Confira os vencedores do 45º ‘Kodansha Manga Awards’

Editora divulga os contemplados do prêmio deste ano.

A editora Kodansha anunciou nessa quinta feira, dia 13 de maio, os vencedores da 45ª edição do Kodansha Manga Awards. A premiação que acontece desde o ano de 1977.

Os jurados dessa vez foram: Tsunami Umino (Nigeru wa Haji daga Yaku ni Tatsu), Etsushi Ogawa (Chuuka Ichiban!), Kouji Kumeta (Sayonara Zetsubou Sensei), Akiko Higashimura (Kuragehime), Norifusa Mita (Investor Z), Waki Yamato (Haikara-san ga Tooru), e Makoto Yukimura (Vinland Saga).

Segue abaixo os vencedores da edição:


Melhor Mangá Shounen

BLUE LOCK

Autor: Muneyuki Kaneshiro e Yuusuke Nomura
Editora: Kodansha
Revista: Weekly Shounen Magazine
Total de Volumes: 14 Volumes (em andamento)

Sinopse: Depois de uma derrota desastrosa na Copa do Mundo de 2018, a seleção do Japão luta para se reagrupar. Mas o que está faltando? Um craque absoluto, que pode guiá-los até a vitória. A União de Futebol do Japão está empenhada em criar um atacante com fome de gols e sede de vitória, e que pode ser o instrumento decisivo para virar uma partida perdida … e para isso, eles reuniram 300 dos melhores e mais brilhantes jogadores jovens do Japão. Quem emergirá para liderar o time … e serão eles capazes de superar os músculos e o ego de todos que estão em seu caminho?

 

Outros indicados a Melhor Mangá Shounen incluíam: Fire Force, Sousou no Frieren, e That Time I Got Reincarnated as a Slime.


Melhor Mangá Shoujo

HANANOI-KUN TO KOI NO YAMAI

(A Condition Called Love)

Autor: Megumi Morino
Editora: Kodansha
Revista: Dessert
Total de Volumes: 8 Volumes (em andamento)

Sinopse: Hananoi, estudante do primeiro ano do colegial, apaixona-se perdidamente e à primeira vista por Hinase Hotaru, da classe ao lado, depois de um pequeno incidente. Hotaru, por sua vez, não entende absolutamente nada de assuntos do coração e simplesmente nem sabe lidar com toda a demonstração de carinho que recebe de Hananoi-kun. Então eles acabam fazendo o teste: namorarem até o Natal, que está chegando, para ver se Hotaru consegue se interessar por ele ao menos um pouquinho e responder à sua declaração. Será que essa história de amor atrapalhada vai dar certo?

 

Outros indicados a Melhor Mangá Shoujo incluíam: Defying Kurosaki-kun, Honey Lemon Soda, e A Sign of Affection.


Melhor Mangá Geral

YURIA SENSEI NO AKAI ITO

(Miss Yuria’s Red Thread of Fate)

Autor: Kiwa Irie
Editora: Kodansha
Revista: Be Love
Total de Volumes: 7 Volumes (em andamento)

Sinopse: O mangá segue Irie, de 50 anos, uma bailarina que se dedicou à arte através de sua irmã há muito tempo. Agora ela vive uma vida simples, mas feliz ensinando artesanato e morando com um marido escritor. Quando seu marido passa por uma emergência médica devido a uma hemorragia, ela corre para o hospital, apenas para encontrar um jovem misterioso ao lado de seu marido. Quando o marido de Irie não acorda, o jovem confessa que é amante do marido de Irie.

 

Outros indicados a Melhor Mangá Geral incluíam: I Want to Hold Aono-kun so Badly I Could Die, Sweat and Soap, Hakozume: Kōban Joshi no Gyakushū (Hakozome: A Police Box Woman’s Counterattack), e Futari Solo Camp (Solo Camping With Just the Two of Us).


No ano passado o mangá Tokyo Revengers de Ken Wakui ganhou o prêmio de Melhor Mangá Shonen, Our Precious Conversations de Robico ganhou o prêmio de Melhor Mangá Shoujo e The Blue Period de Tsubasa Yamaguchi ganhou o prêmio de Melhor Mangá Geral.

Vaz

Vaz

Mineiro, 23 anos, Designer e apaixonado por jogos e quadrinhos em geral.

Related Post