Mangá de ‘Jujutsu Kaisen’ será mensal a partir do volume 8

Mais uma série da Panini sendo acelerada para alcançarmos o Japão.

A editora Panini divulgou em sua live realizada no dia 16/07 que o mangá Jujutsu Kaisen finalmente terá sua periodicidade alterada para mensal. Inicialmente, a ideia era que a série já tivesse se tornada mensal a partir do volume 6, porém agora essa alteração deve acontecer realmente a partir do volume 8, cuja edição terá uma capa variante. Com essa mudança, é provável que em pouco mais de um ano tenhamos lançamentos acompanhando o Japão – que atualmente se encontra no volume 16 da obra.

Essa tem sido uma atitude rotineira da editora, que vem transformando alguns títulos bimestrais em mensais. Foi o caso de Yuuna, Beastars, Golden Kamuy e outros. Além de uma provável análise interna para essa decisão, supomos que a ideia seja alcançar mais rapidamente os lançamentos japoneses para que tenhamos mais espaços para títulos novos.


Jujutsu Kaisen é lançado desde 2018 na revista Shonen Jump, no Japão. A obra de Gege Akutami atualmente conta com 16 volumes encadernados, além de um “volume 0” que serve como prequel. Um anime de 24 episódios produzido pelo estúdio MAPPA teve exibição entre setembro/20 até março/21, e um longa metragem adaptando o volume “0” está em produção. A série animada teve exibição no Brasil pela Crunchyroll, com dublagem em português. Já o mangá é publicado pela editora Panini desde 2020.

Apesar do estudante colegial Yuuji Itadori ter grande força física, ele se inscreve no Clube de Ocultismo. Certo dia, eles encontram um “objeto amaldiçoado” e retiram o selo, atraindo criaturas chamadas de “maldições”. Itadori corre em socorro de seus colegas, mas será que ele será capaz de abater essas criaturas usando apenas a força física?!

Dih

Criador do Chuva de Nanquim. Paulista, 30 anos, editor de mangás da Panini Planet/Manga, designer gráfico e apaixonado por futebol e NBA.

Related Post