Mangá clássico ‘Banana Fish’ ganhará anime para TV em 2018

Garantia de material bom, no mínimo.

Essa é pra você que acha que shoujo só tem romance colegial.

Pegando todos de surpresa, foi anunciado que o mangá Banana Fish, de Akimi Yoshida, ganhará uma adaptação em anime no bloco NoitaminA no próximo ano. O projeto é parte dos 40 anos da artista como mangaká. A série contará com Hiroko Utsumi (Free!) na direção, Hiroshi Seko (Inuyashiki, Ajin, MOB Psycho 100) nos roteiros, Akemi Hayashi (Doukyuusei) no character design e produção do estúdio MAPPA.

O mangá de Banana Fish foi publicado entre 1985 e 1994 na revista shoujo Flower Comics, da Shogakukan. Ao todo foram 19 volumes encadernados, que posteriormente ganharam uma nova versão com 11 volumes e um extra. Várias adaptações teatrais para a trama já foram lançadas, mas é a primeira vez que a obra ganha as telas. O mangá foi publicado por completo nos Estados Unidos pela VIZ.

Com uma estética que remete grandes artistas da década de 80, uma dose de adrenalina incrível com ação e muitas perseguições, Banana Fish ainda trás um romance marcante e uma certeza para aqueles que ainda não conhecem a demografia, apresentando uma obra que você provavelmente jamais imaginaria se tratar de um shoujo.

Vice City : New York, anos 80. A natureza fez Ash Lynx um cara bonito; mas o tempo fez dele um assassino cruel e frívolo. Uma criança fugitiva criada como um herdeiro adotado, um guerreiro treinado, e o brinquedo sexual de seu “Papa”, Dino Golzine, o senhor do crime da Costa do Oeste Oriental. Ash está agora na idade rebelde dos dezessete anos – abandonando o reino de poder e riqueza, realizada pelo demônio que o ressuscitou, preferindo um código para viver entre um pequeno, mas fiel, gangue de bandidos de rua. Porém, “Papa” não pode simplesmente deixá-lo ir. Não quando descobre que o segredo que levou o irmão mais velho de Ash a loucura, no Vietnã, poderá cair em suas mãos insaciavelmente ambiciosas. É exatamente o momento errado para Eiji Okamura, um jovem fotógrafo do Japão, de coração puro, chegar em Nova York e travar conhecimento de Ash Lynx … e ao seu lado, ser atraído para dentro de um redemoinho sangrento de orgulho, ganância, luxúria e ira desencadeada pelo enigma de codinome Banana Fish.

Dih

Dih

Paulistano, 27 anos, corintiano e fissurado em cultura asiática e pop. Formado em Design Gráfico na FMU. Hoje é editor assistente da Panini Mangás e colecionador compulsivo de quadrinhos em geral.

Related Post

  • Weslei Alvarenga

    Só podia ser o noitaminA para trazer algo diferente, já está na minha lista, só torço pra mim lembrar quando estrear.

    Gostei da escolha da staff e do estúdio, tem potencial para algo de bastante qualidade.

  • A história é de fato bem interessante.
    Importante tbn ressaltar a questão do ”shoujo”, porq já vi umas pessoa aí estão falando em anime ”yaoi”, sendo q nem saiu o trailer direito ainda….
    #sad