidas e suposições também. Se junta aí e bola as teorias comigo.

#51: B06-32

Parece bem óbvio essa jogada no final do capítulo de mostrar que não há nada na localização dada pelo Minerva. Como mostrado anteriormente, viver no mundo exterior não é uma opção caso deseje sobreviver, o próprio Sung Joo e a Musica criaram seu espaço pelo subsolo. Minerva deve ter sido inteligente o bastante para fazer o mesmo – apesar de que, as páginas coloridas do capítulo #49 mostram um ambiente com janelas e não necessariamente escuro.

Também há a possibilidade de que Minerva tenha mudado sua posição, afinal de contas, a “promessa” existe antes mesmo da Izabella ter nascido. Minerva ainda tem chances de estar vivo ou alguém “herdou” suas conspirações e está tentando dar continuidade a tal linhagem?

Outra questão importante mostrada no capítulo é a maneira como Sung Joo se refere aos humanos. De acordo com ele, até se Emma e os outros não conseguirem conquistar o objetivo que almejam, é possível a procriação livre da espécie, o que faz com que os demônios possam se alimentar novamente da raça. Novamente. Ênfase para essa palavra usada por Sung Joo. Suas reais intenções são ruins, como já previa, porém qual seria a verdadeira idade dele? Será que ele chegou a vivenciar a era antes da “promessa”? Aliás, qual seria a expectativa de vida de um demônio? Pode ter sido um modo de falar, entretanto, se ele nunca tivesse experimentado não agiria como alguém sedento por carne como mostrou assim que as crianças foram embora.

Mesmo a máscara do Sung Joo tendo caído a de sua parceira, Musica, se mostrou bem honesta. Confesso que ainda não confio 100% nela, principalmente por achar que aquele tal “amuleto” é na verdade um meio de rastreá-los, mas a reação dela foi totalmente oposta a do outro monstro. Ela queria de fato proteger a Emma. Acredito que a conexão dela com a religião que segue seja forte o suficiente para não ter vontade de consumir humanos, e outra, anteriormente ela havia dito que nunca tinha visto pessoas de perto. Ela não esteve na era antes da promessa. Ela não sabe como foi.

Ainda sobre Musica, teve aquele momento em que ela diz para Emma “procurar pelas ‘sete paredes‘”. Ela sussurrou a frase para protagonista, claramente tem intenções diferentes de Sung Joo. Sem contar que, acredito que se Emma e os outros não encontrarem Minerva, provavelmente seguirão essa pista. Ver um arco aonde eles estão sozinhos, realmente sozinhos, seria interessante!

Bom, eu só quero ver cabeças rolando. Essa é a verdade.

E qual seria a opinião dos leitores? Ajudem a redatora, contribuam para teorias ainda mais absurdas e alimentem essa mente que para o dia tentando prever os movimentos de Shirai Kaiu e Demizu Posuka nessa história louquíssima que ainda vai render muitas mortes – porque é assim que sustenta a audiência dos otakus, ok, é brincadeira.

Até a próxima semana!

Miyuki

Tão normal, nem parece otaku. A louca das webcomics. Segue o mantra de ler e assistir de tudo um pouco (menos o que for terror, por favor). Tem um vício novo a cada mês e surta horrores na conta pessoal no Twitter.

Related Post

  • Caio_RB

    Neverland continua excelente. Tenho gostado bastante dos últimos capítulos também devido a exploração dos demônios e do fato das crianças serem comidas, o que dá uma boa analogia com o que fazemos com os animais na vida real, principalmente com a parte do capítulo anterior em que é dito que na maioria das fazendas as crianças não tem uma vida e só nascem para serem comidas. O mangá continua muito bom, mantendo o nível e evoluindo bastante após terem escapado da fazenda, estou gostando demais.

  • Felipe Feitosa

    Uma história realmente excelente! devorei tudo em uma noite
    Eu, particularmente, como vegetariano há anos, adoro fazer o paralelo dessa realidade fictícia com a nossa. O que fazemos com os outros seres em nada se difere do que esses monstros grotescos fazem no mangá. Somos os demônios do nosso mundo.

  • Rychard Mariano

    Melhor mangá da atualidade! Uma proposta fora do mainstream e com uma preocupação extremamente cuidadosa com o roteiro, coisa que não vemos muito nos shonens hoje em dia que partem apenas para uma pancadaria sem sentido e com roteiro mal feito. The Promised Neverlad te vicia a ponto de você não cansar da leitura, flui muito bem e com diálogos fortes. Já falei que é o melhor mangá da atualidade? Só na espera do anime (que provavelmente será anunciado ano que vem) e de possivelmente o mangá aqui no Brasil.